ANUNCIE AQUI!
30/01/2019

Lideranças da região despacham pedido para caso de pacientes com câncer serem encaminhados para Jaú e Barretos

Encontro foi em Presidente Prudente com secretário de Estado de Desenvolvimento. A mobilização teve início a partir de matéria divulgada pelo blog denunciando o descaso com aqueles que buscam atendimento especializado. 

Câncer PP

PRESIDENTE PRUDENTE – No sábado (26), uma reunião entre lideranças da região, o Secretário de Desenvolvimento Regional do Estado, Marco Vinholi, Deputado Estadual Mauro Bragato, representantes das Redes Femininas de Combate ao Câncer de Osvaldo Cruz, Dracena e Adamantina discutiram o fato do Estado ter parado de encaminhar os pacientes com câncer da região aos hospitais especializados de Jaú e Barretos, via SUS.

As lideranças regionais querem uma mudança na decisão política da Secretaria de Estado da Saúde passar a encaminhar apenas para unidades da própria região de Marília os pacientes de câncer. Agora os doentes são assistidos em Marília, Assis, Ourinhos e Tupã.

No final de semana também Hospital Amaral Carvalho de Jaú  disse por meio de nota que não foi notificado pelo Estado sobre a mudança na política de encaminhamento dos pacientes.

Já na sexta-feira, o presidente da Amnap, Associação dos Municípios da Nova Alta Paulista, o prefeito de Parapuã Gilmar Martin Martins, afirmou ao Jornal Impacto de Adamantina que vai acompanhar a movimentação das entidades de voluntários de assistência a pacientes e aos municípios por causa da mudança de atendimento, que não será mais realizado em hospitais de referência – como Barretos e Jaú.

Gilmar deve pedir uma audiência com o médico José Henrique Germann, atual secretário estadual de Saúde.

“No sábado estive em audiência com o secretário de Estado de Desenvolvimento, Marco Vinholi, que acatou nossos pedidos e de várias cidades da região com o apoio do deputado Estadual, Mauro Bragato (PSDB) no sentido de encaminhar ao governador João Dória nosso pleito”, disse o vereador Ricardo Spada, o Bitinha (PSDB), que acompanhou membros da diretoria da Rede Feminina de Combate ao Câncer na audiência em Presidente Prudente.

Fonte: Ocent