ANUNCIE AQUI!
03/10/2017

Prefeitura rompe contrato com empresa circular

Desde o primeiro dia, a empresa TDR desrespeita os usuários. A situação só piorou ao longo de dois anos, mesmo com subsídio de R$ 50 mil por mês e passagem de R$ 3,00. A partir desta quarta-feira (4) a prefeitura vai executar o serviço "de graça".                 Estava prestes a escrever um pensamento sobre as irregularidades praticadas pela empresa circular (TDR) que servia Tupã. Evidente que o objetivo era criticar a omissão da prefeitura e de parlamentares. Não vi nenhum deles criticar com tanta veemência como as famigeradas exposições do Santander, no Rio Grande do Sul e do MAM - Museu de Artes Modernas, de São Paulo. Assistindo a sessão da Câmara de Tupã, na noite desta segunda-feira (2) parecia que estávamos em outra localidade, distante da realidade que nos cerca. Problemas de ordem financeira, obras irregulares, o escândalo das viagens à Brasília aos gabinetes dos deputados do suplente Antônio Alves de Sousa, o “Ribeirão”, entre outros, e os nossos edis discutindo assuntos de repercussão nacional. Mas, vejam senhores, como é fácil tomar decisão que vai ao encontro das pretensões do cidadão. Basta querer e ter vontade política. É verdade que Manoel Gaspar (PMDB) contratou esta empresa, depois de outros fracassos na sua própria gestão. A antecessora chegou em Tupã, possivelmente “escolhida” por Ribeirão. Da ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 0 comentário Categorias: Cidade
27/09/2017

Prefeitura compra remédio para “Cenoura” após denúncia de descumprimento de ordem judicial

O tratamento completo exige a aplicação de 49 ampolas, mas a prefeitura adquiriu apenas três unidades do Brentuximabe Vedotina (50 mg), mas já será suficiente para o tupãense iniciar o tratamento.  O tratamento do tupãense Irving Fernando Voleck Loyola, o “Cenoura”, 24 anos, será iniciado nesta quinta-feira (28), em Presidente Prudente. A aquisição das três primeiras ampolas do medicamento Brentuximabe Vedotina (50 mg) aconteceu após o advogado Kaio Augusto Mangerona procurar a reportagem para reclamar o descumprimento da ordem judicial.A juíza da 2ª Vara Cívil, Danielle Oliveira de Menezes Pinto Rafful Kanawaty havia determinado em regime de urgência a compra do medicamento, mas a prefeitura insistia na tese da necessidade de aguardar o tramite do processo de licitação, mesmo a legislação facultando a aquisição sem esse procedimento. Como a intensa repercussão, a partir da divulgação do fato na manhã de ontem (26), a família foi informada de que nesta quarta-feira (27), o produto seria viabilizado através do Estado. De fato, no período da tarde dessa quarta-feira, o advogado confirmou o recebimento do medicamento. A prefeitura adquiriu apenas três, das 49 ampolas que “Cenoura” precisará para completar o tratamento. O primeiro lote custou cerca de R$ 40 mil. De acordo com a nota de empenho para aquisição, a prefeitura deverá comprar 12 unidades do remédio ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 0 comentário Categorias: Cidade
26/09/2017

Prefeitura descumpre ordem judicial e jovem tupãense fica sem remédio

A justificativa é que precisa aguardar processo licitatório. Sem o medicamento, o tratamento de Irving Fernando Voleck Loyola fica prejudicado. A prefeitura de Tupã não atendeu determinação da juíza da 2ª Vara Civil de Tupã, e deixou de comprar o medicamento para iniciar o tratamento do tupãense Irving Fernando Voleck, o “Cenoura”, de 24 anos. Acometido pelo câncer “Linfoma de Hodgkin”, que atingiu seu sistema linfático, em dezembro de 2015, o jovem necessita com urgência do medicamento Brentuximabe Vedotina (50 mg) para o tratamento. No dia 11 deste mês, a Justiça acatou a manifestação do Ministério Público, e concedeu o pedido de tutela de urgência na ação de fornecimento de medicamento, no prazo de cinco dias após a notificação para fornecer o medicamento vedotin. No dia seguinte a prefeitura foi citada da decisão. A Farmácia Municipal foi informada no dia 14. O prazo para a entrega do medicamento venceu no dia 19. De acordo com a Justiça, caso a prefeitura descumprisse a ordem judicial seria multada e responsabilizada. O ofício destaca que, se houver necessidade de prorrogação do prazo judicial concedido, o pedido deverá ser enviado à Procuradoria, dentro do prazo judicial, em ofício datado e assinado contendo as justificativas necessárias e documentos, se for o caso, para postulação em juízo. Diante do descumprimento da ordem ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 0 comentário Categorias: Cidade
18/07/2017

