ANUNCIE AQUI!
21/07/2011

Eleições 2012: PSDB articula Messas para vice de Donadelli

A tentativa do PSDB do prefeito Waldemir Gonçalves Lopes de optar por um (a) vice que seja popular para o possível candidato a candidato do partido, o vice-prefeito César Donadelli, faz cruzar interesses do principal concorrente dos tucanos, nas últimas eleições municipais. Messas. Como já explicamos aqui, o PSDB prepara um “ato” para marcar a filiação de Donadelli (PV) no PSDB. Os tucanos aceitam o vice candidato a prefeito, mas não que o vice seja do Partido Verde. Não quer nem ouvir falar no suplente de deputado federal, Evandro Gussi (PV). Waldemir entende que uma dobradinha entre Donadelli e Gussi, seria correr risco demais se o ex-prefeito Manoel Gaspar (PSC) for o candidato. Os dois são impopulares e ruins de discurso e, consequentemente, de votos também. A saída seria um (a) vice popular. Carlos Messas (PTB) foi o opositor mais votado até hoje na história de Tupã. Mais de 14 mil. Mas “Carlão” com seus quase 80 anos de idade, já não teria tanto fôlego assim, para enfrentar mais um pleito. Já a esposa Julia Messas, poderia ser um nome forte para ser candidata a candidata a vice de Donadelli. Aliás, a intenção mesmo de “Carlão” seria até vender a casa que possui nos altos da Vila Abarca e ir para Londrina (PR) para ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 5 Comentários Categorias: Política
19/07/2011

Waldemir diz que o povo tem o governo que merece e vê ingratidão do eleitor

Depois de ser eleito, reeleito e, agora tentar fazer o sucessor, o prefeito Waldemir Gonçalves Lopes (PSDB) deu mais uma declaração descabida, “cada povo tem o governo que merece”, desabafou. Em seguida emendou, depois de mais uma vez criticar a omissão da Câmara, “às vezes chego a pensar se valeu à pena tanto sacrifício meu para administrar o município”. É como se quisesse dizer que o eleitor é ingrato. As palavras ditas pelo prefeito soam prepotência e arrogância. O discurso foi na tentativa de analisar o questionamento do vereador Valdemar Manzano (PPS) que garantiu não dar um cheque em branco para o vereador Antonio Alves de Sousa, “Ribeirão” (PP), sobre as alterações na Lei do Prodet - Programa de Desenvolvimento de Tupã, reformada para conceder mais incentivos a possíveis empreendedores que queiram se instalar em Tupã. Porém, Waldemir não disse que era sobre isso e, em seguida criticou a Câmara que não fiscaliza e apenas estaria discutindo partidariamente a questão da Lei de incentivos. Mas isso não é novidade nenhuma. Tornou-se um circulo vicioso no Legislativo em que tudo que se aprova tem algum interesse obscuro por trás e, quando não aprova também tem. Haja vista a tentativa de intimidação feita por Danilo Aguilar Filho (PSB) e Augusto Fresneda Torres, “Ninha” (PSDB). Os dois apresentaram pareceres ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 0 comentário Categorias: Política
18/07/2011

