ANUNCIE AQUI!
11/05/2020

Com mais de 500 casos de dengue, Tupã já pode “comemorar”?

Nesta mesma época do ano, em 2019, o município contava 3 mortes e mais de 2 mil casos da doença. A epidemia “abria” caminho para o processo de cassação do prefeito José Ricardo Raymundo (PV). Depois de números desencontrados, entre aqueles divulgados em 2019, e os de hoje, sob a coordenação de Marco Antônio de Barros, o “Marquinho da Dengue”, finalmente Tupã pode “comemorar” os feitos para conter os casos de dengue em Tupã? Assim como era previsto em 2018, que no ano seguinte o Brasil enfrentaria uma epidemia gigantesca, também era esperado para este ano situação idêntica. Os números de várias cidades da região confirmam essa expectativa negativa. Considerando que a epidemia é nacional e, portanto, todos os municípios brasileiros estão sujeitos às doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti, os 516 casos verificados em Tupã até sexta-feira, dia 8, já permitem dizer que os altos investimentos feitos pela prefeitura surtiram efeito significativo. Neste mesmo período do ano passado, em 9 de maio, a Secretaria de Saúde de Tupã divulgava o terceiro óbito por complicação da dengue. A vítima, de 86 anos, era do sexo masculino e moradora do Parque Universitário. O paciente estava Internado na UTI da Santa Casa, era hipertenso e sofria de insuficiência renal aguda. Além de registrar a terceira morte por ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 0 comentário Categorias: Política
29/04/2020

E DAÍ? Quem abrir, vai fechar

Prefeitos sentem-se aliviados com o fato da Justiça impedir abertura do comércio.  Os prefeitos de muitas cidades do interior paulista sentiram-se aliviados após pipocarem decisões judiciais impedindo a reabertura do comércio. Deu certo. Quem pensava em voltar ao trabalho, vai ter que aguardar a data limite do decreto do governo do estado, dia 10 de maio. Cidades como Tupã, Marilia, Presidente Prudente, Araçatuba, entre dezenas de outras pelo interior recorreram ao Judiciário na tentativa inócua de reverter decreto do governador João Doria (PSDB). Assim o fez, Caio Aoqui (PSD) e "acreditava" na eficácia da ação. Enquanto isso, nos bastidores, o governo do estado já discutiu até a possibilidade de estender o isolamento social até o dia 22 de junho e, pelo andar da “carruagem” do coronavírus, o distanciamento pode ser prorrogado no mínimo por mais uma vez. Ainda assim, considerando que o interior está atrasado em relação ao pico da curva da pandemia, não é difícil entender porque o vírus é que vai determinar os próximos passos das autoridades. Quem abriu para a retomada da economia, vai ter que fechar novamente. Já os municípios que se anteciparam terão que permanecer no “isolamento social” – com o comércio fechado pela incidência maior dos casos de Covid-19. A outra ameaça até para municípios que não registraram nenhum caso, ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 0 comentário Categorias: Política
22/04/2020

Caio Aoqui diz que não permitirá a abertura indiscriminada do comércio

Prefeitura entrou na Justiça para agilizar flexibilização do comércio, mas a ação é diferente da impetrada em Marília. Cartaz de divulgação de carreata de empresários causou polêmica após divulgação na fanpage.   O prefeito Caio Aoqui (PSD) procurou nesta noite (22) a reportagem do blog para explicar que os organizadores da carreata de sábado, dia 17, não utilizaram nenhuma imagem vinculando ele ao governador de São Paulo. De acordo com um dos líderes do movimento, a carreata que, segundo eles não tinha nenhum vínculo político, pedia apenas o impedimento do governador e o do presidente da Câmara Federal, Rodrigo Maia. Exatamente o que sugere o presidente Jair Bolsonaro, ao incitar seus seguidores e apoiadores, através das redes sociais. Sobre a mudança de posicionamento do prefeito Caio Aoqui após pressão de segmentos econômicos do município, a assessoria do chefe do Executivo encaminhou as justificativas para impetrar na Justiça pedido de liminar. Marília não obteve sucesso. O Executivo garante que a diferença está na autoria do pleito. Enquanto em Marília foi uma entidade que representa o comércio, em Tupã o pedido é do próprio governo municipal. AÇÃO IMPETRADA    A prefeitura entrou com ação civil na Justiça local nesta quarta-feira (22/04) buscando autonomia para regulamentar a reabertura do comércio, que está fechado desde o último dia 23 de ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 0 comentário Categorias: Política
22/04/2020

