ANUNCIE AQUI!
28/10/2011

Declaração em Cartório apontou nomes de favorecidos no concurso da Prefeitura de Tupã

A declaração em Cartório Oficial de registro de títulos e documentos da Comarca de Tupã feita em 29 de setembro, três dias antes do concurso público realizado pela Prefeitura de Tupã, apontava que o processo poderia beneficiar secretários municipais, entre os quais, Adriano Rogério Rigoldi (Governo) e outros filiados e simpatizantes do PSDB. Também que o "concurso público" que atraiu cerca de 1.300 pessoas, teria caráter "fechado" com a intenção de efetivar em cargos públicos agentes políticos e outras que estrita relação pessoal com a administração de Waldemir Gonçalves Lopes (PSDB). O concurso foi executado por uma empresa de Indaiatuba chamada Equipe Consultoria e Assessoria que já realizou concurso para a Prefeitura de Tupã, em 2009. Também organizou os concursos para diretor de escola que contemplaram as secretárias Carla Ortega Brandão (Educação) e Aracelis Gois Morales (Cultura e Turismo). Os concursos anteriores foram um sucesso. O entrosamento foi perfeito. A sincronia estabelecida levou até a secretária Carla a presidir a Comissão desse último concurso que além de poder beneficiar Adriano Rigoldi e o também secretário de Meio Ambiente Eliseu Borsari Neto, foi generoso ainda com integrantes do segundo escalão. Na declaração feita pelo Blog registrada e averbada em Cartório sob nº R.23.504.-LV.B-36-FL. 185Vº também aparecem os nomes de outros possíveis felizardos: ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 5 Comentários Categorias: Política
27/10/2011

Ex-líder sabia que secretário de Governo ia passar no concurso

A ex-líder do prefeito de Tupã, vereadora Telma Tulim (PSDB) sabia por antecipação que o secretário de Governo, Adriano Rogério Rigoldi iria ser possivelmente contemplado com uma das vagas de Fiscal de Renda Municipal. Tulim tomou conhecimento através do vereador Antonio Alves de Souza, "Ribeirão" (PP). O parlamentar Valdemar Manzano Moreno (PDT) desconfiou logo de início quando da retificação da Lei que permitiria alterar exigências do edital, desconsiderando a necessidade de carteirinha da OAB. "Isso está me cheirando querer beneficiar alguém que vai prestar esse concurso e não possui estes documentos", alertou Manzano. Foi neste momento que Ribeirão foi interpelado pela Tulim em tom de exclamação: "Meu filho tá ralando pra caramba e eles vão fazer isso?!", se referindo ao concurso da Prefeitura com "cartas marcadas" . Partindo desse principio, é possível afirmar que a Câmara não só desconfiou que o processo seria uma imoralidade, mas nenhuma outra providência mais concreta teria sido tomada. Telma Tulim tira satisfações com o secretário de Administração, Willian Manfré sob alegação de que ele a teria convencido de que aquele detalhe da carteira da OAB, não teria qualquer significado. Apesar de ter "ralado" nos estudos para o concurso da prefeitura, exatamente para Fiscal de Renda, o filho da parlamentar que é advogado, ficou bem distante da estratégica colocação do bacharel, ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 0 comentário Categorias: Política
27/10/2011

Exclusivo: Ministério Público deve agir para impedir incineração de documentos

O Ministério Público de Tupã deve notificar a Prefeitura sobre a necessidade de preservar documentos relacionados ao famigerado concurso público que tornou-se o assunto mais discutido em toda a cidade. É que pairam suspeitas de irregularidades em todo o processo que atraiu cerca de 1.300 pessoas para vários cargos disponibilizados. Mas, apadrinhados políticos e até secretários municipais aparecem com os nomes relacionados como aprovados. Outros concursos feitos anteriormente nas áreas do turismo, educação e saúde já haviam indícios de manobras para apenas efetivar quem a administração queria. Uma informação de fonte fidedigna afirmou que as provas eram corrigidas e acertadas nos gabinetes dos respectivos secretários. Rascunhos e documentos que poderiam elucidar a fraude eram destruídos rapidamente. Dois locais teriam sido usados para apagar qualquer prova que comprometesse a maracutaia do "concurso" dirigido, sempre pelo secretário de Governo Adriano Rogério Rigoldi. Um destes pontos teria sido a área da Represa do 7 de Setembro. "O outro local, foi no incinerador da Santa Casa de Misericórdia de Tupã", informou uma testemunha que prefere não se identificar temendo violentas represálias. O incinerador era fornecido pela provedoria do hospital, cujo um dos diretores teria afinidade com o secretário de Governo. A propósito, neste concurso, ele foi um dos possíveis beneficiados, além do secretário de Meio Ambiente Eliseu Borsari Neto. O ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 4 Comentários Categorias: Política
27/10/2011

