ANUNCIE AQUI!
17/06/2015

Empresa de Pompéia assume falta de condições para fazer o transporte em Tupã

Não conseguiu sequer providenciar a documentação para assinar contrato. O contrato temporário com a empresa vence no próximo dia 5.

Zemanta Related Posts Thumbnail

Conforme o blog havia antecipado a empresa de Pompéia vencedora da licitação para promover o transporte coletivo em Tupã sequer conseguiu reunir documentos para assinar o contrato para explorar o serviço pelo prazo de 10 anos. Com veículos sucateados e reclamando a necessidade de subsidio de R$ 50 mil mensais e tarifa a R$ 2,60, a empresa venceu o processo prometendo realizar o transporte público com tarifa de apenas R$ 1,50.

Os documentos exigidos deveriam ser apresentados até o último dia 12. Agora, a prefeitura deverá cancelar a licitação e abrir nova concorrência para tentar contratar uma nova empresa. O contrato emergencial com a empresa vencerá no próximo dia 5 de julho e é provável que a prefeitura até renove o mesmo até realizar um novo processo licitatório. O transporte coletivo em Tupã virou uma novela desde a saída da empresa Guerino Seiscento que também durante 30 anos apenas explorou a concessão e a paciência do cidadão tupãense.

No Governo de Manoel Gaspar (PMDB) surgiu a Cooper do Brasil que prometeu transporte público de primeiro mundo, mas o que se viu foi um festival de irregularidades já na noite do coquetel de apresentação da empresa. O evento contou até com a palestra motivacional de um dos integrantes do staff do Zorra Total da Rede Globo, mas nada disso adiantou e o transporte coletivo em Tupã continuou sendo apenas uma piada.

Leitores do blog se anteciparam revelando que a empresa de Pompéia não teria condições de fazer o serviço o que ficou comprovado na incapacidade técnica da concessionária. As demais concorrentes também questionaram o baixo valor da tarifa apresentado pelo empresário Daniel Paulo Silva.

“Como uma empresa rece3benso subsidio de R$ 50 mil por mês e com tarifa de R$ 2,60, não tem condições de fazer o transporte com qualidade e de apresentar veículos capazes de rodarem o perímetro urbano no município, vai conseguir fazer esse mesmo serviço com tarifa de apenas R$ 1,50. Está claro que é contraditório entre a exigência anterior e a planilha apresentada para apenas vencer a licitação”, disse um usuário do serviço.

OUTRAS PROPOSTAS

As empresas que disputaram a licitação com a empresa de Pompéia apresentaram as seguintes propostas: Benedito Massei ofereceu valor de R$ 2,40; Eliz Line Transporte e Turismo, R$ 2,43; TDR Transportes e Serviços Eireli, R$ 2,20; Viação Circuito das Águas, R$ 2,00.