ANUNCIE AQUI!
16/04/2018

Tribunal de Contas manda Waldemir devolver mais R$ 200 mil ao município

As irregularidades foram cometidas na licitação e na execução das obras do prédio do CCI. O TCE-SP constatou que a administração permitiu o enriquecimento ilícito da Construtora Ramez Jardim. Depois de ter um caminhão penhorado pelo não pagamento de dívida com o município, por determinação do TCE-SP - Tribunal de Contas do Estado de São Paulo, o ex-prefeito Waldemir Gonçalves Lopes (PSDB), agora terá que devolver aos cofres da prefeitura a importância de R$ 192.683,93. A determinação foi confirmada na quinta-feira, dia 12, pelo auditor do TCE-SP, Valdenir Antonio Polizeli. De acordo com o relatório, as irregularidades foram constatadas durante exame das constas de 2010, em análise do contrato firmado entre a prefeitura e a Construtora Ramez Jardim, para efetuar a reforma do prédio do CCI – Centro de Convivência do Idoso, agora denominado NAT – Núcleo de Apoio ao Idoso. O contrato assinado em 9 de março de 2010, no valor de R$ 378.333,33 sofreu dois aditamentos – o primeiro em 26 de julho e o segundo em 17 de setembro, nos valores de R$ 79.614,57 e R$ 109.548,19, respectivamente. Também houve a constatação de pagamento irregular no valor de R$ 3.521,17. São esses valores somados que o TCE-SP determinou que sejam devolvidos aos cofres da prefeitura. Os valores devem ser corrigidos. O ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 0 comentário Categorias: Corrupção
15/04/2018

“RACHID”: Polícia já possui áudio sobre divisão salarial de virtual secretário

Ex-assessores assombram vereadores novatos. Pelo menos três, dos 10 eleitos em 2016 estão enfrentando essa maldição – pastor Eliézer, Scombatti e Matias. O publicitário Fernando Oliver Amato, ex-assessor do vereador Tiago Munhoz Matias (sem partido), disse neste sábado (14), que entregou à Delegacia Seccional de Tupã, cópia de um arquivo em áudio contendo o diálogo que manteve com o parlamentar sobre o esquema denominado de “rachid” - onde assessores repassariam mensalmente uma parte de seus vencimentos aos agentes políticos. No caso envolvendo o vereador Tiago Matias, o “Rachid” aconteceria caso Oliver Amato assumisse a Secretaria da Juventude, no governo de José Ricardo Raymundo (PV). O inquérito foi instaurado após denúncia feita pelos vereadores Charles dos Passos (PSB) e Paulo Henrique Andrade (PPS) ao promotor de Justiça Rodrigo Garcia. Surpreso com o fato, Oliver Amato titubeou ao prestar declarações ao Ministério Público quando disse - “não me recordo, preciso verificar”, ao ser indagado se tinha gravação sobre a conversa que manteve no gabinete do novato edil. Sobre a decisão de entregar uma possível prova material que compromete seu ex-pupilo, Oliver Amato optou pelo silêncio com apenas uma frase: “Prefiro deixar a justiça dizer por si só, acho melhor. Obrigado Jota”. A denúncia de suposto ato de corrupção desmoronou o “castelo” político no imaginário do promissor vereador. Ele ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 0 comentário Categorias: Corrupção
11/04/2018

