ANUNCIE AQUI!
13/04/2017

PAIDEIA II: professores protocolam recurso contra processo seletivo da prefeitura

Uma representação no Ministério Público contra a empresa “verde” pede investigação. Professores que participaram do processo seletivo realizado no domingo (9), na FACCAT protocolaram recurso nesta quinta-feira (13) ponderando sobre questões incoerentes ao cargo optado no ato da inscrição, conforme edital divulgado pela prefeitura de Tupã. Outros candidatos denunciaram ao Ministério Público (MP) as irregularidades encontradas no processo seletivo, promovido pela Secretaria Municipal de Educação, através da PAIDEIA – Capacitação, Consultoria & Assessoria – ME, do município de Catanduva. A PAIDEIA tem como proprietário José André Banhos, filiado ao Partido Verde. Foi candidato a vereador nas eleições de 2012 e também aparece como doador à campanha eleitoral do PV, nas eleições de 2014. De acordo com o edital 001/2017, as oportunidades são para Professor de Educação Infantil, Professor de Ensino Fundamental Anos Iniciais (1º ao 5º ano), Professor de Artes ou Ed. Artística, Professor de Educação Física, Professor Interlocutor de Libras, Professor de Necessidades Educacionais Especiais, Professor de Informática Educativa e Professor de Inglês. O salário previsto está na faixa de R$ 1.607,14 a R$ 1.987,04, para desempenhar atividades em carga horária de 30 ou 40 horas semanais. INVESTIGAÇÃO De acordo com a denúncia feita ao MP de Tupã, o processo seletivo teve no período da manhã uma prova única para professores de diversas disciplinas sem ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 0 comentário Categorias: Cidade
15/02/2017

Foça maior

Por motivo de força maior ausentamo-nos temporariamente das redes sociais, bem como, do blog. Peço a compreensão de leitores, colaboradores, seguidores, amigos e amigas e, espero em breve restabelecer essa parceria de confiança que já dura décadas desde o período de minha estreia no rádio - informando e mostrando fatos que, na maioria das vezes, não são notícia na imprensa comum. Obrigado!

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 0 comentário Categorias: Cidade
23/01/2017

Advogados são acusados de fraudar documentos e se apropriarem da Fazenda Palma

Mais de 154 hectares da propriedade estão sendo disputados após a morte do ex-presidente da Corporação Evangélica Palma. A viúva denunciou na Justiça os profissionais que registraram a fazenda em nome deles. Alex e Hamilton Ramos Fernandes prestavam serviços advocatícios e de contabilidade para a Corporação Evangélica Palma.                                   O desdobramento mais recente deste litigio aconteceu entre os dias 5 e 10 de janeiro e foi registrado na Central de Polícia Judiciária de Tupã. A atual presidente da Corporação Evangélica Palma, Eldah Lidak de Jesus Augstroze relatou ao delegado Paulo César Pardo Soares de que após a morte de seu marido João Augstroze Junior, ocorrida em 14 de março de 2015, vários documentos desconhecidos da vítima foram reconhecidos em serviços cartorários. A briga envolve 1,540 milhão de metros quadrados de terra pertencentes à Fazenda de propriedade da entidade filantrópica com sede no distrito de Varpa. A propriedade rural fica localizada entre os municípios de Tupã e Quintana. Segundo a denúncia, com a utilização de documentos supostamente fraudados, os advogados tupãenses Alex Aparecido Ramos Fernandez e Hamilton Donizete Ramos Fernandez teriam se apropriado de 154.92,82 (cento e cinquenta e quatro hectares, noventa e dois ares e oitenta e dois centares). De acordo com as alegações dos advogados, a propriedade foi penhorada, pois, teria sido “dada em ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 0 comentário Categorias: Cidade
19/01/2017

Enquanto os prefeitos e vereadores brincam de estância turística, a Fazenda Palma está sendo dilapidada

Em breve ela ficará apenas na lembrança.  Fotos: G. Conde/Divulgação               Por: Pedro Mendonça A Fazenda Palma, situada próximo ao distrito de Varpa, no município de Tupã, tem um grande valor histórico, pois foi construída por imigrantes letos que chegaram na região na década de 1920. Também tem um alto valor econômico devido ao seu tamanho, de 256 alqueires, ou 619 hectares, sendo que a maior parte de suas terras agricultáveis são ocupadas por plantação de cana. Ela é propriedade da Corporação Evangélica Palma, uma entidade sem fins lucrativos. Entretanto ela é tratada como se fosse de uma pessoa, ou de uma família, desde 1999. Tudo começou em 1995, quando a JUERP (Junta de Educação Religiosa e Publicações da Convenção Batista Brasileira), antiga proprietária da fazenda, doou as terras para a Corporação Evangélica Palma. Na mesma época João Augstroze começou a fazer parte da corporação e foi nomeado diretor geral, segundo consta na ata da sessão plenária de 10 de junho de 1995. Além dele, assinaram a ata Maija Grikis, Ziedite Ozolins, Joao Alfredo Ozolin (cujo nome correto é Janis Alfreds Ozolin), Leon Bukman, Miryame Bukman, Ausma Augstroze Aguiar e Lydia Amans. Em 1999 começaram os desentendimentos entre os membros da corporação, sendo que Ausma Agustroze Aguiar e Carlos Augstroze foram excluídos na assembleia de 29 de novembro, sem ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 0 comentário Categorias: Cidade
30/12/2016

De repente, feliz Ano Novo!!!

