ANUNCIE AQUI!
26/09/2016

Oficial: radialista Jota Neves e Rádio Cidade rompem contrato

Depois de praticamente 15 anos de casa em duas passagens pela Rádio Cidade de Bastos (91,5) Jota Neves e a emissora romperam oficialmente nesta quinta-feira (22) o contrato que havia sido retomado a partir de 2008.

O radialista iniciou carreira como plantonista esportivo...na foto aparece ao lado da presidente do Tricolor Fabiana Bizo Menezes

Foto: Divulgação – O radialista iniciou carreira como plantonista esportivo. Nesta foto aparece ao lado da presidente do Tricolor Fabiana Bizo Menezes

Jota Neves foi contratado para atuar como repórter da sucursal de jornalismo em Tupã a partir de 2005, quando deixou a chefia da Divisão de Imprensa da Prefeitura nos dois primeiros governos de Manoel Gaspar (1997/2004).

Entre 2007 e meados de 2008, o radialista que também presta serviços de consultoria em gestão da comunicação esteve em Paraguaçu Paulista. Atuou para reeleger o saudoso prefeito Arruda Garms.

Retornou à emissora para comandar os projetos: debates políticos, ampliação do jornalismo na grade da emissora e a bancada do programa. À época, a Rádio Cidade contava apenas com uma hora de jornalismo (11h30 às 12h30). Também sugeriu a instalação da sucursal de Rancharia que durante anos foi comandada pelo Benito Abramo (in memoriam) e revigorou a de Osvaldo Cruz com a repórter Janâine Araújo.

No início de 2009, a empresa passou a contar com noticiários de hora em hora e duas edições do Jornal da Cidade (7h20 às 8 horas e das 11h30 às 13 horas). Os debates foram realizados em duas eleições municipais (2008 e 2012) fortalecendo o conceito de rádio regional ao promover debates locais em Tupã, Osvaldo Cruz, Rancharia, Bastos, Quintana, Herculândia, Quatá, João Ramalho, Queiroz, Arco-Íris, Parapuã, entre outras.

REPERCUSSÃO

Início de carreira  estúdios da Rádio Clube

Início de carreira estúdios da Rádio Clube

Coincidentemente, a partir da saída de Jota Neves da Rádio Cidade, o jornalismo da emissora sofreu uma drástica redução na grade da programação. Enquanto isso, o profissional segue atuando em campanhas políticas pela região e a partir daí vai estudar como será a sequência de sua trajetória no rádio.

A propósito, neste mês, Jota Neves completou 30 anos de carreira. Foi oficialmente em 4 de setembro de 1986 que iniciou suas atividades pela Rádio Clube de Tupã – Emissoras Coligadas, como plantonista esportivo. Em seguida atuou como repórter de campo, narrador e depois migrou para o noticiário geral e investigativo.

RENOVAÇÃO

Participação direta de momento histórico na política tupãense e da região

Participação direta de momento histórico na política tupãense e da região

Jota Neves também conta com passagens pela Rádio Dirceu, Diário FM, Jornal Diário e Correio do grupo CMN – Central Marília Notícias. Foi na Dirceu AM no final dos anos 80 e até meados de 1995 que o radialista se especializou no noticiário investigativo. Retornou a Tupã e fomentou o conceito de renovação da política local, a partir do Terceiro Setor (entidades como associações de bairros).

Com uma ampla campanha de conscientização sobre o tema, moradores de vários bairros se encorajaram para fundar associações de moradores. Apenas uma existia no papel: ABIAP. Em seguida foram surgindo – AMISAB, Três Jardins, entre outras, na Vila Abarca, Marajoara, Formosa e etc.

O impacto do conceito renovação foi forte e capaz de servir como o principal argumento de campanha dos candidatos a prefeito de Tupã, nas eleições de 1996, quando apenas Carlos Messas e Jesus Guimarães se rivalizavam como chefe do executivo tupãense (primeiro setor). A disputa final aconteceu entre Júlia Messas e Manoel Gaspar.  20 anos depois, aquele mote de campanha eleitoral é lembrado às vésperas de mais um pleito municipal.

Jota Jesusjotaneves BandJota Rádio foto Clóvis de OliveiraJota Carlão