MACRODRENAGEM: Ação na Justiça sobre rescisão contratual tem procuração inválida

O contrato é de R$ 37 milhões e prevê multa de R$ 3,7 milhões, mas a ação na Justiça pode tornar-se um imbróglio jurídico. Ocorrendo a decisão pela rescisão, o procurador pode faturar 10% do valor da ação em honorário de sucumbência.  Uma ação que tramita na 2ª Vara Civil sob a responsabilidade da juíza Danielle Oliveira de Menezes Pinto Rafful Kanawaty, impetrada pela procuradoria do município quer a rescisão contratual entre a prefeitura e o Consórcio Tupã Ambiental – através das empresas Leão & Leão LTDA de Ribeirão Preto, e a Construtora F. & S, Finocchio LTDA de Marília. A procuração que é o documento pelo qual uma pessoa nomeia alguém de sua confiança para agir em seu nome, e até mesmo assinar documentos, em determinada situação em que não possa estar presente não contém a assinatura do prefeito da época – Manoel Ferreira de Souza Gaspar (sem partido). Jurisprudência sobre procuração sem assinatura do outorgante torna-se inválida quando não há prova documental de que seu subscritor possua poderes para representar o prefeito em juízo, mesmo como procurador do município. MAU ACORDO Em 2013, o então prefeito Manoel Gaspar em entrevista à Rádio Tupã AM (Nova Tupã FM) garantia que “era melhor um mau acordo que uma boa demanda”. Ao que consta, no final ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 0 comentário Categorias: Corrupção
06/04/2018

AMANTES: Operação Lava Jato recebe delação até sobre “puladas de cerca” dos políticos

Machado sabe quem são as amantes de políticos brasileiros e conta tudo. Delator da Lava Jato mostrou áudios a agentes federais que falam de 'puladas de cerca'. Esse artigo faz parte do canal Lava Jato. Siga o canal para receber as últimas atualizações e interagir com uma comunidade apaixonada! Maior que a briga que muitos políticos estão tendo com a justiça brasileira, pode ser a disputa dentro de suas próprias casas. Isso porque escutas recebidas pela Polícia Federal não desvendam apenas de corrupção financeira, mas também matrimonial. Alguns dos políticos gravados pelo ex-presidente da Transpetro, Sérgio Machado, confessam nos áudios que possuem relacionamentos extraconjugais e indicam até quem seriam suas supostas amantes. A informação foi confirmada nessa sexta-feira, 25, pelo colunista Cláudio Humberto, do site 'Diário do Poder'. De acordo com o repórter, as gravações que implicaram em grandes problemas para nomes do PMDB, tem também muitos relatos pessoais e confissões capazes de destruírem famílias, como as aventuras de "puladas de cerca" dos políticos. As informações foram exibidas para os policiais federais, de acordo com Claudio Humberto, para fazer com que a Polícia Federal obtivesse mais confiança no delator. Era também falando sobre os assuntos pessoais que Machado conseguia que eles falassem de algo que pode colocar qualquer um na cadeia, esquemas de corrupção ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 0 comentário Categorias: Corrupção
02/04/2018

JUVENTUDE SUSPEITA: vereador novato sob investigação do Ministério Público

Tiago Munhoz Matias é acusado de exigir parte de salário de seu ex-assessor, caso ele fosse confirmado secretário da Juventude. A suposta proposta teria sido feita antes da pasta ser criada pela Câmara. A denúncia partiu de representação dos vereadores Charles dos Passos e Paulo Henrique Andrade. Em depoimento que durou 8 minutos e 47 segundos, o ex-assessor parlamentar Fernando Oliver Amato prestou esclarecimentos ao promotor de Justiça Rodrigo Garcia, sobre eventual proposta do vereador Tiago Munhoz Matias, sem partido, para lhe entregar parte do salário de titular da Secretaria da Juventude que seria criada com aprovação do Legislativo tupãense. Oliver Amato era virtual secretário da pasta que seria instituída pela administração de José Ricardo Raymundo (PV), como forma de comtemplar o opositor que passou atuar com a base aliada ao Executivo. Com a desistência do assessor de Tiago Matias, o cantor Marcos André Soares, o “Candé” assumiu a titularidade da Secretaria. À época, o blog antecipou que a Secretaria poderia ser comandada a quatro mãos. É que, além do assessor, o professor Marcio Murini também seria nomeado. Murini foi candidato a vereador pela coligação PV/PSD, e obteve 208 votos. O que não ficou claro quando houve a cogitação é como seria essa gestão compartilhada. Em entrevista nesta tarde, o professor explicou que foi ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 0 comentário Categorias: Corrupção
01/04/2018