QUARENTENA: Prefeitos pressionados após decretos de isolamento social

Para quem não acredita que o coronavírus pode influenciar o futuro político de Tupã, percebeu que o mundo será outro, após a Covid-19. O prefeito de Tupã Caio Aoqui (PSD) e, assim como ele, centenas de prefeitos brasileiros estão enfrentando agora o segundo efeito da pandemia de coronavírus – o discurso radical bolsonarismo “é preciso trabalhar, sobreviva quem puder” diante da Covid-19, cita em artigo o doutor em filosofia pela PUC-RS Moysés Pinto Neto. Se num primeiro momento, os prefeitos foram eficazes na tomada de decisões para agilizar medidas que permitissem o isolamento social e de controle para retardar a entrada do vírus em seus municípios, agora, precisam lidar com os setores econômicos insatisfeitos com a demora para retornar ao trabalho. Desde o primeiro contato que o blog manteve com o prefeito, na manhã do dia 13 de março, para saber sobre a possibilidade de adiamento da Semana da Solidariedade, o chefe do Executivo tupãense não perdeu tempo. Decretou situação de emergência e determinou o isolamento social. Cancelou a feira (17 a 21), fechou escolas, comércio e instalou barreiras sanitárias na entrada da cidade, mas um mês depois, o que parecia ser uma decisão sabia, tornou-se um dilema, a partir do posicionamento do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Ao negar o perigo da Covid-19, compará-la ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 0 comentário Categorias: Política
30/03/2020

Veadores vão aproveitar “janela” para mudar de partidos para as eleições municipais

Apesar da Covid-19, as eleições estão previstas para 4 de outubro, mas já há PEC no Congresso para estender os mandatos de prefeitos e vereadores até 1º de janeiro de 2023. Ainda com a indefinição sobre a realização das eleições municipais previstas para este ano, o calendário eleitoral está sendo cumprido. E vence na próxima sexta-feira, dia 3, o prazo final para que vereadores aproveitem a “janela” para mudar de partido por justa causa sem perder o mandato. A decisão de alguns vereadores deve sair nas próximas horas. Já outros aproveitaram o isolamento social e o fim de semana para definir. Dos 16 parlamentares que recebem salários no Legislativo, incluindo Valter Moreno Panhosi, nove devem mudar de legenda. O presidente da Câmara de Tupã, pastor Eliézer de Carvalho aguardava até sexta-feira (27), uma posição partidária para tomar uma direção, se permanece ou não no PSDB. Os tucanos podem receber Renan Pontelli para fazer dobradinha com Caio Aoqui (PSD). O PSB, além de perder o vereador Renan, mais votado em 2016, Charles dos Passos Sanches pode “bater asas” para o PSD e o pastor Osmídio Fonseca Castilho  vai para o PL. Na mesma sigla se filiou Valter Moreno Panhossi, afastado do cargo de vereador por decisão da Justiça. Foi substituído por Luís Alves de ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 0 comentário Categorias: Política
24/03/2020

Vírus pode “determinar” futuro político de Tupã

A movimentação de bastidores, mesmo em período de quarentena, por causa de coronavírus direciona para um único caminho. A percepção da mensagem textual traça um panorama visual do atual quadro político tupãense, considerando as implicações provocadas por questões de saúde pública. Nunca na história local verificou-se a influência de endemia no resultado final de um processo político, seja no passado recente ou no presente. As perspectivas futuras, não são diferentes. Há de se lembrar que José Ricardo Raymundo (PV), foi cassado por suposta ineficiência no combate da infestação do mosquito Aedes aegypti – transmissor de uma série de doenças, entre elas dengue, chikungunya e zika vírus. Hoje, a pandemia da Covid-19, também poderá ser o "fiel da balança" nas eleições de outubro. Com o advento do coronavírus os ânimos estão à flor da pele, numa disputa velada envolvendo lideranças no âmbito da federação. O Brasil é uma federação constituída pela união indissolúvel entre a União, os estados, o Distrito Federal e os municípios. Não à toa, em meio a grande repercussão sobre a doença que faz o país parar, assistimos o presidente  Jair Bolsonaro (sem partido) se digladiando com os governadores pela liderança no processo de condução das ações durante a crise. Nos municípios, essa tendência não é diferente. Se essa liderança cabe ao chefe do poder ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 0 comentário Categorias: Política
22/03/2020

A dengue aumentou mais que 50% em Tupã, em meio a preocupação com a Covid-19

Ao contrário do que divulgou o vereador Paulo Henrique Andrade, comparativo sobre o mesmo período de 2019, aponta para o dobro de casos de dengue, em 2020, apesar de um alto investimento. Em meio a pandemia de coronavírus, a epidemia de dengue já é uma realidade no município. O comparativo mostra que no mesmo período do ano passado, 19 de março, a Secretaria Municipal de Saúde divulgou 144 casos confirmados de dengue, contra 284 neste ano. Os números do ano anterior foram repassados ao edil. Nesta segunda-feira, dia 23, esse número pode passar de 300. Até sexta-feira, dia 20, mais 30 pessoas aguardavam resultados de exames. O registro é de em média de 4 casos positivos por dia. Em 2019, foram registrados 754 óbitos pela doença transmitida pelo mosquito Aedes aegypti, ante 155 no ano anterior. Já em 2017, o balanço do Ministério da Saúde foi de 185 mortes. A série histórica do governo federal teve início em 1975. O ano passado fica atrás somente de 2015, quando houve quase 1,7 milhão de registros da doença no País, segundo o Sinan (Sistema de Informação de Agravos de Notificação), do ministério. Foi neste cenário nacional que Tupã registrou cerca de 6.100 casos e seis pessoas perderam a vida. A epidemia custou o cargo de prefeito de ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 0 comentário Categorias: Política
10/03/2020

DEBUTANTES: Quais desses vereadores serão reeleitos?

