ANUNCIE AQUI!
13/08/2011

Waldemir começa nomear secretárias “aprovadas” em concurso para garantir futuro emprego

Muitas pessoas teriam sido surpreendidas com publicação feita pelo prefeito de Tupã, Waldemir Gonçalves Lopes (PSDB), exonerando a secretária de Cultura e Turismo, Aracelis Góis Morales e no mesmo ato, nomeando-a para ocupação do cargo de turismóloga. Neste caso, a exoneração se faz necessária para ocupação de um cargo a qual a secretária foi “aprovada” em primeiro lugar. Fato este que teria sido questionado até junto ao Ministério Público de Tupã. Mas este não teria sido caso único nos dois poderes constituídos do município. Assim como na Câmara, uma candidata protegida do ex-presidente Antonio Alves de Souza, “Ribeirão” (PP), passou também num concurso em primeiro lugar. A secretária da Educação também foi muito bem. As duas secretárias já têm garantido os próximos empregos na administração pública por tempo indeterminado. Não estou questionando a capacidade das duas, ao contrário e também é um “direito” que lhes assiste, mas, assim como mulheres públicas, deveriam ter dado oportunidade de igualdade aos demais participantes do famigerado concurso “público”. Como nota-se, primeiro vem a nós e, depois para vocês. Com todo respeito por vocês, como diria o slogan do prefeito Waldemir. Com a exoneração e ao assumir o cargo temporariamente por até 30 dias, Aracelis Góis Morales já garante a ocupação oficial do cargo que o “concurso público” lhe conferiu. ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 5 Comentários Categorias: Corrupção
08/08/2011

Ribeirão negociou calote de Vaccarezza com micro-empresário tupãense

Apesar de ter rebatido a acusação de calote de campanha com fornecedores e colaboradores, o líder do governo na Câmara dos Deputados, Cândido Vaccarezza (PT) autorizou sua assessoria em Tupã a contornar a situação. O assunto de ordem particular, política e partidária do petista foi resolvido na sala do coordenador da TV Câmara, Antonio Alves de Sousa, Ribeirão (PP) foto ao lado (fonte: site Câmara). Participaram da negociação, o assessor de Vaccarezza, em Tupã, Thiago de Sousa, sobrinho do vereador Ribeirão, o ex-secretário de Administração e Finanças, Walter Bonaldo Filho e o micro-empresário tupãense Paulo Cezar Madureira. O encontro, segundo Ribeirão, também serviu para que o pessoal se “conhecesse”, já que segundo ação movida por Paulo Madureira, a assessoria de Vaccarezza alegava que sequer o conhecia. A denúncia ganhou repercussão nacional através da Agência Estado e veja.abril.com.br em publicação no dia 12 de abril. Naquela semana, Ribeirão viajou para São Paulo e manteve a primeira reunião com Paulo Madureira, assumindo compromisso de diminuir o prejuízo do empresário do ramo gráfico. De acordo com a denúncia feita pelo Estadão, o deputado teria dado calote em cabos eleitorais em cidades como Marília, Tupã, Bastos, Lucélia e Osvaldo Cruz. Vaccarezza foi segundo o próprio Jornal Estadão, um dos responsáveis pelo investimento de R$ 25 milhões, para a implantação de ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 3 Comentários Categorias: Corrupção
06/08/2011

Empreiteira que ganha licitação na Prefeitura reforma casa de secretário de Governo

