ANUNCIE AQUI!
24/04/2017

Tupãense fotografa medicamentos vencidos em empresa de incineração

A prefeitura diz desconhecer o fato registrado em Votuporanga. 

Contratos firmados entre a prefeitura e a empresa de incineração

Contratos firmados entre a prefeitura e a empresa de incineração

Incinerado 2Um tupãense que prefere não ser identificado registrou através de fotos supostamente tiradas no dia 6 de fevereiro de 2017, um grande volume de caixas de remédios que estavam numa sala de incineração de uma empresa de Votuporanga, na região de São José do Rio Preto.

A prefeitura negou que tivesse conhecimento do fato, mas no local onde os medicamentos foram localizados funcionaria a empresa C L H – A. F. Fernandes Ambiental – ME, responsável pela coleta de resíduos não-perigosos e que mantém contratos com a prefeitura de Tupã.

Em um desses contratos, o valor é inferior a R$ 8 mil e, por isso, dispensa a necessidade de licitação. O montante foi quitado neste ano em restos a pagar. Já o segundo contrato entre a prefeitura e a Fernandes Ambiental é de R$ 49 mil. Desse valor, a prefeitura já teria efetuado o pagamento de uma parcela de aproximadamente R$ 19 mil.

A C L H – A. F. Fernandes Ambiental – ME está localizada na Rua Armancio Waideman, 685, 6º Distrito Industrial de Votuporanga. Entre os remédios com data de validade vencida estão Dipirona.

...outro contrato com parcela paga de R$ 19 mil

…outro contrato com parcela paga de R$ 19 mil

O incinerador onde os produtos podem ter sido queimados

O incinerador