Dez dos 15 vereadores estrearam na 17ª legislatura da Câmara de Tupã, mas a renovação de dois terços não melhorou o desempenho do Legislativo. O fato foi admitido por um dos parlamentares debutantes - Antonio Carlos Meireles (PV), durante discurso na tribuna. “Esta é uma das piores Câmaras”. Meireles foi imediatamente repelido pelo seu xará, Antônio Alves de Sousa, o “Ribeirão” (PP). - Pior legislatura pra você pode fazer sentido, considerando seu fraco trabalho na Câmara - retrucou o decano. Para expressar esse sentimento de Meireles e da maioria dos eleitores tupãenses é preciso parafrasear o saudoso Ulysses Silveira Guimarães, que em 1987, acumulou a presidência da Câmara dos Deputados e a da Assembleia Nacional Constituinte, para elaboração da nova Constituição do Brasil. Ao responder a uma pergunta feita pelo jornalista Luís Costa Pinto sobre a capacidade daquele Parlamento produzir mudanças significativas nos costumes políticos a fim de corrigir erros do governo. — Está achando ruim essa composição do Congresso? Então espera a próxima: será pior. E pior, e pior… – respondeu o homem que empenhara a vida pela reconstrução democrática e pela devolução do Estado de Direito à sociedade brasileira. INOVAÇÃO É com o propósito de inovar e não apenas renovar conceito que o eleitor tupãense vai para as urnas no dia 4 de outubro. Às ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 0 comentário Categorias: Política
09/03/2020

Deputado federal acusa Waldemir de ser “político viciado” e “dono” do PSDB de Tupã

Segundo o deputado federal Alexandre Frota, se querem limpar a corrupção é preciso dar mais atenção ao estado. "Ex-prefeito de Tupã, Waldemir Gonçalves Lopes, (PSDB) está inelegível e tem mais de R$14 milhões de bens bloqueados pela justiça, mãos e ninguém do partido toma uma providência e tira esse cara". A matéria foi divulgada neste domingo (8), pelo portal Uol. O fato de o deputado fazer referência a Tupã e demonstrar conhecimento sobre o andamento de processo que o ex-prefeito responde pode ter estreita relação com sua assessoria. Frota nomeou seu amigo e personal trainer Jean Carlos Pereira Nunes como secretário parlamentar em seu gabinete em Brasília. Segundo as informações, Nunes é de Tupã. Durante as eleições presidenciais de 2018, Alexandre Frota também esteve na cidade. Não é a primeira vez que uma figura política do cenário nacional faz referências pejorativas ao município, em relação ao ex-prefeito Waldemir Gonçalves Lopes. A ex-primeira dama do estado, Deuzeni Trizoglio Goldman também fazia duras críticas ao político e sobre sua administração, com supostos indícios de corrupção. Leia também: Justiça Federal decreta indisponibilidade de bens de Waldemir no valor de R$ 14 milhões Recém-filiado, Frota diz que PSDB de SP tem donos e "político viciado" Antonio Temóteo Do UOL, em Brasília Há pouco mais de seis meses filiado ao PSDB, o deputado federal Alexandre Frota (SP) já critica ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 0 comentário Categorias: Política
04/03/2020

“OS DINOSSAUROS”: Quais desses vereadores serão reeleitos?

Cinco dos 15 vereadores da Câmara de Tupã são portadores de 26 mandatos, o equivalente a mais de um século de vereança.             Pela ordem de número de mandatos, Ribeirão lidera com 7, seguido por Amauri Mortágua com 6, Ninha com 5, Valter Moreno e Dra. Telma com 4 cada um. Somados os mandatos e multiplicados por 4 anos de cada legislatura - totalizam 106 anos, respectivamente de atuação no Legislativo. Mortágua teve um prorrogado de 4 para 6 anos. Antônio Alves de Souza, o "Ribeirão" (PP) lidera o ranking ao cumprir o sétimo mandato, dos quais, seis eleito de forma consecutiva. Há 28 anos frequenta os gabinetes e corredores da Câmara. E, como parlamentar tem assíduo acesso ao poder Executivo. Se elegeu para o primeiro mandato em 1992, e foi empossado no ano seguinte. Atuou como edil durante os governos de Jesus Guimarães, Manoel Gaspar (3 mandatos), Waldemir Gonçalves Lopes (2 mandatos) e Ricardo Raymundo/Caio Aoqui. Sempre se vangloriou de estar ao lado do prefeito que vence a eleição, com exceção da última, quando também foi derrotado nas urnas, e no apoio ao advogado criminalista Wagner Fuin (MDB). Nas eleições de 2016, Ribeirão alcançou apenas 568 votos e foi superado por Rudynei Monteiro, que obteve 603 votos. Como suplente convenceu seu colega de partido ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 0 comentário Categorias: Política