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 0 comentário Categorias: Cidade
23/12/2016

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 0 comentário Categorias: Cidade
12/12/2016

GOLPE NO CARTÓRIO II: rombo é de R$ 2 milhões com escrituras sem registro

Calcula-se que mais de 430 escrituras ficaram sem registro. Nesta terça-feira (13), o juiz corregedor realiza fiscalização no cartório de Notas de Tupã. O valor desviado possibilita ao longo de vários anos o enriquecimento ilícito de qualquer um. Era possível permitir ao beneficiário levar uma vida mirabolante: carros de luxo e jet ski na garagem, imóvel em condomínio, dispensa farta, bebidas importadas para regar churrasco da carne de Angus – uma raça de bovinos de origem europeia, destinada à produção de carne de qualidade superior. O “cardápio variado” sugeriu uma força tarefa na investigação - envolvendo a Polícia Civil, Delegacia Tributária, Ministério Público, Corregedorias local e do Tribunal de Justiça do Estado, segundo o juiz Luís Eduardo Medeiros “Pino” Grisolia, corregedor do Cartório de Notas Protesto, Letras e Títulos de Tupã. No menu a lista de eventuais crimes aponta para peculato, estelionato continuado, falsidade ideológica e crime tributário. O Ministério Público Estadual (MP) havia hipotecado três bens do ex-tabelião, Luís Henrique Parussulo da Silva, “Luizinho”, como garantia de que o acusado irá arcar com todos os prejuízos aos usuários do Cartório de Notas. Leia também: Cartório de Notas: Judiciário diz que ex-tabelião é investigado pela Polícia, Delegacia Tributária, MP, Corregedorias local e do TJ Após quase dois anos de investigação, os números cresceram assombrosamente. É ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 0 comentário Categorias: Cidade
25/11/2016

Na UTI: sem conseguir cumprir metas, Secretaria de Saúde do Estado pode fechar São Francisco

A confirmação sobre a crise vivida pelo São Francisco foi ratificada nesta sexta-feira (25) pela direção da unidade que admitiu rombo de R$ 12 milhões e descumprimento de metas exigidas pelo Estado. Por conta disso, além da situação financeira precária que justificaria o fechamento das portas da instituição, a Secretaria de Saúde do Estado também pode determinar o encerramento das atividades do hospital. Neste momento de falência "múltipla de órgãos", a população até sente-se sensibilizada com a situação dos funcionários e pela ausência de atendimento, mas também questiona a falta de transparência da diretoria, que na maioria das vezes, sonega informações. Os diretores só vieram à imprensa quando não existia outro meio para justificar o descumprimento de suas funções, a falta de atendimento no Pronto Socorro e até dos associados do plano Unimed. Já os cerca de 280 funcionários e médicos se juntam à população para uma passeata na Avenida Tamoios, neste sábado (26), a partir das 9 horas, com objetivo de chamar a atenção para o problema e como forma de pedir socorro aos autoridades políticas para tentar impedir o encerramento das atividades da unidade hospitalar.

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 0 comentário Categorias: Cidade
24/11/2016

Médicos se reúnem para discutir possível fechamento do hospital São Francisco

A unidade de saúde de Tupã “agoniza” com a falta de recursos e não há atendimento nem pela Unimed. Literalmente o hospital São Francisco de Assis de Tupã está na “UTI – Unidade de Terapia Intensiva” e, sem recurso para se manter pode fechar as portas. Uma reunião envolvendo a direção da unidade e médicos que compõem o sistema de cooperativa Unimed aconteceu no começo da noite desta quarta-feira (23). Após o encontro que durou cerca de duas horas, alguns profissionais demonstravam otimismo para não alarmar os funcionários e outros eram explícitos e declaravam que o “paciente” – no caso o hospital estava em “fase terminal” – sem saída para a crise que o atinge. A crise de gestão foi arrastada e culminou com uma profunda falta de recurso para manutenção da instituição. Nesta noite, por exemplo, sequer existia médico de plantão para atender os pacientes-clientes da Unimed. Alguns diretores da unidade entendem que apenas o fechamento do Pronto Socorro é suficiente para manter o hospital atendendo de forma particular, entretanto, a tese não procede. Nem mesmo os clientes da Unimed têm garantia de atendimento por falta de profissionais de plantão. A reportagem tentou contato com a direção do hospital São Francisco, mas por volta das 22h22, não havia nenhum diretor no local, para confirmar ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 0 comentário Categorias: Cidade
11/11/2016

Reestruturação Correios: Centro de Distribuição Domiciliária de Tupã vai absolver 11 municípios

Osvaldo Cruz, Bastos, Rinópolis, Parapuã, Queiroz, Arco-Íris, Herculândia, Iacri, Quintana, Sagres e Salmorão serão prejudicadas com a reestruturação. Esta reestruturação proposta pelo Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos – Correios vai mexer com o cotidiano de 117 mil funcionários da maior empresa estatal do país. Até dezembro será apresentado um Plano de Demissão Voluntária (PDV) para pelos menos 13 mil trabalhadores do setor. Os Correios esperam economizar entre R$ 850 milhões a R$ 1 bilhão com o programa. O objetivo da reestruturação vai visar além da demissão por adesão ao PDV, também a centralização de serviços de entregas de correspondências e encomendas. Cidades de médio e pequeno porte sofrerão com a decisão que sequer foi admitida oficialmente pela presidência dos correios, mas o Sindicato dos Empregados da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos e Similares – SINDECTÉB de Bauru e Região já está mobilizando a categoria para impedir a implantação da ideia. Segundo o presidente dos Correios, Guilherme Campos, em entrevista ao “Bom Dia” Brasília – programa de uma emissora afiliada da Globo, o corte de funcionários tem a finalidade de reverter prejuízos. O presidente da estatal não menciona atos de corrupção do governo petista, mas admite queda no volume de postagens e aumento dos custos operacionais, entre outros fatores. A reportagem do jornalista Renato ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 0 comentário Categorias: Cidade