ANUNCIE AQUI!
18/05/2018

Honras: Câmara de Tupã precisa homenagear os garis do lixo

Os garis, exemplos de cidadania deram lição aos políticos que retiram dos cofres públicos e jogam no lixo a saúde, segurança, educação, habitação e o desenvolvimento do país. O legislativo tupãense poderia revogar honrarias concedidas a corruptos como Cândido Vaccarezza e Marco Polo Del Nero.

"O Brasil que queremos"...

“O Brasil que queremos”…

Que, na próxima sessão ordinária da Câmara de Tupã, os nobres vereadores deem honras a quem tem honras, parafraseando o edil e pastor Osmídio Fonseca Castilho (PSB). A matéria é digna de “Domingo Espetacular” e ou “Fantástico”.

Esperamos que os funcionários da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente, Maicon Orlando Luís Garcia, Juliano Batista Quirino e Rogério Alves de Almeida também sejam lembrados. Os trabalhadores braçais, deram nesta sexta-feira, dia 18, mostras de cidadania, de caráter e propagaram por todos os cantos “o Brasil que queremos”.

Enquanto políticos corruptos saqueiam os cofres públicos e jogam literalmente no lixo o respeito ao cidadão, eles valorizaram o sentimento de que “nem tudo está perdido, e é preciso acreditar na sociedade”.

Já os políticos devem parar de homenagear corruptos com honrarias que são atiradas ao lixo pelos mesquinhos e descompromissados de pudor que legitimem a homenagem.

O parlamentar Antônio Alves de Sousa, o “Ribeirão” (PP) é especialista neste quesito de gradar forasteiro de estirpe duvidosa com honraria às custas do dinheiro público.

Marco Polo Del Nero - O Brasil dos corruptos que não queremos...

…e o Brasil do corrupto Marco Polo Del Nero à direita de Ribeirão…

Quando não é ele, faz sugestão a quem indicou para a presidência do Legislativo para propor a homenagem, por exemplo, como aconteceu com o ex-deputado federal, e ex-líder de Lula e Dilma, Cândido Vaccarezza – acusado de corrupção. O ex-deputado foi preso pela Operação Lava Jato, sob acusação de recebimento de propina e desvio de dinheiro da Petrobrás.

Já Del Nero, segundo a Revista Veja foi indiciado nos Estados Unidos ainda em 2015 por corrupção e crime organizado, mas se manteve no comando da CBF, evitando viajar ao exterior para não ser preso e extraditado aos EUA.

Durante o julgamento de seu antecessor José Maria Marin, em dezembro de 2017, Del Nero foi acusado de ter recebido 6,5 milhões de dólares (cerca de 21,1 milhões de reais pela cotação atual) em propinas, em troca de contratos comerciais com a CBF.

HONRAS

Dois dias depois do Dia do Gari, comemorado em 16 de maio, essa sexta-feira, dia 18, era pra ser apenas mais um dia comum para Maicon, Juliano e Rogério, mas só que não. Eles se tornaram protagonistas de uma cena jamais prevista no dia a dia de um coletor de lixo – encontrar um pacote com R$ 70 mil, depositado em um saco de lixo por engano.

Fato semelhante já foi registrado em cidade da região noroeste e, em Tupã, conforme informações, um empresário da cidade juntou o dinheiro e colocou em um saco de lixo, talvez como forma de despistar mas, por ironia do destino, um funcionário da empresa sem saber colocou o saco para a coleta de lixo. O material coletado na Avenida Brasil, foi para o Aterro Sanitário.

Garis

Logo depois, a equipe que levou o lixo para o local foi acionada para identificar quem poderia ser o dono do saco de lixo. O empresário foi localizado e recebeu o montante de volta. Os trabalhadores foram recompensados com a quantia de R$ 100 para dividir entre os três. Em entrevista à TV Tem o motorista Rogério ratificou o sentimento do blog ao observar que “gostaria que os políticos agissem da mesma foram”, com o dinheiro que não lhes pertence.

O prefeito José Ricardo Raymundo (PV) e o secretário de Agricultura e Meio Ambiente, Anderson Luiz Pereira elogiaram a atitude dos trabalhadores. “Isso nos honra cada vez mais para continuar um trabalho sério dentro da prefeitura”, observou o chefe do Executivo. Os garis tem piso base de R$ 942,00, ticket de R$ 250,00, e outros pequenos benefícios convencionados. Cada um deles, precisava trabalhar por seis anos para ganhar o valor jogado no lixo

REVOGAÇÃO DE HONRARIAS

O ex-deputado foi preso pela PF acusado de receber propina e de desvio de dinheiro da Petrobras

O ex-deputado foi preso pela PF acusado de receber propina e de desvio de dinheiro da Petrobras

Del Nero, o corrupto recebeu título honorífico da Câmara de Tupã, e foi recepcionado com farto cardápio em famosa casa de Tupã

Del Nero, o corrupto recebeu título honorífico da Câmara de Tupã, e foi recepcionado com farto cardápio em famosa casa de Tupã

Assim como a Câmara Municipal de São Paulo pretende revogar as honrarias concedidas ao ex-presidente Lula, após sua prisão, a Câmara de Tupã deveria seguir o mesmo caminho. Ribeirão poderia propor a retirada da honraria que condecorou como cidadão honorário de Tupã, Del Nero, em 2009, e Vaccarezza, em 2011.

Ainda que o regimento interno da Câmara tupãense eventualmente não regule a questão, a concessão de títulos honoríficos é feita por meio de decreto legislativo, aprovado por maioria simples, mas com consenso entre os líderes de bancada para evitar constrangimento ao homenageado.

O regimento interno prevês a concessão de apenas três medalhas “Luiz de Souza Leão” e de três títulos honoríficos por legislatura para os quinze vereadores. Também há necessidade de entendimento entre os nobres.

De acordo com o Departamento Jurídico da Câmara, “se um decreto institui, outra norma extrema pode eventualmente retirar um título concedido a alguém”, explicou Willian Manfré.

Leia tambémCorrupção: Câmara de Tupã homenageou Del Nero acusado pelo FBI