Os envolvimentos sob suspeitas na administração de Waldemir Gonçalves Lopes (PSDB) continuam. É difícil saber o que é público ou privado e vice-versa. Enquanto o patrimônio de alguns cresce de foram a causar inveja em qualquer Palocci (PT) ex-ministro do governo Dilma Rousseff, o secretário de Governo Adriano Rogério Rigoldi (PSDB) continua usando da estrutura do Poder para ampliar o patrimônio. Proporcionalmente o patrimônio do secretário aumentou mais que o do ex-ministro Antonio Palocci, acusado de ter o patrimônio aumentado em mais de 20 vezes, nos últimos seis (6) anos. Em 7 anos, Adriano aumentou o seu patrimônio de zero a no mínimo R$ 500 mil (meio milhão). Comprou chácara e casa e a reforma teria sido de causar inveja. Estaria sendo executada ou já foi completada, através de uma empreiteira que segundo informações cobraria o equivalente a R$ 50 mil mensais. A Construtora é uma que nos últimos anos conseguiu ganhar várias licitações públicas junto à administração. Primeiro, se o secretário teria R$ 50 mil mensais para custear a reforma do imóvel. Já estaria sob suspeita do Ministério Público e, se não tiver, a situação pode se complicar. Qual a garantia teria para comprovar uma situação ou outra? A primeira impressão que fica seria uma troca de favor. Aliás, que não “custaria” nada ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 2 Comentários Categorias: Corrupção
04/08/2011

Agricultura Familiar: Conab, órgão do governo Federal, também usa “laranja”.

Coincidentemente, as mesmas denúncias que o Blog fez sobre o Programa de Agricultura Familiar (PAF) no município de Tupã, sobre o possível uso de “laranja”, também pesa contra o órgão fiscalizador do governo federal, a Conab. A prefeitura de Tupã teme que o Programa seja interrompido no município por conta do impasse criado com a entidade dos Vicentinos por conta de possível nota superfaturada e, do uso da Associação dos Bananicultores como eventual “laranja” para a implantação do PAF no município. O pior, é que a entidade que tem a responsabilidade de fiscalizar a aplicação do Programa do governo federal é a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) também é apontada por uso de “laranjas”, para desviar recursos dos cofres públicos. Aliás, o ministro da Agricultura, Wagner Rossi, esteve nesta semana no Congresso Nacional dando explicações sobre as denúncias de irregularidades na pasta. Em uma das denúncias mais graves, o ex-diretor financeiro da Conab, Oscar Jucá Neto, em entrevista à reportagem da Revista Veja, disse que o ministério só tem bandidos. É verdade que ele só denunciou depois de ser demitido, mas isso não impede de ratificar o que o interior do Brasil já começou descobrir: base aliada do PT instituiu e “democratizou” a corrupção no Brasil. O que antes era restrito apenas ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 1 comentário Categorias: Corrupção
02/08/2011

Associação dos Bananicultores pode ter sido “laranja” da Prefeitura e levou calote no PAA

O Programa de Aquisição de Alimentos (PPA) em tupã que tinha tudo para dar certo, começou a perder credibilidade, por falta de transparência com as entidades. As suspeitas começaram ser levantadas pelo presidente dos Vicentinos, Valter Moreno Panhossi (PMN). Tudo por conta de uma prestação de contas com valores além do que a entidade teria consumido. Se não bastasse essa desconfiança que quase levou Panhossi ao Ministério Público, o encontro que tentou esclarecer dúvidas sobre o Programa (inclusive com a reportagem do Blog) ficou ainda pior. O Programa que tem origem no Agricultura Familiar “Fome Zero”, do governo federal, em Tupã está fadado ao fracasso por desinteresse da Prefeitura. Foram os próprios técnicos da Secretaria da Agricultura que confirmaram esse descaso. O ex-secretário da pasta, Edson Schiavon (PSDB) teria dado o calote na Associação dos Bananicultores. O presidente da entidade, Francisco Okuyama, teria sido convencido a legalizar a Associação, sob alegação que teria total respaldo, inclusive de restituição do dinheiro investido, com as despesas de cerca de R$ 2 mil. Sem o registro, a entidade não poderia ser parceria do Programa. Okuyama acertou a documentação, tirou dinheiro do próprio bolso para beneficiar a administração de Waldemir Gonçalves Lopes (PSDB). A Camap simplesmente havia desistido da parceria. Hoje Okuyama escuta falar que a entidade sabia que para ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 0 comentário Categorias: Corrupção
01/08/2011