Prefeitura e Câmara prestam “serviços públicos” domésticos

Tornar o ambiente de trabalho agradável é fundamental para o desempenho profissional e crescimento de uma empresa que se preza e tem preocupação com o bem-estar de seus funcionários. Mas essa relação tem que ser estritamente no âmbito profissional, seja na iniciativa privada e, sobretudo, na pública. Quando essa relação fica estreita demais, começa confundir o público, privado e pessoal. E, assim, tem sido nos dois Poderes constituídos de Tupã. Tanto na prefeitura, quanto na Câmara, essa relação esta confusa. Não dá para distinguir o que é pessoal ou público, profissional ou pessoal e beira a promiscuidade. A promiscuidade com a coisa pública tem relação estreita com a improbidade administrativa. A improbidade é sinônimo de cassação e ineligibilidade. Permitir que funcionários que não trabalham ganhem horas extras e salários é caso típico. Um deles é investigado pelo Ministério Público, no caso de motorista fantasma no gabinete do prefeito. Homens públicos, exercendo cargos de poder, permitem e garantem que “funcionários” tenham benesses que envolvem os bens, imóveis e móveis; automóveis e cargos garantidos por “concursos públicos”. Secretária que passou em “concurso” em primeiro lugar. Funcionária que mesmo antes de ser “aprovada”, já era treinada para garantir também, o primeiro lugar no “concurso público”. “Uma Viagem Fantástica no Maravilhoso Mundo Público”. Parece nome de filme. Outro dia liguei ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 0 comentário Categorias: Política
17/07/2011

Infiéis II: PSDB quer Donadelli candidato a prefeito, mas não quer vice do PV

Como já informamos aqui neste blog, o PSDB prepara um grande “ato” para a filiação de César Donadelli (PV), no partido do PSDB, mas não quer nem saber do fato de que o vice seja do PV. Já comentamos também que, a principio se imaginou numa dobradinha Donadelli e o suplente de deputado federal, Evandro Gussi (PV). Depois da matéria publicada aqui, o cacique do PSDB em Tupã, o prefeito Waldemir Gonçalves Lopes (PSDB) entendeu que existiria mesmo um risco, lançar numa dobradinha, dois candidatos da elite, sem prestígio popular e com discurso pouco iluminado. Principalmente se a disputa fosse com o ex-prefeito Manoel Gaspar (PSC). Apesar de não ser possuidor de um discurso sensibilizador, Gaspar levaria vantagem sobre os dois pelo fato de já ter sido prefeito de Tupã, considerado um divisor de águas entre a era Carlos Eduardo Abarca e Messas (PTB) e Jesus Guimarães (PMDB) e, ter feito o sucessor, no caso o atual prefeito. Infidelidade à parte, a verdade é que apesar da preocupação com, o fato do vice-prefeito deixar o PV e ir para o PSDB, talvez não tivesse problema quanto à falta de fidelidade se o vice a candidato à prefeitura de Tupã, também viesse do Partido Verde. Acontece que Waldemir não quer. Seria correr risco de mais, ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 1 comentário Categorias: Política
17/07/2011

Conspiração: omissão e fatos denunciam presidente da Câmara de Osvaldo Cruz

Os fatos e a omissão sobre a origem da viagem são fatores determinantes para conspirarem contra o presidente da Câmara de Osvaldo Cruz, Homero Massarente (PP). Já ele acredita que seja obra do PSDB, por causa da proximidade das eleições. Na verdade, o único culpado é ele próprio. Omitiu o acidente na estréia do carro de luxo, Línea, comprado por mais de R$ 60 mil. Na tentativa de se justificar, foi no mínimo desrespeitoso com a imprensa. Disse precisar do conforto que tem na casa dele, na Casa de Leis. “Ora, se tenho um carro de R$ 75 mil, preciso ter o mesmo conforto nas viagens que faço”, afirmou Massarente. Acontece que os fatos e a omissão do presidente da Câmara de Osvaldo Cruz, depõem contra ele mesmo. Agora surgi a possibilidade que o parlamentar tenha omitido a origem da viagem. Depois de descoberto o acidente, o vereador disse que teria ido a um encontro político em Birigui a convite de um partido político, para tratar sobre emendas que eventualmente, presume-se, liberaria algum recursos para a municipalidade. Porém, em nenhum momento, o vereador Homero Massarente explicou quais foram essas supostas “emendas”. A única emenda que se viu foi que o presidente do Legislativo de Osvaldo Cruz, pode ter emendando mais uma situação comprometedora ao ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 0 comentário Categorias: Política
14/07/2011

