ANUNCIE AQUI!
15/10/2019

Irregularidades: Ribeirão, Ninha e Valter Moreno vão devolver muito dinheiro para a Câmara

Os três são remanescentes da legislatura de 2005/2008. Os valores corrigidos deverão atingir somas astronômicas, em comparação ao suposto benefício considerado irregular. Além dessa situação, Valter ainda foi afastado do Legislativo por corrupção ativa. De fato, o ano de 2019 não foi nada bom para o ex-presidente da Câmara de Tupã, Valter Moreno Panhossi (DEM). Liderava o governo de Ricardo Raymundo (PV) quando este foi cassado por ineficiência, agora, foi afastado do cargo de parlamentar pela prática de corrupção ativa, no caso envolvendo o vereador Tiago Matias (PRP), às vésperas das eleições para a presidência da mesa diretora. Deverá ser substituído por Luís Alves de Souza (PC do B). Durante diálogo gravado, Valter Moreno pedia o voto do edil, como recompensa por não ter instaurado processo para cassá-lo pela acusação de corrupção passiva, no caso em que envolvia o seu ex-assessor Fernando Oliver Amato e o suposto pedido para rachar o salário de secretário da Juventude, cargo que o depoente eventualmente ocuparia. Mas, além de Valter, outros dois parlamentares são remanescentes da legislatura 2005/2008, quando houve o aumento de seus próprios subsídios de forma considerada irregular: Antônio Alves de Sousa, “Ribeirão”, (PP) – presidente da Câmara à época e Augusto Fresneda Torres (MDB). O PROCESSO A terceira promotora de Justiça, Lucila Akemi Nakagawa, encaminhou o cumprimento ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 0 comentário Categorias: Justiça
14/10/2019

Quem traiu o ex-prefeito?

O ex-prefeito Waldemir Gonçalvez Lopes corre o risco de perder o PSDB, mas quem terá coragem de apresentar a nova nominata (relação de nomes) da nova chapa? Ao tomar conhecimento de que o Diretório Municipal havia sido destituído, Waldemir e o coordenador regional do partido Edson Schiavon foram ao gabinete do prefeito Caio Aoqui (PSD) cobrar explicações. A suspeita era a de que o prefeito em exercício estivesse por trás do golpe. Caio negou veementemente. Os tucanos têm dois parlamentares no Legislativo: o presidente da Câmara, pastor Eliézer de Carvalho e Telma Tulim. A destituição de um diretório ocorre pela Comissão Municipal, estadual ou outro órgão partidário superior, de forma abrupta, sem qualquer comunicação prévia. Foi o que ocorreu, no mesmo momento em que o ex-prefeito teve seus bens bloqueados pela Justiça Federal, no valor de R$ 14 milhões por conta de irregularidades em contratos nas obras de macrodrenagem. Um duro golpe para as pretensões do grupo para as eleições de 2020. Waldemir havia sido conduzido à presidência do PSDB a pouco tempo. O evento contou até com a presença do deputado estadual Mauro Bragato, aliado da líder de Caio Aoqui na Câmara, a vereadora Telma Tulim. A tese do grupo de Waldemir é que tudo foi orquestrado pelo prefeito e os vereadores do partido. Resta ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 0 comentário Categorias: Justiça
08/10/2019