Justiça: Mistério Público recebe denúncia de suposto cartel

Advogado acusa empresas por combinar preços de combustíveis em Tupã. É mais uma denúncia que chega ao MP, sem que até hoje tenha surtido qualquer efeito. O Ministério Público de Tupã recebeu denúncia, na semana passada, sobre possível formação de cartel em Tupã, causada com a "uniformização" dos preços praticados pelos postos de combustíveis. A denúncia foi encaminhada ao promotor de Justiça, Mário Yamamura. O advogado autor da denúncia, André Gustavo Zanoni Braga de Castro, conhecido como "Pena Castro", destacou que "há tempos" os estabelecimentos comerciais de Tupã possuem o preço mais caro dos combustíveis na região "sem qualquer motivo para que isso ocorra, a não ser a possível formação de cartel de forma descarada, ou mesmo velada", afirmou. Segundo a denúncia, a formação de cartel pode ser velada, sem a combinação de preços entre os proprietários de postos de combustíveis, mas com a verificação semanal dos preços praticados pelos concorrentes "e igualá-los com diferença de 0,1/0,2 centavos a maior ou menor, deixando dessa forma os consumidores totalmente, à mercê dos preços abusivos praticados, não lhes restando opções e, simplesmente eliminando a concorrência". A denúncia ressalta que é fato, "mesmo aos mais desatentos" que parte das distribuidoras de combustíveis operantes no País, orientam os valores de seus produtos de forma "conjunta e acordada" havendo apenas, "pequenas ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 0 comentário Categorias: Cidade
01/05/2017

Cláudio Silva pede ajuda para voltar a trabalhar

Promoter busca na solidariedade recursos para adquirir um novo triciclo Enquanto alguns inventam desculpas esfarrapadas para não trabalhar, outros demonstram como é possível superar desafios mesmo quando a circunstância insiste em expressar o contrário. A diferença está no querer ser útil à sociedade e servir de exemplo a tantos homens e mulheres em condições perfeitas de saúde, mas optam pelas “facilidades” do ócio e vadiagem. Em Tupã, são vários os exemplos de pessoas que nos ensinam todos os dias de que é preciso acreditar sempre! Um deles, é Claudomiro Pereira da Silva, 52 anos. Quem não o conhece? Talvez não seja conhecido como Claudomiro, mas quando falamos em Cláudio Silva, automaticamente nos vem à cabeça a imagem dele em seu triciclo - veículo que utiliza para trabalhar. Suas “pernas” são as rodas do triciclo, com o qual percorre o comércio tupãense divulgando e ou buscando patrocínio para promover um evento (shows, quermesses, rodeios, entre outros). O que o impulsiona é o trabalho e a solidariedade. Prestativo e convicto da importância que tem no contexto da comunidade, não há campanha realizada por grupos de voluntários sem a colaboração de Cláudio Silva. Foi assim que fundou a associação em defesa de pessoas com deficiência de Tupã e Região (APDETT) com amplo trabalho de sensibilização da população ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 0 comentário Categorias: Cidade
24/04/2017

Tupãense fotografa medicamentos vencidos em empresa de incineração

A prefeitura diz desconhecer o fato registrado em Votuporanga.  Um tupãense que prefere não ser identificado registrou através de fotos supostamente tiradas no dia 6 de fevereiro de 2017, um grande volume de caixas de remédios que estavam numa sala de incineração de uma empresa de Votuporanga, na região de São José do Rio Preto. A prefeitura negou que tivesse conhecimento do fato, mas no local onde os medicamentos foram localizados funcionaria a empresa C L H – A. F. Fernandes Ambiental – ME, responsável pela coleta de resíduos não-perigosos e que mantém contratos com a prefeitura de Tupã. Em um desses contratos, o valor é inferior a R$ 8 mil e, por isso, dispensa a necessidade de licitação. O montante foi quitado neste ano em restos a pagar. Já o segundo contrato entre a prefeitura e a Fernandes Ambiental é de R$ 49 mil. Desse valor, a prefeitura já teria efetuado o pagamento de uma parcela de aproximadamente R$ 19 mil. A C L H – A. F. Fernandes Ambiental – ME está localizada na Rua Armancio Waideman, 685, 6º Distrito Industrial de Votuporanga. Entre os remédios com data de validade vencida estão Dipirona.  