Bacharel: alteração no edital levantou suspeita de concurso fraudulento

Um alteração na lei para retificar o edital do concurso da prefeitura de Tupã, permitindo que para Fiscal de Renda do Município, não houvesse a necessidade de carteirinha da OAB, foi o que fez aumentar a suspeita de que o processo cheirava fraude. Com a medida, o secretário de Governo Adriano Rogério Rigoldi (PSDB) não só se inscreveu para o cargo como passou em sexto. Resta saber quem são as pessoas que estão à frente dele. Importante: os candidatos que participaram do concurso da Prefeitura têm prazo só até hoje (27) para recorrer do resultado. Documentos podem ser incinerados logo nas primeiras horas desta sexta-feira (28). A denúncia apresentada pelo Blog, já repercute dentro da Prefeitura e o secretário de Administração Willian Manfré que também ocupa a pasta da Saúde é suspeito da manobra no edital que beneficiou o braço direito do prefeito Waldemir Gonçalves Lopes. Ele retorna da pescaria nas próximas horas e vai ter mais esse "peixe" para tirar a escama.

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 5 Comentários Categorias: Política
26/10/2011

Próximo prefeito de Tupã vai ter que “engolir” secretários do Waldemir

Se continuar nessa balada, o próximo prefeito de Tupã vai ter que engolir os secretários do atual prefeito Waldemir Gonçalves Lopes (PSDB). Aracelis Gois Morales (cultura e Turismo), Carla Ortega Brandão (Educação), Adriano Rogério Rigoldi (Governo), Eliseu Borsari Neto (Meio Ambiente) e outros. Sem contar inúmeros outros que ocupam cargos de segundo escalão e, que também prestaram concurso público, nos últimos tempos. Sem nenhuma celeuma a administração de Waldemir Gonçalves Lopes, tem cometido infrações graves sem qualquer tipo de remorso ou preocupação de camuflar a defesa dos interesses meramente pessoais. Aliás, ele mesmo costuma dizer numa tentativa de intimidar concorrentes partidários com a seguinte expressão: “se está comigo, tudo bem, caso contrário, a gente mata no ninho”! Essa metodologia política administrativa tem sido levada à risca. Quem está com ele é protegido sob as asas tucanas. Quem não lê a sua cartilha chamada “Caminho Suave” é morto no próprio ninho tucano e jogado para fora da administração. A situação chegou a tal ponto de promiscuidade que colocou em xeque até a possível credibilidade do concurso que a Câmara vai realizar. Mas, o presidente do Legislativo, Luis Carlos Sanches (PTB) garantiu à reportagem que o processo será limpo e com fiscalização rigorosa. Já no concurso da Prefeitura de Tupã que teve inscrito cerca ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 7 Comentários Categorias: Política
21/10/2011

Eu, prefeito III? Waldemir também foi pescar; não vou mais

Se o prefeito fisgar 10 peixes, cada um custará R$ 800,00 aos contribuintes tupãenses Eu não sou prefeito e não sou pescador. Sou mentiroso e só! Não tenho “Paço”, ao passo que Waldemir Gonçalves Lopes (PSDB) além de ser pescador, é prefeito e não mente. Ele engana, o que é diferente de mentir, segundo peritos forenses que investigam a mente humana. O mentiroso acredita até mesmo naquilo que ele conta que fez, sem nunca ter feito. Ele fantasia histórias e estórias. O enganador é mais perspicaz. Para ele não basta mentir, é preciso provar que tudo o que faz é oficial. Só falta assinar o delito como um serial killer. Ele falseia a verdade. Afinal, Waldemir não mentiu que estava doente. Há um pseudo atestado, assinado por um médico acima de qualquer suspeita, humano e prestador de serviço público. Eu, prefeito? Ele seria meu secretário da Saúde. Eu não sou prefeito, sou mentiroso! Não tenho gabinete. Mas foi do gabinete que surgiu a idéia mais brilhante de falsear a verdade. A assessoria do prefeito Waldemir Gonçalves Lopes, idealizou uma nota social para justificar os comentários sobre a pescaria. Waldemir não enganou a 10 vereadores. Todos sabiam que ele verdadeiramente iria pescar e a legislação municipal lhe dá esse direito, não ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 7 Comentários Categorias: Política
20/10/2011