Recesso serviu para “desenhar” nova plástica à “imagem” da Câmara de Tupã

Em uma das várias sentenças que me absolveram ao longo da carreira, sobre suposto crime contra a extinta lei de imprensa; neste caso, em Marília, o juiz José Roberto Nogueira Nascimento proferiu em palavras sinônimas: “a vida do homem público, também é pública”. “É de interesse público, o padre que viola a confissão; o homem público viciado em conduta não recomendável ou mesmo que seja um simples motivo de observação da sociedade”, sentenciou o magistrado. Então, baseado neste preponderante fato sentencial é passível que um veículo de comunicação faça considerações sobre atos que gerem notícias mesmo que de fórum íntimo e pessoal de um cidadão público. Exemplo, a imprensa especulou e noticiou se Ronaldo “Fenômeno” havia feito lipoaspiração, para extrair fartas gorduras abdominais. Assim sendo, diante da existência de um fato, narramos a seguinte preocupação que todo homem público tem que possuir com sua imagem pessoal, profissional e, sobretudo, para causar boa impressão política. Aliás, a primeira impressão é a que fica. Mas quando isso não acontece, não custa nada dar uma “força” para melhorar o visual para aparecer em público, seja num comício, reunião ou numa sessão, principalmente agora com o advento da TV Câmara, “a TV do Povo”. É notável que uma maquiagem ajude diante às câmeras, mas nada mais “natural” que o próprio ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 0 comentário Categorias: Corrupção
31/07/2011

IP 189: Sindicância Administrativa seria a providência de um governo sério

O IP acima de domínio do governo de Tupã, foi à origem de um e-mail enviado ao Blog, questionando a matéria postada em 27 de julho, sob o título “Administração truculenta: usando ferramenta pública, Prefeitura de Tupã ataca a imprensa”. Em qualquer administração pública séria, o email abaixo, deveria ser objeto de uma Sindicância Administrativa para apurar eventuais responsabilidades. Caso contrário, ficam sob suspeitas todos os funcionários da pasta e, inclusive, o próprio secretário, Benedito Rodrigues Gonçalves (PPS). Secretaria Municipal de Agricultura agricultura@tupa.sp.gov.br 189.20.219.66 Enviado em 27/07/2011 as 7:58 "Como que uma pessoa escreve alguma matéria sem ter noção nenhum sobre os fatos que ocorreram e depois de publicada procura se retratar. É já não se formam Jornalistas como antes", diz texto da Secretaria da Agricultura. Mas esta não é a primeira vez que a administração Waldemir Gonçalves Lopes (PSDB) e César Donadelli (PV) usam de meios sombrios para colocar em xeque a própria administração, cujo prefeito não se cansa de dizer que a honestidade da administração dele, está acima de tudo. Foi através de um e-mail que o ex-secretário de Administração e Finanças, Sérgio Dias Lopes, numa conversa sob suspeita com um prefeito da região, sugeriu corrupção na administração tupãense e, mais, teria dito, “eu ganhei apenas uma garrafa de vinho”. Ele se referia sobre possíveis licitações ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 2 Comentários Categorias: Corrupção
28/07/2011