Infiéis: PSDB prepara “ato” para filiação de Donadelli no partido

O PSDB de Tupã, comandado pelo prefeito Waldemir Gonçalves Lopes iniciou os preparativos para filiação do vice-prefeito, César Donadelli (PV) no partido tucano. O primeiro passo foi anunciado nesta quinta-feira (14) quando, Donadelli deixou a Presidência do Hospital São Francisco. Agora, o segundo será a realização de uma festa com queima de muitos fogos, como de praxe, para anunciar a filiação do vice, no PSDB. O assunto é guardado a “sete chaves” pelo PSDB. Este deverá ser mais um partido ao qual Donadelli vai tentar ser candidato a candidato a prefeito de Tupã. Antes mesmo de Waldemir se tornar o sucessor de Manoel Gaspar (PSC) Donadelli era filiado ao PFL. No PFL anunciou que seria candidato a prefeito e acabou vice de Waldemir. Já no governo, depois de desentendimento com o prefeito, foi para o PV. Abandonou a Secretaria de Saúde e, em seguida pulou para o PMDB. Nos encontros do PMDB criticou severamente o prefeito do qual ele era vice. De repente, deixou o PMDB e voltou para o PV. Agora, do Partido verde vai abandonar o “barco” para juntar sua pretensão de ser prefeito de Tupã ao “ninho” tucano. As mudanças partidárias têm prazo eleitoral e, tudo isso, deve acontecer nas próximas semanas. Os tucanos de Tupã querem fazer do “ato” de filiação ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 0 comentário Categorias: Política
12/07/2011

“Fogo Interno”: Manzano chama Ribeirão de estelionatário

A última sessão da Câmara de Tupã realizada na noite desta segunda-feira (11) foi marcada pelo "Fogo Interno". Antes do recesso o G-4 teve uma ideia para contornar o descontentamento geral dentro e fora do Legislativo sobre os atos e atitudes de parlamentares que têm gerado fatos e, por consequência, uma abordagem constante deste Blog. A gratificação aos funcionários da Câmara no valor de R$ 200,00, no mês do aniversário e retroativa a janeiro de 2011, foi o estopim para uma sessão acalorada e com termos que tem dado o "norte" do comportamento omisso e comprometedor dos parlamentares tupãenses. Estelionatários e palavras referentes à picaretagem dão o "tom" da desarmonia que "toca" um dos poderes constituídos do município, alvejado por uma saraivada de desconfiança de comportamento vil da "nobre edilidade". Tudo que se tem dito até agora parece pouco, perto do que vimos e ouvimos ontem. O fato se deu durante discussão de um projeto que foi votado na Câmara e vetado pelo prefeito Waldemir Gonçalves Lopes (PSDB), que tratava da concessão de benefícios a empresários que tenham a pretensão de se instalar em Tupã. O único vereador que mantêm a verdadeira função de parlamentar e fiscalizador dos atos do Executivo e dos próprios vereadores, Valdemar Manzano Moreno (PPS) alega insconstitucionalidade do projeto que ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 1 comentário Categorias: Política
11/07/2011

Câmara de Tupã tenta “compensar” favorecimento e falhas administrativas com gratificação aos funcionários

A Câmara Municipal de Tupã realiza nesta noite (11) a última sessão ordinária deste semestre e, tenta "compensar" falha administrativa, e favorecimentos a funcionária (o) numa tentativa de amenizar o descontentamento interno do Legislativo com uma gratificação no mês do aniversário de cada servidor no valor de R$ 200,00. O Projeto é de autoria da Mesa da Câmara, entretanto, fontes revelam que o autor intelectual seria o vereador Antonio Alves de Souza, “Ribeirão” (PP). O parlamentar convenceu o presidente da Casa, Luis Carlos Sanches (PTB) que muitas informações têm “vazado” e, acredita ele, que os próprios funcionários da Câmara estariam informando à imprensa com fatos que os vereadores não teriam interesse que chegassem ao conhecimento da população. Os últimos casos foram viagens sob suspeita; carro da Câmara sendo usado indevidamente para viagens de negócios do interesse de garagistas da cidade; notebooks sendo usados para fins não relacionados ao trabalho legislativo; falta de decoro parlamentar; apropriação indébita, peculato entre outros. “Vou contar a podridão que é esta Câmara”, esbravejou em uma das sessões o único vereador que faz oposição e tenta moralizar os atos Legislativos e do Executivo, Valdemar Manzano Moreno (PPS). A hora da verdade vai ser agora à noite, apesar de que, os vereadores de Tupã não têm nenhum compromisso com essa ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 0 comentário Categorias: Política
08/07/2011

