ANUNCIE AQUI!
14/05/2021

Prefeitura informa aumento no valor da multa para aglomerações e eventos

Foto: Joãozinho 30/ Arquivo pessoal

Infrações, que variam de acordo com a quantidade de pessoas, vão de R$ 14.545 a R$ 290.900.  Desde o último dia 4 de maio já estão em vigor os novos valores para multas em caso de aglomeração ou evento/festa clandestinos, fixados pelo governo estadual e que passam a ser aplicados nas ações do Plano São Paulo de enfrentamento à pandemia de Convid-19. O Decreto 65.671, publicado no Diário Oficial do Estado de São Paulo, estabeleceu um aumento substancial no valor das multas para quem infringir as medidas restritivas adotadas para impedir a propagação do coronavírus. De acordo com o secretário municipal de Assuntos Jurídicos, João José Pinto – “JJ”, o decreto estadual se sobrepõe à legislação municipal, obrigando todos os municípios paulistas a aplicar as novas multas através da Vigilância Sanitária. Ele informou também que o valor das multas será escalonado de acordo com o tamanho da aglomeração, que passa a ser classificada seguindo uma escala que vai de até 100 pessoas a mais de 500 pessoas. As multas são calculadas em Unidade Fiscal do Estado de São Paulo (UFESP), sendo que cada UFESP está fixada em R$ 29,09. Ainda segundo JJ, nas aglomerações ou eventos que reúnem até 100 pessoas, a multa varia de 500 UFESPs, o que totaliza R$ 14.545 a 1.000 UFESPs, ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota Categorias: CoviddecretoPolítica
14/05/2021

RADICAL: Caio promete fiscalização aérea para conter aglomeração

hilicóptero 1

Em resposta por uma ação dura e eficaz para conter o avanço da pandemia, o prefeito Caio Aoqui promete fiscalização com helicóptero, mas um drone pode ser mais eficiente. Agora é pra valer. O prefeito Caio Aoqui radicalizou e prometeu uma ampla e irrestrita fiscalização pelo ar e por terra para impedir aglomerações no comércio, chácaras e até reuniões de família. Os infratores estão sendo multados e sofrerão as sanções da legislação especifica que trata sobre a pandemia de coronavírus. Além da blitz que vem sendo realizada por equipes terrestres com apoio da PM, seguranças particulares e fiscais da Vigilância Sanitária, o chefe do Executivo promete usar até uma aeronave para impedir abusos neste fim de semana. É um tipo de fiscalização que mais pode fazer barulho que demonstrar eficiência, mas vale tudo na luta para desacelerar o avanço da pandemia que já matou 150 pessoas no município, contaminou mais de 5 mil pessoas e tem quase 600 em período de transmissão. O agravamento da crise colapsou o sistema de saúde e o Cemitério da Saudade. Não há vagas na UTI e nem na enfermaria. Nesta semana, a Santa Casa “fechou” a porta para o atendimento por falta de oxigênio. Pacientes ficaram indo e vindo da UPA para o Pronto Socorro do hospital em busca de internação. ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota Categorias: CovidSaúde
14/05/2021