Presidente de entidade defende transparência no Programa de Agricultura Familiar

O presidente da Sociedade São Vicente de Paula, Valter Moreno Panhossi (PMN) estranhou durante reunião na segunda-feira (25) na sede da Secretaria da Agricultura, que um dos principais Programas do governo federal, em parceria com os municípios, em Tupã, é feito à revelia. As entidades assinam um papel com suposto consumo de produtos (legumes, verduras, mel e outros) sem nenhum controle; as notas não apresentam quantidade em quilos entregues e nem valores das mercadorias. Na administração pública não há espaço para acreditar de forma subjetiva que os agentes públicos estão agindo de forma a beneficiar uma maioria ou por um bem maior. É preciso mais que isso. Por sorte dessa estrutura amadora e insuficiente para gerir um Programa tão importante, que o Ministério Público se demonstra incapaz de averiguar a apurar a maioria das denuncias. Mesmo com propaganda na televisão dizendo que pode ser apresentada qualquer denúncia anônima que ela será investigada pelo Ministério Público, em Tupã, isso soa como mentira. Nem com representação assinada ou denúncia pela imprensa se consegue essa façanha. Na administração pública, os agentes devem seguir regras e a legislação. Não é como na iniciativa privada em que é preciso acreditar nas boas intenções do empresário que, de repente resolve ajudar uma comunidade. Neste caso, até que se prove o contrário o ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 0 comentário Categorias: Corrupção
27/07/2011

Administração truculenta: usando ferramenta pública, Prefeitura de Tupã ataca a imprensa

A Prefeitura de Tupã, através da administração de Waldemir Gonçalves Lopes (PSDB) continua usando de truculência para debater o contraditório. Depois de criticar a Câmara, por causa do balcão de trocas; advogados e o Judiciário, por conta das ações para custear remédios de alto custo; agora foi a vez do Blog – Jota Neves. Secretaria Municipal de Agricultura agricultura@tupa.sp.gov.br 189.20.219.66 Enviado em 27/07/2011 as 7:58 "Como que uma pessoa escreve alguma matéria sem ter noção nenhum sobre os fatos que ocorreram e depois de publicada procura se retratar.É já não se formam Jornalistas como antes", diz texto da Secretaria da Agricultura. O email acima foi enviado na data desta quarta-feira (27) às 7h58, cuja origem foi a Secretaria Municipal de Agricultura, conforme demonstrativo. Verifica-se qual a truculência não seria capaz contra um anônimo cidadão ou até mesmo os funcionários humildes da administração que não se cansam de reclamar do assédio moral e psicológico que enfrentam. A essência da administração pública pressupõe exatamente o oposto das atitudes do governo de Tupã. São fundamentos básicos do Poder público a transparência, a impessoalidade e a probidade administrativa. Quando um funcionário público, seja ele qual for, um secretário ou o próprio prefeito, usa da estrutura da administração para tentar ofender, denegrir, agredir quem quer que seja, comete uma grave falta. Falta da ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 0 comentário Categorias: Corrupção
26/07/2011

Waldemir critica Judiciário, advogados e diz que Tupã não é a “Casa da Nona”

“Tupã não é casa da Nova”. Com estas palavras o prefeito Waldemir Gonçalves Lopes (PSDB) criticou o Judiciário que tem dado sentença favorável a advogados que defendendo seus clientes, impetram ação na Justiça, cobrando do município o fornecimento de remédios de alto custo. Para o prefeito de Tupã, esse pessoal “seria inimigo da cidade”. De acordo com ele, o ano passado foram gastos cerca de R$ 300 mil com medicamentos fornecidos às pessoas que pagam consulta particular e depois buscam na rede municipal de saúde, remédios com preços absurdos. Como isso só é possível por meio de ação impetrada na Justiça, junto ao Ministério Público e, por conseqüência, com anuência do Judiciário, Waldemir mandou por “tabela” ao Terceiro Poder um recado explícito: “Tupã não é a casa da Nona. O pessoal pensa que aqui é a casa da Maria Joana”, ratificou à imprensa na semana passada. A expectativa do Executivo é que neste ano, a seguir essa inimizade advocatícia com autorização descomedida do Judiciário, a municipalidade deverá possuir um rombo da ordem de R$ 600 mil. Acontece que o mesmo prefeito que critica direitos adquiridos, de acordo com o artigo 5º da Constituição Federal, onde explicita que o estado (seja federal, estado ou município) tem que permitir acesso à saúde a todos os cidadãos, é ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 0 comentário Categorias: Corrupção