EVANDRO GUSSI: Escorraçado de casa, o parlamentar busca “abrigo” no Ministério de Temer

Ele também pode fazer uso do auxílio moradia no valor de R$ 4.235,00, e ou imóvel funcional. Acusado de infidelidade conjugal, o deputado federal caminha para terminar seu mandato de forma melancólica. Durante sua militância política, legislou em causa própria, e agiu como as velhas “raposas” de Brasília. O deputado federal Evandro Herrera Bertone Gussi (PV-SP), pode assumir o MMA - Ministério do Meio Ambiente do governo de Michel Temer (MDB), após ser escorraçado de sua própria casa, localizada em Tupã, no interior paulista. A influência de grupo conquistada pelo prudentino - radicado em Tupã demonstra muito bem como rapidamente se tornou refém do poder. O imóvel avaliado em mais de R$ 1 milhão, na Vila Inglesa, bairro de classe média alta, pode não ser mais o domicílio do congressista, mas as portas do Palácio do Planalto seguem abertas, com lugar garantido na cabeceira da mesa presidencial, apesar do ambiente também ser palco de grande degradação moral causada pela ganância, corrupção, malversação de dinheiro público, e de infidelidade aos anseios da sociedade brasileira. O LETÍGIO  Já o possível litígio no "palácio" dos Gussi teve início a partir da descoberta de suposta pratica de infidelidade conjugal do parlamentar com uma funcionária ministerial. Segundo interlocutores, agora os dois estariam sob o mesmo teto, protegidos pelo governo que ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 0 comentário Categorias: Corrupção
28/03/2018

DÍVIDA ATIVA: Prefeitura penhora caminhão do ex-prefeito Waldemir

Propaganda irregular em emissoras de TV a Cabo originou a dívida com o município, de acordo com o Tribunal de Contas do Estado de São Paulo. Neste mês Waldemir Gonçalves Lopes esteve na Prefeitura reclamando da vida e dos processos que consomem seus bens. O prefeito José Ricardo Raymundo (PV) determinou a execução de uma dívida que o ex-prefeito Waldemir Gonçalves Lopes (PSDB) mantinha com o município, após seu nome ser lançado na Dívida Ativa. Referida dívida é proveniente de determinação imposta pelo TCE-SP - Tribunal de Contas do Estado de São Paulo, referente a um processo interno de 2005, sobre gastos publicitários com TVs a Cabo. Com juros e correção, o valor devido de R$ 21.400,00 atingiu o montante de R$ 46.113,55. O ressarcimento aos cofres públicos foi determinado em 30 de outubro de 2017, pelo secretário de Administração e Finanças, Cláudio Zopolato. CAMINHÃOZINHO 97 Para quem esteve na primeira quinzena de março reclamando sobre o risco de ser preso por improbidade administrativa, e de perder o que conseguiu ao longo da vida, como professor e prefeito de Tupã, Waldemir entregou para ser penhorado um caminhãozinho, VW/14.150, PLACA BJQ-8365, ano 1997, movido a diesel, avaliado em R$ 46.819,00, de acordo com a tabela FIPE, somente o chassi, sendo que o mesmo possui carroceria de ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 0 comentário Categorias: Corrupção
19/03/2018

