ANUNCIE AQUI!
08/11/2011

Assessor de secretário estadual nega que tenha parente concursado

O Assessor especial da Secretária de Desenvolvimento Metropolitano, engenheiro Luis Antonio Feliciano explicou hoje (8) de São Paulo, por telefone que não possui nenhum parente que tenha sido aprovado no último concurso da Prefeitura de Tupã. Feliciano faz referência a um dos aprovados para o cargo de Analista de Projetos de Tecnologia e Informação - NAT, aprovado em quarto lugar. Igor Alexandre Roque Gouvêa era um dos nomes citados antes do concurso realizado no dia 2 de outubro, como um dos que seria possivelmente beneficiado no processo. Assim como no caso do secretário de Governo, Adriano Rogério Rigoldi e Joselaine Cristina Pio Nunes da Rocha, entre outros, o nome dele constava da relação registrada em cartório, no dia 27 de outubro. Feliciano desmente que o felizardo seja seu sobrinho, se bem que em nenhum momento o citamos como sobrinho do engenheiro, apenas uma fonte o apontava como sobrinho. Feliciano garante que nunca pediu emprego para ninguém da família e desmentiu que o aprovado neste último concurso seja seu sobrinho. "Ele me chama de sobrinho, por consideração", mas de fato e de direito não o é". Sobre seu irmão, José Carlos Feliciano "Dingão", que hoje é secretário de Esportes na administração de Waldemir Gonçalves Lopes (PSDB), o assessor do secretário estadual Edson Aparecido, afirmou ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 8 Comentários Categorias: Política
08/11/2011

Secretária da Educação usa rede de relacionamento social para se defender

Carla Ortega Brandão é acusada de perseguir funcionários da área para preparar "boquinha" na administração O texto abaixo ela postou no seu facebook "Duas informações as pessoas que respeito. Primeira: sou funcionária pública municipal, por opção, desde o ano de 2001. Segunda:no ano de 2005 fui aprovada no Concurso Público de Professor de Educação Básica I do Estado de São Paulo, no ano de 2006 fui aprovada no concurso de Diretor de Escola Municipal, pela antiga Conatec Concursos, em 2008 fui aprovada no concurso público de Supervisor de Ensino do Estado de São Paulo". "Desde 2007, quando fui nomeada ao cargo de confiança de Secretária Municipal de Educação, não prestei concurso público municipal. Entrei na Secretaria como técnica e com uma trajetória profissional dentro da rede municipal. Me tornei política porque senti na pele, enquanto professora, a diferença entre trabalhar numa administração séria e ter que comprar os proprios materiais para poder ministrar aulas decentemente... O meu mural é menor do que um blog, mas, este sim esclarece a verdade sobre mim! Ah! Mais uma informação: não preciso escrever em blog, tenho texto publicado em livro, que encontra-se disponivel na biblioteca da UFSCAR." Obs: "boquinha" foi a expressão usada na sessão da Câmara desta segunda-feira (7) pelo secretário da Administração Willian Manfré, como definição ao ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 33 Comentários Categorias: Política
07/11/2011

Irresponsável, secretário de Administração chama cargo público de “boquinha”

O secretário de Administração Willian Manfré ao fazer uso da palavra em defesa da “boquinha” pública que ocupa, foi tão infeliz quanto o concurso promovido pelo Executivo. “Cada um com seu interesse. Cada um querendo pegar uma boquinha, mas não consegue”, comentou o defensor do prefeito Waldemir Gonçalves Lopes. “Boquinha”. Realmente só consegue a “boquinha” quem está abocanhado ao lado do Executivo. O jargão chulo usado por Manfré é também utilizado por aproveitadores e sangue sugas da administração pública, como os secretários aprovados nos últimos “concursos”. Estes não querem largar. E exatamente por essa ambição, não querem permitir que centenas de outros cidadãos que participaram do concurso tivessem a mesma oportunidade e igualdade no processo em que mais de 1.200 pessoas participaram. A única demonstração notada foi da própria administração cerrando os dentes na defesa da imoralidade a todo custo. “Boquinha” para a sobrinha, sobrinho, afilhado, a mulher; cunhado e a “boquinha” para si próprio. E o povo? Ora o povo! Política Para fugir da responsabilidade da administração, Manfré como fiel capacho tentou desviar o foco e atenuou o debate travado na Câmara, como se alguém tivesse interesse político na questão. Ou seja, para ele, ninguém estaria defendendo os interesses dos cerca de 1.300 cidadãos (as) que inscreveram para um concurso fadado ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 6 Comentários Categorias: Política
07/11/2011