“Fim do sigilo”: Lula comprou cachaça, uísque e rabada com cartão da Presidência

por Lúcio Vaz "O blog que fiscaliza o gasto público e vigia o poder em Brasília" O fim do sigilo sobre os gastos com cartão corporativo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva revelou alguns hábitos de consumo da presidência durante o governo do petista que incluíam cachaça de R$ 390 a garrafa, uísque envelhecido e vodka Absolut, além de carnes como picanha especial, filé mignon, bacalhau e muita rabada – o prato predileto dele. Tudo comprado com dinheiro público.  Reportagem publicada pelo blog no dia 5 de outubro mostrou que, no governo Dilma Rousseff, as compras para o Palácio da Alvorada também incluíam cachaça, vinhos, carnes raras e camarão de R$ 230 o quilo. Ela também alugou uma lancha por R$ 30 mil para passear no carnaval de 2012. Todos os valores citados na reportagem foram atualizados pela inflação. O sigilo das compras com cartão corporativo é mantido até o final do mandato para proteger a segurança do presidente da República e de seus familiares. O blog solicitou ao Palácio do Planalto, por meio da Lei de Acesso à Informação, em 7 de agosto, o acesso a todos os documentos que registram as despesas de Dilma, Lula e Michel Temer. Após um longo processo de autorização, os arquivos – em meio físico – foram ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 0 comentário Categorias: Justiça
03/10/2019

Justiça Federal decreta indisponibilidade de bens de Waldemir no valor de R$ 14 milhões

De acordo com a denúncia, o ex-prefeito permitiu enriquecimento ilícito de terceiros em obras e macrodrenagem. O blog vinha denunciando as irregularidades sistematicamente. Essa improbidade administrativa travou o município por 10 anos, inviabilizou outras administrações e causou enormes prejuízos à sociedade tupãense. O assunto é destaque hoje (3) em matéria publicada no jornal Diário. O Tribunal Regional Federal da 3ª Região, através do desembargador federal Fábio Pietro, ao julgar agravo de instrumento, tendo como agravante o Ministério Público Federal e como agravador Waldemir Gonçalves Lopes, José Roberto Rasi e Consórcio Tupã Ambiental, contra decisão que indeferiu o pedido de indisponibilidade de bens, em ação civil pública destinada a apurar eventual ato de improbidade administrativa, manteve a decisão. Acontece que o Ministério Público Federal afirma viabilidade da imediata decretação de indisponibilidade. “Na apreciação do contrato administrativo, o Tribunal de Contas do Estado de São Paulo teria identificado cláusula restritiva da competição, equívocos no detalhamento básico e omissão na fiscalização. Aduz que a conduta dolosa ou culposa dos réus teria gerado enriquecimento ilícito pela contratada. Sustenta que o objetivo da indisponibilidade seria assegurar o futuro ressarcimento público, motivo pelo qual o “periculum in mora” seria presumido, nos termos da jurisprudência do Superior Tribunal de Justiça”. Dessa forma, foi requerida a antecipação de tutela recursal, a fim ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 0 comentário Categorias: Justiça
21/09/2019

Prazo para adesão ao PERT foi prorrogado até 30 de novembro

A Prefeitura de Tupã, através da Secretaria Municipal de Finanças informa à população que foi prorrogado até o dia 30 de novembro, o prazo para os contribuintes que estão em débito com a prefeitura aderirem ao Programa Especial de Regularização Tributária (PERT) e renegociarem suas dívidas. O PERT tem a finalidade de facilitar a regularização de débitos de tributos vencidos até 31 de dezembro de 2018, por meio de benefícios de até 90% de desconto no parcelamento de débitos com a Fazenda Pública Municipal, ajuizados ou não ajuizados pela Secretaria de Assuntos Jurídicos. De acordo com o secretário municipal de Assuntos Jurídicos, Dr. João José Pinto, o PERT abrange tanto os débitos que ainda não estão ajuizados, quanto àqueles que já estão sendo cobrados em processos de Execução Fiscal. “O programa é destinado a proprietários de imóveis prediais, territoriais e de empresas inscritas no cadastro mobiliário do município”, disse. Para aderir ao programa, os interessados devem procurar a Central de Atendimento da Prefeitura, localizada no Paço Municipal. De acordo com o secretário municipal de Finanças, Wilson Quiles, o “Quilão”, este programa é a oportunidade certa para regularização dos débitos em aberto. “O PERT oferece condições diferenciadas, como a redução, ou até mesmo a exclusão dos juros e multas, então convido a população para que ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 0 comentário Categorias: Justiça
10/09/2019