Waldemir admite que pode ir para a cadeia pelos crimes de improbidade

A admissibilidade aconteceu durante visita ao Paço Municipal. Mas, para a ex-secretária Jeane Rosin, se houvesse irregularidades ela e o ex-prefeito já estariam presos.                       O ex-prefeito Waldemir Gonçalves Lopes (PSDB) visitou a prefeitura na semana passada. A “cortesia” teve como pano de fundo rever amigos, funcionários públicos que foram “arrastados” para a pratica da improbidade administrativa durante sua gestão – 2005/2012, e “aconselhar” os atuais administradores sobre o duro ofício de ser prefeito nos dias atuais. “Eu posso ser preso, e perder tudo o que construí durante toda minha vida. O Manoel Gaspar vai no mesmo caminho, e o Ricardo será o próximo”, pontuou. Apesar de reconhecer que pode ser encarcerado após várias condenações, Waldemir não admite que tem culpa no cartório. Ele aponta para a espinhosa missão de ser prefeito. É verdade que não está fácil ser administrador nos dias atuais. Sem dinheiro para nada, a crise econômica e política e as responsabilidades sociais que recaem sobre os “ombros” dos prefeitos inviabilizam realizações do dia a dia. A desconfiança do eleitor com a classe política foi ainda mais potencializada a partir da operação Lava Jato. Mas, Waldemir não passou por todas essas dificuldades nos períodos de 2005/2008 e 2009/2012. Recebeu uma cidade dotada de 95 por cento de infraestrutura – com mais de ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 0 comentário Categorias: Corrupção
17/03/2018

PADILHA: Gaspar é condenado à pena de reclusão por pagar banquete a petista

A pena privativa de liberdade foi substituída por duas restritivas de direito consistente em prestação de serviços à comunidade. O juiz Fábio José Vasconcelos da 1ª Vara criminal condenou o ex-prefeito Manoel Ferreira de Souza Gaspar (MDB), por servir um banquete com dinheiro público ao ex-ministro da Saúde, Alexandre Rocha Santos Padilha (PT), durante sua visita a Tupã. O fato ocorreu em 26 de março de 2014, no estabelecimento comercial denominado Água Doce Franchising Tupã LTDA EPP. A visita era meramente de cunho político e eleitoreiro, uma vez que Padilha era candidato petista ao governo do Estado de São Paulo. O evento foi finalizado com um jantar oferecido ao visitante e demais pessoas que participaram do encontro, e as despesas pagas com numerário da prefeitura, no total de R$1.125,40, conforme nota de empenho nº 5551/2014. A DECISÃO O ex-prefeito Manoel Gaspar argumentou que restituiu o prejuízo aos cofres públicos, mas para a Justiça “o pagamento do débito, após a consumação dos fatos, não figura como causa de extinção da punibilidade. Além disso, o que está em disputa é muito mais que apenas o aspecto pecuniário da infração penal. Procura a lei estender sua proteção à regularidade e probidade da Administração”, decidiu o magistrado. HÓSPEDE EXTRAOFICIAL Durante o interrogatório, Gaspar confirmou a recepção e o pagamento do jantar ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 0 comentário Categorias: Corrupção
24/02/2018

Político promete renunciar cargo após engravidar assessora

Vice-premier australiano renuncia após caso extraconjugal com colega Barnaby Joyce teve relacionamento com ex-assessora de imprensa, que engravidou CAMBERRA — O vice-premier da Austrália, Barnaby Joyce, anunciou nesta sexta-feira que renunciará ao cargo após o escândalo causado por um romance extraconjugal com uma colega de trabalho, que engravidou. Joyce, de 50 anos, estava sob pressão desde a revelação, há duas semanas, de sua relação com a assistente Vikki Campion, quase 20 anos mais nova que ele, e que agora espera um filho. — Vou renunciar na manhã de segunda-feira, durante a reunião do partido, ao cargo de líder do Partido Nacional e de vice-premier da Austrália — declarou em entrevista coletiva. Ele também é acusado de ter burlados as regras do governo ao nomeá-la para um gabinete ministerial. Barnaby Joyce reconheceu a relação extraconjugal com Campion, sua ex-assessora de imprensa de 33 anos. O escândalo também provocou a separação de Joyce da esposa após 24 anos de casamento. O Partido Nacional é um dos aliados na coalizão de centro-direita que forma o governo do primeiro-ministro Malcolm Turnbull. O vice-primeiro-ministro, permanecerá no parlamento, garantindo a pequena maioria do governo, com apenas um assento a mais que a oposição. A decisão de Joyce veio após um estranhamento com Turnbull, que está nos EUA em encontro com o presidente ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 0 comentário Categorias: Corrupção