Discurso do protesto contra concurso pede moralização na política tupãense

Caros Senhores Vereadores e Vereadoras, A Câmara Municipal é a casa do Povo e hoje deverá ser tomada por ele, exigindo que a mesma tome algumas providências que já deveriam ter sido tomadas ou pelo menos averiguadas. O dito popular é que, onde há fumaça, deverá de haver fogo. Apurem-se a verdade e se o fogo existir, que se o apaguem. Comentários pululam por toda a cidade sobre concursos realizados pela Prefeitura de Tupan, onde os mesmo seriam realizados para perpetuar alguns amigos do Sr. Prefeito em cargos na Prefeitura, já que os mesmos passariam e teriam este direito garantido pelo concurso efetivado. Sem desmerecer quem estudou e passou, mesmo que para teste de futuros concursos, mas a lista nos presencia com nomes de figurinhas carimbadas na Administração. Ninguém questionou nada. Nem este e nem os outros, onde foram aprovados também figuras do primeiro escalão municipal a cargos criados direcionalmente. E as provas, já incineradas, não nos dão a chance de rever a realidade. Neste último, se não fizéssemos tanto barulho, as mesmas provas já teriam sido também, se já não as foram, incineradas. Por qual motivo esta pressa em ver a destruição de algo que, se nada há de errado, não se cabe a sua destruição imediata. Fica no ar e pelos cantos da ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 2 Comentários Categorias: Política
07/11/2011

Cunhado de Waldemir é um dos felizardos no concurso de Agente de Fiscalização de Rendas

Além dos secretários Eliseu Borsari Neto (Meio Ambiente), Adriano Rogério Rigoldi (Governo), a mulher do secretário de Administração, Willian Manfré, desde a semana passada a reportagem do Blog tinha o nome Paulo Estevão Arreiro Marin sob suspeita. Mas, nesta segunda-feira (7) a confirmação. O cidadão aprovado em terceiro lugar seria casado com a irmã do prefeito Waldemir Gonçalves Lopes, logo cunhado dele. Por essa, nem a Câmara esperava. Tudo em casa. Tudo em família. Verificando a relação de aprovados em outros concursos, aparecem nomes de outros parentes de pessoas do staff do PSDB, partido do prefeito. Parentesco de Luiz Antonio Feliciano, filho do ex-gerente da Sabesp Airton Pelin (PSDB), sobrinha de fulano e vice e versa. É um concurso doméstico. Enquanto o fato ganha repercussão negativa em proporção estadual, fazendo lembrar a cidade piauiense denunciada ontem (6) no Fantástico; é cinematográfico o desempenho dos amigos do prefeito neste concurso. É espetacular! Apesar de possivelmente alertados pelo Ministério Público (MP), só não se colocaram entre os melhores aprovados, porque não contavam com a participação no concurso de pelo menos dois ou três treineiros que devem ter acertado efetivamente toda a prova. Para outros cargos, no concurso anterior, já havia sido prometido que neste, os candidatos, ocupantes de cargo em comissão, seriam efetivamente aprovados. Não deu ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 2 Comentários Categorias: Política
05/11/2011

Tréplica: cabeleireira não promoveu concurso sob suspeita, apenas prometeu emprego na Prefeitura

Sê lembram desse caso, da cabeleireira que foi acusada de prometer mais de 20 empregos na Administração de Tupã, com carteira assinada e nem era preciso trabalhar para receber? Pois bem, pelo visto, o que essa administração tem feito não há muita diferença não. A diferença em questão é que a cabeleireira não fez concurso e a Prefeitura faz. Este assunto foi denunciado primeiro aqui, depois por outros veículos de comunicação. Já teve "acusação" de ambas as partes, com pedidos de "direito de respostas" e réplica. O prefeito de Tupã foi duro ao falar com a imprensa sobre a possibilidade de alguém infiltrado na Prefeitura, estivesse ajudando a profissional na suposta "contratação". "Vou colocar na Cadeia que estiver fazendo isso". E agora prefeito? “Mãos na cabeça, tá preso”! Que concorrência desleal. Olha, ainda vejo um agravante nisso tudo, a hair stilyst não podia e não deveria ter feito o que fez, mas e a Prefeitura? É justo o que vem fazendo ao longo dos anos nestes concursos de “cartas marcadas”? Assim como já sinto pelo vereador Valdir de Oliveira Mendes, “Bagaço” (PSD) acusado de ser motorista fantasma do prefeito e ganhar sem trabalhar, assim como havia prometido a cabeleireira; penso: “a cabeleireira vai pagar o pato”! “Vou colocar na Cadeia”! Esteja preso ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 3 Comentários Categorias: Política
05/11/2011

Aumenta pressão para prefeito cancelar concurso sob suspeita

Protesto com "apitaço" foi confirmado para segunda-feira (7), quando a Câmara deve decidir se faz ou não investigação das denúncias A pressão política e popular para que o prefeito de Tupã, Waldemir Gonçalves Lopes (PSDB) cancele os concursos públicos que ficaram sob suspeita aumentou nas últimas horas. Homem decidido e temido na zona Rural, agora também nos corredores políticos, o chefe do Executivo tupãense finge que nada é com ele e acredita que com o tempo, tudo cairá no esquecimento. Mas, para um grupo de pessoas, a maioria que sequer prestou o famigerado concurso que aprovou secretários, familiares, gente ligada ao partido tucano e amigos do prefeito, não vai haver descanso. Desde que as denúncias foram publicadas aqui, com uma repercussão excepcional, as conversas e comentários não param. Por meio das redes sociais de relacionamento, tupãenses indignados com o processo que pode ter ludibriado centenas de pessoas, prometem protestar nesta segunda-feira (7). Neste dia, os vereadores que já discutiram o assunto na sessão passada (31) devem se reunir logo após o próximo encontro para decidir o que fazer com o protocolo feito na Casa, exigindo providências. A principio alguns vereadores chegaram à conclusão de que pouco pode ser feito por falta de provas. Ora, sem investigar não terá provas mesmo. Para protocolar um ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 1 comentário Categorias: Política
04/11/2011