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 0 comentário Categorias: Cidade
18/04/2017

Processo 110 – PAIDEIA: secretário de Governo substituiu procedimento de licitação

O pedido de abertura de processo seletivo foi feito antes de Mauro Guerra assumir oficialmente a Secretaria de Educação. O secretário de Governo e Administração, Cláudio Zapolato deve explicações à população sobre procedimento duvidoso a respeito de licitação que culminou com a contratação da PAIDEIA – Consultoria e Assessoria, responsável pelo processo seletivo para a contratação de professores para a rede municipal. Na tarde desta terça-feira (18), um vereador de oposição esteve no setor de Compras da prefeitura solicitando informações sobre o processo 110/2017. Este era o procedimento que teria dado origem à licitação. Neste documento existiria assinatura do ex-diretor da ETEC – Escola Técnica do Centro Paula Souza, Mauro Guerra Eduardo (PV). Agindo como um usurpador – sem ter o direito de assinar como secretário de Educação, Mauro Guerra enviou ofício de nº 001/17 ao secretário Zapolato solicitando a realização do processo seletivo. O documento é datado do dia 3 de janeiro. Num outro ofício do dia 13 de janeiro, Mauro Guerra informa a Secretaria de Assuntos Jurídicos sobre o motivo pelo qual deixaria de atender uma solicitação de vaga para uma criança na creche professora Irene Resina Migliorucci. Conforme a capa do processo requerido pelo pretendente secretário da Educação, no dia 5, o procedimento interno recebeu o número 110/2017. Fotos dos respectivos ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 0 comentário Categorias: Cidade
18/04/2017

PAIDEIA descumpre edital e candidatos ficam sem explicações

O secretário da Educação lava as mãos e o prefeito ainda não se manifestou sobre o certame. O MP recebeu mais uma denúncia formal e pode pedir a anulação do processo. Terminou nesta segunda-feira (17), o prazo para a PAIDEIA Consultoria e Assessoria homologar a classificação geral dos cerca de 700 candidatos que participaram de processo seletivo no dia 9 de abril. Os professores têm procurado insistentemente a empresa situada em Catanduva, mas não tem obtido resposta. Ontem, alguns candidatos também questionaram a Secretaria Municipal da Educação (SEDUC) para pedir explicações e a resposta foi de que “o problema é entre a PAIDEIA e os candidatos. A SEDUC não tem nenhuma responsabilidade uma vez que a referida prestadora de serviços foi contratada através de licitação”, disse um interlocutor. Paralelamente a isso, ontem, mais uma candidata protocolou no Ministério Público (MP) pedido de investigação. A expectativa é de uma possível anulação do processo sob alegação de supostas irregularidades nos procedimentos da prova. O fato de não homologar a classificação também contraria o que determina o edital do certame. A PAIDEIA ainda não deu qualquer resposta aos eventuais recursos impetrados pelos candidatos até às 23h59 do dia 10. Participaram do evento 17 professores que atendem necessidades especiais, 13 de libras, 7 de informática, 33 de inglês, ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 0 comentário Categorias: Cidade
13/04/2017

PAIDEIA II: professores protocolam recurso contra processo seletivo da prefeitura

Uma representação no Ministério Público contra a empresa “verde” pede investigação. Professores que participaram do processo seletivo realizado no domingo (9), na FACCAT protocolaram recurso nesta quinta-feira (13) ponderando sobre questões incoerentes ao cargo optado no ato da inscrição, conforme edital divulgado pela prefeitura de Tupã. Outros candidatos denunciaram ao Ministério Público (MP) as irregularidades encontradas no processo seletivo, promovido pela Secretaria Municipal de Educação, através da PAIDEIA – Capacitação, Consultoria & Assessoria – ME, do município de Catanduva. A PAIDEIA tem como proprietário José André Banhos, filiado ao Partido Verde. Foi candidato a vereador nas eleições de 2012 e também aparece como doador à campanha eleitoral do PV, nas eleições de 2014. De acordo com o edital 001/2017, as oportunidades são para Professor de Educação Infantil, Professor de Ensino Fundamental Anos Iniciais (1º ao 5º ano), Professor de Artes ou Ed. Artística, Professor de Educação Física, Professor Interlocutor de Libras, Professor de Necessidades Educacionais Especiais, Professor de Informática Educativa e Professor de Inglês. O salário previsto está na faixa de R$ 1.607,14 a R$ 1.987,04, para desempenhar atividades em carga horária de 30 ou 40 horas semanais. INVESTIGAÇÃO De acordo com a denúncia feita ao MP de Tupã, o processo seletivo teve no período da manhã uma prova única para professores de diversas disciplinas sem ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 0 comentário Categorias: Cidade
15/02/2017

Foça maior

Por motivo de força maior ausentamo-nos temporariamente das redes sociais, bem como, do blog. Peço a compreensão de leitores, colaboradores, seguidores, amigos e amigas e, espero em breve restabelecer essa parceria de confiança que já dura décadas desde o período de minha estreia no rádio - informando e mostrando fatos que, na maioria das vezes, não são notícia na imprensa comum. Obrigado!

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 0 comentário Categorias: Cidade