ANUNCIE AQUI!
31/07/2020

“Encontrado” o terceiro óbito de “Covid-19″ ocorrido em Tupã

A vítima foi uma idosa de 86 anos, que morreu na quarta-feira (29). Em seguida, outros dois pacientes da Casa Emanuel tiveram a morte confirmada para coronavírus, elevando para 14 o número de vítimas fatais, entre pacientes da entidade e, 19 óbitos no município de Tupã.

BOLETIM DIA 30Com mais esses casos de morte, até ontem, dia 30, 7 pessoas haviam falecido na semana, em Tupã, das quais, 5 foram confirmadas com Covid-19, e 2 suspeitas, elevando para 3 o número de casos aguardando resultado de exames do Instituto Adolfo Lutz.

O 3º ÓBITO 

O 3º óbito ocorrido entre a noite de quarta e a madrugada de quinta-feira, foi o de uma anciã de 86 anos, sepultada às 14h30, na quadra 53, do Cemitério São João Batista de Presidente Prudente.

Nas estatísticas divulgadas ontem no final do dia, pela Prefeitura, ela aparece como morte suspeita (veja ao lado). “Nas últimas horas, 2 mortes suspeitas foram lançadas no Boletim Informativo”, explicou o prefeito Caio Aoqui, nesta sexta-feira (31).

A reportagem investigou essa morte, considerando o fato de que 3 corpos passaram pela área reservada instalada no Cemitério da Saudade para “guardar” cadáveres de pessoas vitimadas pela doença. A Prefeitura arrumou o local para essa finalidade, após a polêmica envolvendo a Santa Casa e a Funerária São Vicente.

DESENTENDIMENTO 

109693434_780109692726873_306438144552208525_nNa semana passada, quando também aconteceu uma série de mortes de pacientes da Casa Emanuel, o hospital não permitia que os corpos ficassem na unidade e o serviço funerário não “tinha” onde depositá-los.

Na tentativa de minimizar o problema, o secretário de Obras e Planejamento, Valentim César Bigeschi autorizou que os corpos fossem levados para o Velório Municipal, mas os funcionários que trabalham no local, não gostaram da ideia por ficarem expostos ao vírus.

Ao tomar conhecimento da problemática, o prefeito Caio Aoqui se reuniu com a direção da Santa Casa e, encontrou na antiga sala de fazer autópsia (ANTES DA INSTALAÇÃO DO IML) um lugar para deixar corpos de Covid, até o sepultamento.

A exemplo dos dois corpos de pacientes da Casa Emanuel, confirmados para Covid, o caso da idosa de 86 anos, suspeito da doença também foi levado para a antiga sala de autópsia. Em caso de suspeita, os procedimentos devem ser os mesmos, de acordo com protocolo sanitário.

O corpo da anciã permaneceu no local da noite de quarta-feira, até ao meio dia de ontem (30). Em seguida, atendendo a pedido de familiares, agentes funerários o encaminharam para sepultamento em Prudente.

A mulher era moradora de Tupã, deu entrada na Santa Casa na segunda-feira, dia 27. No dia 29, quarta-feira, não resistiu a uma parada cardíaca, sob suspeita de ter contraído Covid-19.

NOVO DECRETO

Também foi na quarta-feira, momentos antes da confirmação de mais essas mortes, que o prefeito Caio Aoqui resolveu baixar novo decreto.

De acordo com o documento, cultos religiosos deverão ser realizados apenas aos domingos e com uma série de exigências para evitar contágio. Os supermercados também terão medidas mais duras para evitar aglomeração.

Entre as vítimas desta semana, também está o pastor da Igreja “Paraíso de Deus”, Alencar Donisete Maciel, 55 anos…