ANUNCIE AQUI!
11/07/2017

Apoio de Gussi a Temer pode favorecer a liberação de recursos para Tupã

O prefeito Ricardo Raymundo espera aporte financeiro para deslanchar a administração do PV – Partido Verde.

O atual prefeito Ricardo Raymundo e o ex-vereador Luis Alves de Souza foram os autores da representação ao MP

Assim como o ex-prefeito Manoel Gaspar, Ricardo Raymundo está esperançoso com a decisão de Evandro Gussi em apoiar Michel Temer

Temer e Maia ladeando o deputado federal Evandro Gussi (PV), defensor da reforma da Previdência promovida pelo presidente

Evandro Gussi (PV), ladeado por Temer e pelo chileno Rodrigo Felinto Ibarra Epitácio Maia, presidente da Câmara dos deputados. Maio tem nacionalidade brasileira. 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O apoio irrestrito do deputado federal Evandro Gussi (PV) ao presidente da República pode favorecer Tupã. Segundo o Jornal Nacional edição de hoje (11), a União deverá liberar R$ 12 bilhões em emendas parlamentares, diante do parecer favorável da CCJ – Comissão de Constituição e Justiça à denúncia que pesa contra Michel Temer.

O deputado federal Evandro Gussi que já votou a favor do relatório da reforma da Previdência, também deve estar comprometido com outras ações que podem favorecer a manutenção de Temer no poder, em meio às denúncias de corrupção e de tentativa de mostrar força com a aprovação de reformas, como a do trabalho e da própria Previdência.

Dos males, o menor, em havendo confirmação da liberação deste montante de recursos em emendas, o prefeito José Ricardo Raymundo demonstra-se esperançoso de que alguma vera seja efetivamente destinada para o município. É uma incógnita se há algum pedido especifico para o município.

O que há de informação é de que existia uma eventual emenda de R$ 2 milhões destinada à Santa Casa de Tupã. Segundo alguns interlocutores do parlamentar, apenas R$ 180 mil teriam sido liberados para o hospital.

Gaspar acreditava que Gussi conseguiria R$ 10 milhões em emendas.

Gaspar acreditava que Gussi conseguiria R$ 10 milhões em emendas para Tupã.

O ex-prefeito Manoel Gaspar, durante balanço de seu segundo ano de governo, vivia a expectativa de que Gussi conseguisse viabilizar emendas para Tupã da ordem de até R$ 10 milhões. Afinal, Gaspar era do mesmo partido do presidente e já vislumbrava a proximidade que o deputado “degustaria” com o chefe da nação.

Depois de quase três anos de mandato, o atual prefeito é que poderá tirar proveito dessa estreita relação de seu padrinho político com o presidente Michel Temer. É esperar para ver. A hora é agora. Parafraseando o cantor e compositor Geraldo Vandre,  ”quem sabe faz a hora, não espera acontecer”.

“ASSESSORIA PARLAMENTAR”

Geraldo Vandre Campoy, interlocutor de Gussi. Foto: Facebook

Geraldo Vandre Campoy, interlocutor de Gussi. Foto: Facebook

“Olha senhor Jota Neves com relação a Santa Casa de Tupã, o senhor está desinformado, lá já está sendo executado uma emenda do deputado no valor de 180 mil para equipamentos, tem uma de 650 mil para reforma e mais uma de 1.2 milhões também para reforma. Só que no caso da reforma, eles precisam concluir o projeto na Caixa Econômica Federal para aí sim o dinheiro vir, e isso até agora não foi feito. Será que o problema é mesmo do Deputado ? Ou da diretoria da Santa Casa, não precisa gostar do Deputado, mas seja ao menos justo.

Uma dica, procure saber melhor sobre os assuntos que fala, pois inflamar sempre é mais fácil que falar a verdade e ajudar a chegar a uma solução”.

 

Grupo Band defende reformas trabalhistas em editorial apresentado por Fabio Pannunzio, no Jornal da Noite!

Grupo Band defende reformas trabalhistas em editorial apresentado por Fabio Pannunzio, no Jornal da Noite!

Reforma trabalhista: Jornal Nacional da Rede Globo opta por mostrar a trama do presidente Temer para se manter no poder com a liberação de verbas para parlamentares. R$ 2 bilhões de recursos para currais eleitorais, em detrimento da segurança nas estradas federais e de recursos para as Universidades...

Reforma trabalhista: Jornal Nacional da Rede Globo opta por mostrar a trama do presidente Temer para se manter no poder com a liberação de verbas para parlamentares. R$ 12 bilhões de recursos para currais eleitorais, em detrimento da segurança nas estradas federais e de recursos para as Universidades…

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Leia também: História: Gussi poderá ser lembrado como o inoperante deputado Carlão