ANUNCIE AQUI!
07/08/2020

Dr. Douglas estava filiado ao PSD

Ele teve participação fundamental para que Dr. Miguel Ângelo de Marchi aceitasse ser secretário Municipal de Saúde.

IMG-20200806-WA0040Desde o dia 6 de junho, o médico e infectologista Douglas Batista da Silva, 56 anos, estava integrando o PSD – Partido Social Democrático, conforme atesta sua ficha de filiação (à direita). A sigla é liderada pelo prefeito Caio Aoqui.

O profissional também foi um dos incentivadores para que o Dr. Miguel Ângelo de Marchi aceitasse o convite para comandar a Secretaria Municipal de Saúde. No dia 13 de maio, de Marchi foi anunciado como secretário de Saúde, em substituição ao interino Wilson Quiles.

Quiles, permaneceu respondendo pela pasta desde a saída de César Donadelli (PSL), que deixou o cargo para se lançar como pré-candidato a prefeito nas eleições municipais desse ano.

Partiu do professor Anderson Medeiros (PTB), a informação de que o Dr. Douglas era vice-presidente do PSL – Partido Social Liberal. Medeiros foi o responsável por arregimentar alguns filiados para sigla, que elegeu o presidente Jair Messias Bolsonaro, entre os quais, o próprio ex-vice-prefeito Cesar Donadelli.

NOTA DE PESAR

IMG-20200806-WA0037O PSL publicou aqui no blog uma nota de pesar pelo falecimento do Dr. Douglas, mas em nenhum momento houve referência sobre sua passagem pelo partido. O médico foi sepultado ontem (6), no Cemitério da Saudade, vítima da Covid-19.

A morte ocorreu no final da quarta-feira (5), após permanecer 15 dias internado na UTI da Santa Casa. Os problemas de saúde se agravaram no dia 22, após um período de isolamento domiciliar.

O enterro foi acompanhado por grande número de pessoas, apesar das recomendações contrárias do Ministério da Saúde. Foi uma demonstração inequívoca de reconhecimento da população tupãense, pelos relevantes serviços prestados à coletividade. Também em homenagem ao profissional, foi decretado luto oficial no município por 3 dias.