Líder da Dilma preocupado com “fogo amigo” na região de Marília

O Líder do governo Dilma Rousseff, na Câmara federal, Cândido Vaccarezza (PT) anda preocupado com a repercussão política negativa na região de Marília, incluindo entre outras cidades, Tupã, na região da Nova Alta Paulista (527 km da capital paulista). Em pouco mais de um mês, o nome do parlamentar federal esteve envolvido em manchetes jornalísticas desfavoráveis. É evidente que alheio à vontade dele, porém de gente da própria assessoria política que o deputado possui na região. Assim foi com a denúncia feita pelo Estadão, apontando que o deputado teria dado calote em cabos eleitorais em cidades como Marília, Tupã, Bastos, Lucélia e Osvaldo Cruz e, mais recentemente, conforme divulgado aqui, sob o tema “Turismo de Negócio 2”, outro político próximo da assessoria de Vaccarezza se ausentou da região com a funcionária do Legislativo, com duas diárias públicas, sob alegação de que teria encontro político em São Paulo com assessores do líder de Dilma. Causou estranheza nos meios políticos, uma vez que o próprio Vaccarezza confirmou que a assessoria dele está na região de Marília. Foi anunciado que através dessa assessoria política que o “ajudou” na campanha maculada como do calote, fica em Tupã. Logo, o parlamentar só precisava viajar para Tupã, não para São Paulo. Depois, poderia até fazer o “Cruzeiro de Negócio”. Quando ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 0 comentário Categorias: Política
07/07/2011

1º de abril: Waldemir negou “Valdir Bagaço” como motorista e pode ter confirmado crime

Não foi com a intenção de quem quisesse esconder algum fato da Comissão de Sindicância que apurava eventual ato infracional do funcionário público Valdir de Oliveira Mendes, “Valdir Bagaço”, que o prefeito de Tupã (527 km de São Paulo) Waldemir Gonçalves Lopes (PSDB) omitiu a verdade sobre a situação do vereador que ficou sob suspeita de ser fantasma como motorista do Executivo. Na verdade, Waldemir não tinha como confirmar que “Valdir Bagaço” (PDT) trabalhava como motorista dele, apesar de documentos “afirmarem” o contrário, que ele era efetivamente um trabalhador. Afinal, documentos assinados pelos secretários de Governo, Adriano Rogério Rigoldi e de Administração atual Willian Manfré e o ex-secretário Sérgio Dias Lopes, ratificarem isso. Segundo documentos (pontos de freqüência) “Valdir Bagaço”, não tinha mais tempo nem para fazer “sopão”. Trabalhava todos os dias, inclusive, sábados, domingos, feriados e mesmo em férias. Sem ter como comprovar o que a Comissão de Sindicância exigiu em resposta, Waldemir foi evasivo e demonstrou de forma cabal, acreditando que estaria se defendendo que “Valdir Bagaço” seria mesmo um funcionário fantasma, lotado no gabinete dele. A resposta do chefe do Executivo tupãense foi tão descompromissada com a probidade administrativa que motivou a Comissão de Sindicância ao final dos trabalhos, instaurar Processo Administrativo contra o motorista/vereador. Ele pode ser demitido ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 0 comentário Categorias: Política