ANUNCIE AQUI!
12/06/2019

Câncer: Governo desiste de impedir atendimento em Jaú e Barretos

O fato foi descoberto durante tentativa de encaminhar a mãe do editor do diário online para tratamento em hospital especializado.

Izaltina Otaviani Silva, voluntária da Rede

Izaltina Otaviani Silva, voluntária da Rede Feminina de Combate ao Câncer de Osvaldo Cruz

Depois de quatro meses da matéria revelada com exclusividade pelo blog, o Governo do Estado, através da Secretaria de Estado de Saúde revogou sua decisão e atendeu pedido da grupos de voluntários de assistência a pacientes portadores de câncer quanto à permanência dos hospitais de referência como Jaú e Barretos no atendimento.

Quem confirmou a notícia foi uma das integrantes da Rede Feminina de Combate ao Câncer de Osvaldo Cruz, Izaltina Otaviani Silva.

“Quero aqui primeiramente agradecer a Deus e depois aos mais de 17 mil cidadãos que assinaram nosso manifesto em apoio à permanência de Jaú e Barretos como nossos hospitais de referência”, enfatizou.

Leia: Pacientes com câncer agora serão atendidos no hospital de Clínicas de Marília

Os municípios de Osvaldo Cruz e de Iacri, através de voluntários de combate ao câncer foram os primeiros a protestarem contra a determinação que impedia o tratamento oncológico em Jaú e Barretos para os pacientes da região de Marília. Os pacientes deveriam ser encaminhados para Marília, Assis e Ourinhos.

Desde o ano passado, a Secretaria Estadual da Saúde mudou as referências e encaminhamentos de pacientes com câncer para ambulatórios ou hospitais sem o mesmo grau de especialização.

O fato, segundo associações que prestam assistência a pacientes com câncer, era prejudicial quanto à qualidade nos atendimentos e começaram um movimento liderado pelo blog jotaneves.com e acompanhado pelas emissoras de Osvaldo Cruz e o Portal Ocnet, mesmo quando muitos duvidavam da importância.

De acordo com o site, na manhã do dia 28 veio a boa notícia: o governo do Estado revogou a política nova de encaminhamento e novamente retomou Jaú e Barretos como referências para pacientes do Sistema Único de Saúde entre doentes de Osvaldo Cruz e região.

Leia tambémLideranças da região despacham pedido para caso de pacientes com câncer serem encaminhados para Jaú e Barretos

Alta Paulista mobilizada em favor dos pacientes com câncer

A PACIENTE

O fato de que as vítimas de câncer não poderiam mais receber tratamento em hospitais especializados foi revelado pelo blog, durante tentativa de viabilizar atendimento de Maria do Carmo Francelino, 77 anos (falecida em 16 de maio) no hospital Amaral Carvalho, em Jaú.

Apesar de a assessoria de imprensa do hospital ter negado que a notícia era verídica, a reportagem provocou com documento de que a própria unidade foi quem fez o encaminhamento da paciente para o hospital de Clínicas de Marília.

Leia também: hospital Amaral Carvalho desconhece determinação

DRS de Marília confirma alteração no atendimento a pacientes com câncer