ANUNCIE AQUI!
01/06/2021

“Lockdown de Corpus Christi”: Aumentam as filas e a confusão em supermercados

Até notícia falsa circulou obrigando um estabelecimento a emitir nota desmentindo o boato. O lockdown a partir deste feriado de Corpus Christi (3) e até a meia noite de domingo (6), já fez aumentar as filas nas portas dos principais supermercados de Tupã. Além de longas filas e aglomerações, até fake News sobre suposto infectado com coronavírus fazendo compra em um dos estabelecimentos ocasionou um comunicado de um supermercado. A falsa informação dava conta de que alguém entregou um suposto portador do vírus e o serviço de som teria anunciado e solicitado que o infectado saísse do estabelecimento e, de repente, sete pessoas abandonaram seus carrinhos – sugerindo que existiam muito mais pessoas com Covid-19 descumprindo as normas sanitárias. De fato mesmo, em outro estabelecimento, consumidores reclamam da aglomeração apesar da distribuição de senhas. A tendência é que os problemas aumentem nas próximas. Vídeos e fotos têm sido postados nas redes sociais por parte de consumidores protestando com o comportamento da própria população, enquanto outros atribuem a desorganização às normas decretadas pela prefeitura. Leia também: Supermercado deve ser fechado para sanitização após surto de Covid

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 0 comentário Categorias: Cidade
14/05/2021

Prefeitura informa aumento no valor da multa para aglomerações e eventos

Infrações, que variam de acordo com a quantidade de pessoas, vão de R$ 14.545 a R$ 290.900.  Desde o último dia 4 de maio já estão em vigor os novos valores para multas em caso de aglomeração ou evento/festa clandestinos, fixados pelo governo estadual e que passam a ser aplicados nas ações do Plano São Paulo de enfrentamento à pandemia de Convid-19. O Decreto 65.671, publicado no Diário Oficial do Estado de São Paulo, estabeleceu um aumento substancial no valor das multas para quem infringir as medidas restritivas adotadas para impedir a propagação do coronavírus. De acordo com o secretário municipal de Assuntos Jurídicos, João José Pinto – “JJ”, o decreto estadual se sobrepõe à legislação municipal, obrigando todos os municípios paulistas a aplicar as novas multas através da Vigilância Sanitária. Ele informou também que o valor das multas será escalonado de acordo com o tamanho da aglomeração, que passa a ser classificada seguindo uma escala que vai de até 100 pessoas a mais de 500 pessoas. As multas são calculadas em Unidade Fiscal do Estado de São Paulo (UFESP), sendo que cada UFESP está fixada em R$ 29,09. Ainda segundo JJ, nas aglomerações ou eventos que reúnem até 100 pessoas, a multa varia de 500 UFESPs, o que totaliza R$ 14.545 a 1.000 UFESPs, ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 0 comentário Categorias: Cidade