Laércio deve deixar a Secretária de Saúde outra vez

Em situação idêntica, em 2013, o Ministério Público orientou a exoneração de Antônio Brito da mesma pasta. Conforme a matéria divulgada pelo Blog, em 30 de outubro de 2018, repete-se o fato 1 ano depois. A prefeitura confirmou ontem (9) a saída de Laércio Garcia no final deste mês por incompatibilidade do cargo que ocupa na municipalidade e de seu vínculo empregatício com a Santa Casa, já que o hospital recebe recursos da prefeitura para a manutenção dos serviços. Ainda no governo de Ricardo Raymundo (PV), o fato já havia sido questionado, mas à época, o próprio Laércio pediu exoneração. Agora, o prefeito Caio Aoqui (PSD) pretende exonerá-lo, por orientação do Ministério Público (MP). Em situação semelhante, o MP, através do promotor Rodrigo de Moraes Garcia determinou em 2013, primeiro ano do terceiro mandato de Manoel Gaspar (MDB) que o então secretário de Saúde, Antônio Brito (PSB) fosse desligado num prazo de 30 dias do cargo de diretor administrativo do hospital São Francisco e ou que fosse exonerado do cargo de secretário que exercia. Para o Ministério Público a nomeação de um diretor de uma unidade hospitalar que recebe subvenção do município e, ao mesmo tempo, é ordenador de pagamento para a iniciativa privada, configurava conflito de interesses, ofensivo ao princípio constitucional da moralidade ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 0 comentário Categorias: Justiça
05/09/2019

Escândalo que envolve Marília causa racha em equipe da Lava Jato

por Leonardo Moreno Marília e seu ex-prefeito José Ticiano Toffoli, irmão do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, estão no centro de uma polêmica envolvendo a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, e a demissão de seis procuradores da Lava Jato. As informações constam em reportagem publicada pelo jornal O Globo na noite desta quarta-feira (4). O contexto é de tentativa de recondução ao cargo por Dodge, que estaria contando com apoio do presidente do STF e de Rodrigo Maia (DEM-RJ) nos bastidores. Acontece que Dodge pediu para arquivar preliminarmente trechos de uma delação premiada sobre o ex-prefeito de Marília, Ticiano Toffoli, e também sobre Maia. A delação foi feita pelo empreiteiro Léo Pinheiro, da construtora OAS. De acordo com ele, o irmão do ministro Dias Toffoli teria recebido caixa dois e propina enquanto comandava a Prefeitura de Marília. Já Maia teria recebido caixa dois. As demais partes da delação teriam sido encaminhadas para homologação por parte da procuradora-geral. Em forma de protesto, segundo O Globo, o grupo de trabalho da Lava Jato na Procuradoria-Geral da República formalizou um pedido de demissão coletiva. Os procuradores são Raquel Branquinho, Maria Clara Noleto, Luana Vargas, Hebert Mesquita, Victor Riccely e Alessandro Oliveira. Em uma manifestação nas redes sociais os procuradores citaram “grave incompatibilidade” em um posicionamento enviado por Dodge ao ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 0 comentário Categorias: Justiça
03/09/2019