LOCKDOWN: Pressionado, Caio cobra do comércio para não decretar fechamento

comércio fechado

O chefe do Executivo quer o mesmo apoio que deu aos setores econômicos para ajudá-lo nas medidas de prevenção da Covid-19. O prefeito Caio Aoqui (PSD) tem cobrado dos diversos setores da atividade econômica do município, respaldo para auxiliá-lo neste momento de colapso da Santa Casa de Tupã. Em reuniões que têm realizado na Prefeitura com lideranças do setor, o chefe do Executivo tupãense tem alertado que agora é a hora da prova. Sentindo-se acuado pelo clamor para decretação de lockdown para amenizar a pressão sobre o sistema de saúde, exige a compreensão da atividade econômica para o momento mais crítico da pandemia, conforme previu em meados de março, o secretário de Saúde, Miguel Ângelo de Marchi. Em entrevista às emissoras de rádio nesta sexta-feira (14), Caio disse que não pode ser radical em tomada de decisão, apesar de ter travado uma briga judicial para manter todas as atividades econômicas em funcionamento. De acordo ainda com o prefeito, além de a população não colaborar, alguns comerciantes insistem em desrespeitar as normas sanitárias e o distanciamento em seus estabelecimentos. “Estamos indo com quatro carros, PM, seguranças particulares para dar apoio aos fiscais. Tem bares que a gente fecha e o proprietário volta abrir as portas”, confirmando o desrespeito. OAB PEDE MAIS RESTRIÇÃO A OAB Tupã, através desta Comissão, ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota Categorias: CidadeCovidPolítica
13/05/2021

Secretário da Saúde de Tupã anunciou caos da Covid em março

G1

Segundo Miguel Ângelo de Marchi havia chegado a hora de escolher “quem vai morrer”. Dois meses depois, ainda há pessoas que duvidam que a Covid colapsou a saúde de Tupã.  Em coletiva na tarde do dia 15 de março, o secretário de Saúde, Miguel Ângelo de Marchi antecipou o colapso na Santa Casa ao dizer que Tupã teria que escolher paciente para internar: 'Quem tem mais chance de viver'. O discurso foi ao lado do prefeito Caio Aoqui (PSD), integrantes do Comitê de Gestão de Enfrentamento ao Covid-19 e a imprensa. De fato, o secretário tinha razão: A situação chegou ao extremo nesta semana, conforme divulgou o blog - EXCLUSIVO: SANTA CASA DE TUPÃ PODE PARAR ATENDIMENTO POR FALTA DE OXIGÊNIO O objetivo da coletiva foi alertar a população sobre os dias difíceis que o município enfrentaria diante do avanço da pandemia, mas parece que a fala do secretário entrou por um ouvido e saiu por outro. De acordo com matéria divulgada pelo G1, segundo responsável pela pasta na prefeitura de Tupã, Santa Casa não tem mais como atender a quantidade de pacientes com Covid que precisam de internação. Miguel Ângelo de Marchi disse em coletiva que médicos precisam escolher até quem vai ser entubado. O secretário de Saúde de Tupã (SP), Miguel Ângelo de Marchi, afirmou que ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota Categorias: CovidPolíticaSaúde
12/05/2021

Toninho de Favere questiona contradição sobre oxigênio

Toninho de Favere estranhou a nota

"Não é a primeira vez que a usina da Santa Casa de Misericórdia de Tupã se torna insuficiente para atender a todos os pacientes", confirmou o noticiarista. O jornalista e apresentador do programa Rotativa no Ar, Toninho de Favere questionou nota da Prefeitura que tenta esclarecer à população quanto a eventual falta de estrutura da Santa Casa pare atender a demanda de pacientes com Covid-19. O texto diz que, ao contrário do que foi divulgado pelo blog jotaneves.com - o hospital não corre risco de suspender o atendimento por falta de oxigênio. A suspensão já ocorreu. Foi ontem, dia 11 - citou o blog.  A CONTRADIÇÃO O secretário de Saúde, Dr. Miguel Ângelo de Marchi, desmentiu a afirmação, lembrando que a Santa Casa possui usina de oxigênio, capaz de suprir a necessidade. Ao mesmo foi contraditório, porque a seguir ele diz: “A Santa Casa suspenderá temporariamente somente os atendimentos que necessitem de oxigênio devido à utilização de todos os terminais de fornecimento de oxigênio, já que seis pacientes estão recebendo oxigênio enquanto aguardam liberação de leitos para internação na enfermaria". TONINHO QUESTIONA - Espera aí, não havia afirmado antes que estava tudo normal? Agora aqui diz que deverá haver suspensão porque tem seis recebendo oxigênio, questionou de Faveri, para em seguida dar prosseguimento a leitura. “O secretário de ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota Categorias: CovidSaúde