ANUNCIE AQUI!
24/08/2011

Processo Administrativo contra motorista fantasma da Prefeitura de Tupã foi concluído

Os integrantes da Comissão responsáveis pelo Processo Administrativo contra o vereador Valdir de Oliveira Mendes, “Valdir Bagaço” (PDT) teriam concluído nesta semana (23) os trabalhos de apuração da denúncia feita pela Rádio Cidade de que, o parlamentar seria motorista fantasma, no gabinete do prefeito Waldemir Gonçalves Lopes (PSDB).

O protocolo já teria sido feito ontem, tanto no Legislativo quando junto ao Ministério Público. O promotor José Luiz Lopes Valverde, havia encaminhado ofício à Câmara pedindo explicações sobre as possíveis irregularidades. 

Inicialmente uma Sindicância já havia apurado indícios de recebimento indevido por parte do vereador. Como suposto motorista do gabinete Bagaço recebia inclusive, horas extras de “serviços” executados aos sábados, domingos e até feriados. No Paço Municipal, ninguém o via trabalhar. 

Há documentos “comprovando” que trabalhava até em férias. Durante o andamento da Sindicância o próprio prefeito ratificou a condição de fantasma do motorista. As viagens eram feitas para o Executivo e secretários sem qualquer documento comprobatório de saída, chegada, diárias ou marcação de quilometragem do veículo oficial.

Ainda extra-oficial, há informações de que o relatório final do Processo Administrativo ratificaria essa situação que também se caracterizaria como improbidade administrativa do motorista concursado e emprestado à Prefeitura. 

Em se confirmando as eventuais irregularidades, Bagaço poderá até ser demitido à bem do serviço público. Em seguida, também poderá se comprometer como vereador. A improbidade também pega o chefe do Poder Executivo, responsável em fiscalizar o ponto do funcionário e, na verdade, endossou uma situação que pode se configurar como crime contra a administração pública.

O presidente da Câmara, Luis Carlos Sanches (PTB) foi procurado pela reportagem do Blog, mas estaria em viagem a São Paulo. Aguardem mais informações.