ANUNCIE AQUI!
30/11/2018

Substitutos de médicos cubanos devem apresentar-se até o dia 14

Dos três médicos que vieram para Tupã, apenas um permanece na cidade aguardando a possibilidade de o Ministério da Saúde abrir vagas para estrangeiros.

Médica Maribel embarcou sábado para Cuba

Médica Maribel embarcou sábado para Cuba

Giorgi se casou em Tupã e aguarda edital para participar do programa

Giorgi se casou em Tupã e aguarda edital para participar do programa

A Secretaria Municipal da Saúde de Tupã aguarda até o dia 14, a apresentação de dois médicos que irão substituir os profissionais cubanos, que deixaram os serviços do Programa Mais Médicos, por determinação do governo de Cuba, após as declarações do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSD).

Durante a campanha, Bolsonaro disse que expulsaria médicos cubanos com base na prova Revalida. Já no dia 14, afirmou que ‘ditadura cubana’ demonstra ‘irresponsabilidade’ e explora seus cidadãos.

Em Tupã, três cubanos atendiam em unidades, através do Programa Saúde da Família, a partir de março de 2014. O primeiro a aportar no município foi Neudys Mazorra, atendia no PSF Setor B, do Conjunto Habitacional, “Antônio Pereira Gaspar”, mas seu contrato de trabalho venceu, e o médico retornou para seu país.

Os outros dois trabalharam até esse mês, quando Ministério da Saúde determinou em 22 de novembro, que a licença dos cubanos seria cancelada, e que os mesmos deveriam paralisar as atividades profissionais.

Maribel Toranzo Pratts e Giorge Rainiel Martinez pertenciam a UBS de Vila Formosa e Setor A do Jardim Unesp, Respectivamente. Pratts atendeu também no PSF do Alto Sumaré, em cobertura à licença maternidade da titular. Ela embarcou para Cuba, sábado, dia 24.

Enquanto isso, Giorge que se casou em Tupã poderá permanecer no país, e aguarda o Ministério da Saúde abrir edital para médicos estrangeiros também participarem do programa Mais Médicos, caso seja necessário.

27 MIL PESSOAS

Alto Sumaré

De acordo com a diretora de Departamento de Atenção Básica do município, Simone Veronez Bauer cerca de 27 mil pessoas tinham acesso ao atendimento dos cubanos, nas três unidades de saúde. Mas, a saída dos cubanos não causou prejuízo aos pacientes.

Para substituí-los, a Secretaria de Saúde designou o infectologista Douglas Batista da Silva. Até a apresentação dos novos médicos, o profissional fará nas duas unidades, no período da manhã, em dias alternados.

Segundo ainda, a diretora de Atenção Básica, Simone Bauer, os dois novatos são naturais de Tupã e Parapuã – um médico e uma médica.