Eu, prefeito II? Preciso arrumar uma doença compatível com lazer

Não é fácil ser prefeito. Até para ficar doente a gente tem que tomar cuidado. Tem que escolher uma doença compatível que combine com lazer e entretenimento. É verdade que não preciso dar satisfações para ninguém, já fui eleito e reeleito mesmo. Mas, preciso fazer sucessor. Pensando bem, além de arrumar uma doença, é necessário encontrar um médico, vai que a coisa fica séria. Ainda bem que a saúde do município está humanizada. Não há filas, tem todas as especialidades; vou procurar um médico da rede mesmo, ele vai conseguir diagnosticar o meu problema. Certeza que vai ser compatível com a necessidade de distrair a cabeça. Uma pescaria seria o ideal. “Caramba, o doutor nem precisou me periciar e já está pronto o atestado? Como a saúde municipal é eficiente e ainda o povo reclama! Ainda bem que só precisei do atestado”, penso eu. A eficiência foi tamanha que arrumaram até o problema de saúde. Estresse. Agora, é só ajeitar a documentação, a Câmara aprovar minha licença e tudo vai parecer legal, apesar de imoral. A Lei Orgânica O meu vice e versa só pode me substituir em caso de licença e ele não poderá recusar-se, sob pena de extinção do mandato. É o que reza a Lei Orgânica Municipal (LOM). Enquanto a Câmara ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 3 Comentários Categorias: Política
18/10/2011

Eu, prefeito? É mentira de pescador!

Parece nome de filme. “Eu, robô”? Não sou de ferro! Eu, prefeito? É mentira de pescador! 23h50 desta terça-feira (18) acordei às 4 horas, no horário de verão, portanto, com relógio biológico entendendo que ainda os ponteiros marcavam 3 horas da madrugada. Estou cansado, estressado e daqui a pouco, às 4 horas desta quarta-feira (19) estarei em pé para mais uma jornada, assim como tantos trabalhadores que não são robôs e nem prefeitos, porém, também estressados. Peço licença aos leitores e prometo que dentro de 11 dias, concluo o pensamento.... 16h20, do dia 19 de outubro, me recordo que no final do ano passado, fiquei meio desorientado, apesar de não ser prefeito. Sem ter como descansar, procurei o meu médico da preferência do Plano Funerário e fui a uma consulta. Paguei R$ 200,00 e, em segundos veio o diagnóstico: “você está com distúrbio psicológico”! Seria um forte estresse que poderia caminhar para uma possível depressão ou síndrome do pânico ou algo semelhante. Ah, antes de sair pedi um atestado médico para justificar minha ausência em compromissos assumidos. Afinal não tenho vice e versa. Sem nunca ter passado por isso, fiquei nervoso e logo me lembrei daquela música sertaneja que diz, “ta nervoso, vai pescar”! Que pescar que nada, afinal trabalho na ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 0 comentário Categorias: Política
14/10/2011

Bruno Covas se defende sobre venda de emendas

A Câmara de Tupã realizou ontem (13) sessão solene de entrega do Título de “Cidadão Tupãense” ao Secretário de Estado do Meio Ambiente Bruno Covas. Momentos antes de receber o título, Bruno Covas recebeu a reportagem que o entrevistou sobre a denúncia feita pelo Jornal Estadão que o aponta como o recordista de emendas como deputado. A matéria publicada nesta quarta-feira (12) o deixa sob suspeita de liderar o suposto esquema de venda de emendas feita pelo deputado de Birigui Roque Barbieri. A propósito, uma das cidades mais contempladas com verbas liberadas pelo então deputado Bruno Covas é da região de atuação de Barbieri. Sobre a denúncia, de suposto esquema de venda de emendas na Assembléia Legislativa, o deputado Roque Barbiere (PTB-SP), disse que entregará ao Ministério Público "indícios muito sérios" da participação de até nove deputados e ex-deputados. Ele afirmou à Folha também na quarta-feira (12), por telefone, que vai marcar reunião na próxima semana com o promotor Carlos Cardoso para dar os nomes. Barbiere não quis revelar nomes nem bancadas porque, disse, isso poderia atrapalhar a investigação que promove para juntar indícios e testemunhas. Em entrevista a Rodrigo Vizeu disse que tem uma testemunha, cuja identidade não revela, para levar à Promotoria. Ele também disse que tem um prefeito "disposto a depor", mas que vai ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 0 comentário Categorias: Política
13/10/2011

Vereador perde cargo acusado de assédio com celular da Câmara de Guararapes

Luiz Antônio Fávaro poderá ficar afastado da política por 8 anos. Ele teria feito quase 80 ligações para uma mulher casada. Da Redação / TV TEM advogado de defesa do vereador Luiz Antonio Fávaro, de Guararapes, deve entrar com recurso nesta quinta-feira (13), contra a sentença da Justiça que determinou a cassação do parlamentar. No processo, ele é acusado de usar o telefone celular da câmara para fins particulares. O vereador teria ligado 79 vezes para uma mulher, que segundo a Justiça, o acusa de assédio. A defesa do vereador nega as acusações. Se a condenação for confirmada, o vereador terá de deixar o cargo e ainda pagar o custo dos telefonemas. Mas, por enquanto, ele permanece exercendo a função normalmente. Na região de Tupã Na região de Marília, parlamentar fornece o celular corporativo da Câmara, restrito ao uso dos vereadores para uso pessoal da amante. Assim, o assédio fica oficializado dos dois lados e só a quebra do sigilo telefônico seria capaz de identificar a ligação perigosa.

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 0 comentário Categorias: Política