Caio decreta luto oficial pela morte do ex-governador Alberto Goldman

Responsável por várias conquistas para cidade, Goldman foi homenageado com título de Cidadão Tupãense em 2009. O prefeito Caio Aoqui decretou nesta segunda-feira (02) luto oficial por três dias, em homenagem ao ex-governador Alberto Goldman, que morreu domingo, em São Paulo, aos 81 anos. De acordo com o chefe do Executivo, o decreto 8.854, assinado ontem, é o reconhecimento do poder público tupãense pelas inúmeras conquistas viabilizadas por Goldman e que contribuíram diretamente para o desenvolvimento de Tupã e a melhoria da qualidade de vida dos tupãenses. Segundo Caio, além da lisura política e pessoal, Goldman sempre se destacou pelo espírito público e pela coerência política, além de ter sido um dos grandes nomes na luta contra a ditadura militar e pela redemocratização do país. “Tive a honra de conhecer o ex-governador Alberto Goldman e aprender muito com sua conduta política, sempre coerente com seus ideais e plenamente compromissado com a democracia. Goldman também deixou um legado de conquistas e realizações em prol da nossa cidade.Tupã teve o privilégio de contar com um representante da magnitude de Goldman, que teve participação fundamental em diversas conquistas históricas que realmente contribuíram para a melhoria da nossa cidade e para o bem estar da nossa população”,  lembrou. Caio destacou também que Goldman deixou seu nome registrado não só ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 0 comentário Categorias: Justiça
02/09/2019

Ex-governador Alberto Goldman colaborou com Tupã e sofreu decepção com ex-prefeito

O ex-governador Alberto Goldman foi um grande colaborador do município, enquanto deputado federal, nas gestões de Manoel Gaspar (1997/2000 e 2001/2004). O corpo dele está sendo sepultado em SP.  Uma das obras viabilizadas pelo ex-parlamentar foi a interligação da Avenida Tabajaras com Silvio Bolcato, no Parque Ibirapuera. A proximidade com o município também teve estreita relação com o fato de ter sido casado por mais de 32 anos com a tupãense Deuzeni Trisoglio, 68 anos. A designer, paisagista e ex-primeira-dama de São Paulo durante a gestão do governo de São Paulo em 2010 foi crítica contundente da política ambiental da administração de Waldemir Gonçalves Lopes (PSDB). O ex-prefeito não cumpriu nenhum TAC - Termo de Ajuste de Conduta com o Ministério Público e deixou multas milionárias para a municipalidade. Dez anos depois, a atual administração precisa cumprir os acordos com o plantio de 80 mil mudas de árvores, mas não possui áreas. Outra situação que causou desconforto entre o Palácio dos Bandeirantes e o Paço Municipal foi a realização de fraudes em concursos públicos, fatos que resultaram na condenação de Waldemir por improbidade administrativa e que lesou centenas de pessoas. Leia também: TJ mantém condenação de Waldemir por fraude em concurso público em Tupã-SP A morte de Alberto Goldman foi sentida profundamente por familiares de sua esposa em ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 0 comentário Categorias: Justiça
23/08/2019

Fernando Itapuã assume gerência regional da CDHU em Marília

"A gente faz política para melhorar a vida das pessoas". A habilidade política de Itapuã despertou o interesse de vários partidos e do governo estadual. O governador João Doria (PSDB), através do secretário estadual da Habitação, Flavio Amary nomeou gerente regional da Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU), o ex-prefeito de Quintana, Fernando Branco Nunes, o popular Fernando Itapuã (PSD). Itapuã assume o lugar que vinha sendo ocupado pelo engenheiro e ex-secretário de Obras municipais de Marília, Antônio Carlos Nasraui, o “Ninho”. O engenheiro é tradicional aliado político dos Camarinha. Em entrevista concedida ontem à Jovem Pan – Marília, o ex-prefeito disse que pretende somar à equipe da regional do órgão e contribuir no atendimento aos mutuários, agilizando a prestação de serviços aos mais de 50 municípios sob a jurisdição da CDHU. - A expectativa é das melhores. A gente faz política para melhorar a vida das pessoas e, nessa nova empreitada, para auxiliar na realização de um sonho de toda família, que é conseguir uma moradia. DINÂMICO Fernando Itapuã é considerado uma jovem liderança na região Oeste do estado. Por oito anos foi o chefe do Executivo de Quintana e fez sucessor na gestão municipal. Em 2008, filiado ao então PSC, aos 28 anos foi eleito um dos mais jovens prefeitos do Estado. Em 2012, ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 0 comentário Categorias: Justiça