Candidato de concurso para agente de trânsito faz denúncia na Justiça sobre fraude em concurso de 2009

Caro Jota Neves, venho através deste, solicitar a vsª que coloque em seu blog, o que vou relatar: No ano de 2009, iria participar do concurso da prefeitura, concorrendo a uma das vagas para agente de trânsito, porém, fiquei sabendo que também ja haviam nomes indicados para o preenchimento das vagas. Como não sou de ficar calado e esperar as coisas acontecerem, me antecipei ao COVIL e dentro da sala do transito, tive uma conversa com o atual diretor de transito da prefeitura (Gonzales) e, usando de meus artifícios para o qual fui treinado, consegui que ele falasse tudo que eu queria saber, com a maior cara de pau relatou como seria feito a seleção, o que ele não sabia é que eu estava gravando a conversa. Resumindo, levei o fato ao conhecimento ao chefe de gabinete (Rigoldi), e para minha surpresa pelo que pude peceber ele tbm com certeza estava envolvido na fraude, pois fui impedido de realizar a prova física com alegações absurdas de que eu tinha presão arterial alta. Diante dos fatos, peguei a gravação e constitui um advogado, denunciando o fato ao ministério público de tupã. O processo está em fase final, pois já vão fazer dois anos e todos ja foram ouvidos. Quero dede já ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 3 Comentários Categorias: Política
03/11/2011

Ministério Público pode ter “alertado” secretário de Governo

Se não fosse intimado, teria obtido melhor classificação no concurso Em São Paulo, acompanhando os vereadores mirins, o parlamentar Antonio Alves de Sousa, "Ribeirão" (PP) ratificou por telefone agora a pouco, o que disse de forma resumida da tribuna da Câmara, na sessão ordinária da segunda-feira (31). Na ocasião, comentou que o Ministério Público (MP) teria inquirido o Executivo sobre o concurso público realizado dia 2 de outubro. Hoje (3) Ribeirão explicou melhor o que pretendia dizer. Segundo ele, a Prefeitura foi questionada pelo promotor José Luiz Lopes Valverde se o secretário de Governo Adriano Rogério Rigoldi (PSDB) iria mesmo participar do concurso. É que os comentários eram fortes de que seria um dos felizardos no processo. Para dirimir duvidas do MP, teriam ido ao Forum os secretários de Administração, Willian Manfré e o próprio Rigoldi. Lá, teriam se explicado ao promotor sobre todo o procedimento do concurso, entre outras coisas e, é possível que tenha confirmado a sua participação no concurso e, garantido que tudo seria dentro da maior lisura possível. Mas, essa tentativa preventiva do MP pode ter apenas alertado os secretários para não levantar suspeitas sobre o concurso. Tanto é verdade que presume-se que, diante de tal fato, não obteve melhor classificação. Já quem não foi questionado, no caso do secretário ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 5 Comentários Categorias: Política
03/11/2011

Tupãenses organizam protesto contra concurso pela rede de relacionamento social

Investigação na Câmara não deve prosperar. Descansado, Waldemir "abafa" CE Um grupo de pessoas tenta organizar um protesto contra os concursos sob suspeitas realizados pela Prefeitura, através da empresa Equipe Consultoria e Assessoria. O chamamento está sendo feito por meio das redes de relacionamentos sociais (facebook, twitter, orkut e outros). Em verdade, os protestos na rede não param, mas na pratica mesmo, nem os possíveis prejudicados, centenas e centenas de pessoas que teriam sido supostamente enganadas se manifestam. Enquanto isso, na próxima segunda-feira, a Câmara deve promover uma reunião, logo após a sessão ordinária, para discutir o que fazer. Para protocolar um pedido de Comissão Especial (CE) são necessários apenas quatro (4) votos, mas os próprios parlamentares envolvidos diretamente na questão, entendem que não adiantaria faze-lo, uma vez que para aprovar em plenário, necessitaria de sete (7) votos e, nesse caso, o prefeito Waldemir Gonçalves Lopes (PSDB) derrubaria por contar com a maioria no Legislativo. Aliás, Waldemir já até se preocupou com essa questão. Descansado, depois de 11 dias de pescaria em terra do Mato Grosso, já acertou uma operação "abafa" para impedir qualquer tentativa da Câmara de criar qualquer meio que venha eventualmente investigar o escandaloso concurso público.

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 11 Comentários Categorias: Política