ANUNCIE AQUI!
27/01/2021

Por conta de todos: Caio “esvazia” protesto e reabre comércio

O prefeito Caio Aoqui (PSD) esvaziou o protesto marcado para sexta-feira, dia 29, na porta da prefeitura e na tarde dessa quarta-feira (27) reeditou decretos 8.971 e 8.972 que determinam a reabertura do comércio tupãense a partir dessa quinta-feira (28). O funcionamento será das 10 às 18 horas e, a partir das 20 horas, segue a “fase vermelha” determinada pelo estado. Os estabelecimentos comerciais não poderão atender mais que 30% de suas capacidades e a fiscalização deverá ser intensa para impedir que as novas regras sejam furadas. O protesto que vinha sendo divulgado pelas redes sociais e aplicativos não tinha nome de nenhum organizador. Apenas informava que seria das 9 às 13, na porta da prefeitura. Sob a argumentação de que seria contra as “arbitrariedades” do governo Doria, a manifestação revelava que seria pela liberação do comércio e de outros segmentos. - Queremos trabalhar. Essa conta não é nossa, dizia banner publicado em aplicativo. Leia também: Covid dispara 220% em Tupã após reabertura do comércio  Durante live, o vice-prefeito Renan Pontelli (PSDB) e o prefeito Caio Aoqui ratificaram seus compromissos sobre geração de emprego e também demonstraram preocupação no sentido de evitar aglomeração na área comercial. - Essa conta é de todos nós. Todos nós devemos zelar pelo bem estar e pela saúde pública. PÓS MORTE A decisão de ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 0 comentário Categorias: Cidade
22/01/2021

A pandemia desmistificou a falsa cordialidade do brasileiro

Durante muito tempo, a ideia de que o brasileiro é um sujeito solidário se consolidou. Mas o coronavírus provou o contrário. Em março do ano passado, a covid-19 aterrissou timidamente em solo tupiniquim. Na ocasião, ninguém imaginaria a futura extensão da catástrofe sanitária. O coronavírus chegou de avião. O executivo de uma grande empresa trouxe o produtor de cadáveres na bagagem. A Europa, então, já colecionava milhares de defuntos. Em abril, o biólogo Atila Lamarino previu que o Brasil fecharia o ano com registro de até 100 mil mortes. No início de 2020, menos de mil pessoas perderam a vida. A plateia apedrejou Lamarino. “Esse sujeito é um comunista antipatriota”, reagiu a rede ensandecida. Mas o profissional da saúde errou feio. A tragédia foi subdimensionada por ele. A Terra de Santa Cruz acabou o ano contabilizando quase 200 mil óbitos. O equívoco foi de apenas cem por cento. O príncipe Hamlet- fabuloso personagem de William Shakespeare- faria a seguinte observação sobre esse cenário fúnebre: “a louca propagação da desgraça tem método”. São ondas sobre ondas de contágios sem fim. A pandemia, porém, apresenta utilidade pragmática: é uma ferramenta macabra para destroçar mitos estabelecidos na sociedade nacional. Um deles: a suposta cordialidade do homem (e mulher) brasileiro. E aqui não se faz referência ao livro ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 0 comentário Categorias: Cidade
21/01/2021

Direção da Santa Casa definiu quem deveria ser vacinado

Ex-secretário Municipal é acusado de "furar" fila de espera da Coronavac. Por conta da denúncia, o prefeito Caio Aoqui ficou de averiguar os critérios adotados pelo hospital. Funcionários da linha de frente no combate ao Coronavírus, da área de limpeza e até voluntários - "irmãos" que atuam dentro da unidade foram convocados para receber a Coronavac - imunizante contra a Covid-19. A informação foi confirmada à reportagem por fonte fidedigna, a partir de polêmica estabelecida nas redes sociais após postagem de foto onde Orivaldo Lourenço Pereira, o “Valdo” (PSL), aparece recebendo a vacina. A foto foi postada pelo filho de Valdo. De acordo com o informante, que pediu para não ser identificado, além de Valdo, outros irmãos definidores e voluntários que atuam permanentemente dentro da unidade foram imunizados. Os critérios teriam sido definidos pela direção da Santa Casa. De acordo ainda com a fonte, Valdo Pereira seria um voluntário atuante junto ao hospital há pelo menos 17 anos e, também considerado do grupo de risco, por ser portador de diabetes e recentemente foi submetido a uma cirurgia. “Ele não queria receber a dose, mas foi estimulado por alguns médicos que atendem a unidade”, disse o interlocutor. Dentro da Santa Casa Valdo é diretor da área da Saúde da ARTAP – Associação dos Renais Crônicos Transplantados ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 0 comentário Categorias: Cidade
14/11/2019

Narcisismo doentio está por trás de líderes autoritários de ontem e hoje

Mateus Araújo Colaboração para o TAB François Duvalier, mais conhecido como Papa Doc (1907-1971), chegou ao poder no Haiti em 1957, exatos oito anos depois de ter sido exilado durante o golpe militar no país. Uma vez eleito, Duvalier passou a perseguir seus inimigos. Pouco tempo depois, decidiu ele mesmo estabelecer sua ditadura. Criou uma milícia para si e autoproclamou-se "presidente eterno", um deus inabalável. "Eu sou o Novo Haiti. Quem procura me destruir procura destruir o próprio Haiti (...). Deus e o Destino me escolheram", afirmava. Retratado no livro "How to be a dictator: the cult of personality in the twentieth century" ("Como ser um ditador: o culto da personalidade no século 20", em tradução livre), recém lançado pelo historiador Frank Dikötter, professor da Universidade de Hong Kong, Papa Doc é um dos governantes que marcaram a história com opressão e autoritarismo, claros exemplos de comportamento narcísico patológico — um grau de individualismo capaz de levar alguém a perseguir e até a matar em massa quem pensa diferente. Tem sido assim ao longo dos anos: na Alemanha de Hitler, na União Soviética de Stálin ou na China de Mao Tsé-Tung — personalidades que figuram entre as oito biografias escritas por Dikötter no livro —, à direita ou à esquerda, líderes foram forjados ditadores ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 0 comentário Categorias: Cidade