ANUNCIE AQUI!
11/10/2017

“ARCO-DA-VELHA”: Pesquisas com dinheiro público eram usadas na campanha de Ana Serafim

A candidata elegeu-se, e foi reeleita em 2016. Para preparar “terreno” para 2020, Ana trouxe como vice, Zé Luís, o “pagador” de pesquisa com dinheiro do povo, segundo o GAECO. A dupla segue comandando o município de 2005/2012 a 2013/2020. COMÍCIO - Cinco anos após as eleições de 2012, e da divulgação de matéria realizada pelo blog, dando conta da investigação do GAECO - Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado, sobre pesquisas eleitorais pagas com dinheiro público, em Arco-Íris, uma nova revelação surgiu em forma de vídeo. O vídeo foi gravado durante comício e revela que a candidata Ana Maria Zoner Leal Serafim (PTB) se beneficiou da possível irregularidade praticada pelo ex-prefeito José Luís da Silva, o “Zé Luis” (PTB) e seu genro e secretário de Governo, Éverton Nakashima, na contratação de pesquisas irregulares. As pesquisas foram utilizadas com a intenção de induzir o voto do eleitor arcoirense a favor da candidata defendida pelo então prefeito Zé Luís. Além de ser vedado o pagamento de pesquisa com recurso da prefeitura, a intenção também era de manipular o resultado das eleições. Ana Serafim obteve 1044 votos (58,49%) contra 741 votos (41,51%) de Geraldo Borges PMDB. A diferença foi de 303 votos. Não é difícil pesquisas sob suspeita de fraude levarem uma parcela ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 0 comentário Categorias: Corrupção
08/10/2017

GRAMPO: GAECO investiga vice-prefeito de Arco-Íris e o secretário de Governo

Eles são acusados de comprar pesquisas com dinheiro da prefeitura. O Ministério Público quer saber a origem dos recursos de R$ 100 mil que pagaram 10 pesquisas no Município. Os acusados foram procurados pela reportagem na sexta-feira (6), mas nenhum retornou o contato. Só foi possível descobrir o envolvimento do atual vice-prefeito José Luís da Silva, o "Zé Luís" (PTB) e Éverton Nakashima, através de escutas telefônicas feitas pelo GAECO – Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado. A ação movida pelo Ministério Público é de responsabilidade civil por ato de improbidade administrativa e teve origem a partir de inquérito oriundo da Promotoria de Justiça de Pirangi, região de Ribeirão Preto. Segundo consta, diversos municípios do Estado de São Paulo pagaram indevidamente pesquisas eleitorais sem licitação. O esquema funcionava da seguinte forma: uma das empresas envolvidas – Instituto de Pesquisas Realidade de Presidente Prudente, que tem como representantes Otílio Claudino de Araújo Júnior e Rose Mary Moreno de Araújo - realizava pesquisas eleitorais, e para ocultar o nome do prefeito contratante, a própria empresa de pesquisa aparecida em documentos como contratante e contratada. Para obter o pagamento pela realização da pesquisa, empresas vinculadas às mesmas pessoas, como a Full Marketing e Pesquisas S/S LTDA, também de Presidente Prudente e representada Sidnei Antônio ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 0 comentário Categorias: Corrupção
07/10/2017

Mãe de funcionária pública que emprestou útero diz que bebê “desapareceu” do hospital

Atualizada: às 19h29 Mônica Clesqui que emprestou o útero para um casal de Blumenau (SC) chegou em Arco-Íris na tarde de hoje (7), depois de permanecer desde terça-feira (3) no HMI - Hospital Materno Infantil de Marília. A cesária aconteceu no dia seguinte. Mônica viu o menino, mas em seguida ele levado para a UTI. A funcionária pública Marialuisa Clesqui, mãe de Mônica Clesqui, internada no Hospital Materno Infantil em Marília procurou a reportagem do blog, através das redes sociais para informar que o recém-nascido teria sido retirado da maternidade e levado para local incerto. Essa informação ocorreu por volta das 11h10, deste sábado. "Jota Neves levaram o bb embora daqui do Hospital e ninguém fala para a gente para onde", disse. O portal Marília Notícias conseguiu entrevistar a família de Santa Catarina, donos do material genético - que desmentiu a versão de Mônica. Internada no HMI emprestou útero e quer criança por Leonardo Moreno - Marília Notícias Internada no Hospital Materno Infantil em Marília, a funcionária pública Mônica Clesqui, de 29 anos, vive o drama de não saber se ficará com o bebê que deu à luz na última quarta-feira (4). Ela “emprestou o útero” para um casal de Blumenau (SC) que reivindica a criança. O caso, de acordo com Mônica, está “enrolado” na Justiça. ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 0 comentário Categorias: Corrupção
28/09/2017

Caso Débora: Marido de bancária acusado de feminicídio é preso em Teresópolis-RJ

É possível que já estivesse preso quando a Polícia divulgou imagem para TV. O acusado poderá pegar até 30 anos de prisão. Foi preso nesta quarta-feira (27), Aílton Basílio, acusado do crime de feminicídio praticado contra a vida da esposa dele, a bancária Débora Goulart Subires, 33 anos. O crime aconteceu na noite do dia 21 de setembro, e só foi descoberto na manhã do dia seguinte. A prisão foi efetuada pela Polícia Militar na cidade de Teresópolis (RJ). A Polícia só descobriu que Basílio se movimentou pelo Paraná depois que fugiu de Tupã, após populares desconfiarem do carro que ele usava ser encontrado abandonado próximo ao Terminal Rodoviário de Maringá. Através das câmeras de segurança, foi possível verificar que o acusado fugiu de Maringá para Cascavel (PR) e de táxi para Foz do Iguaçu, onde foi flagrado momentos antes de ter embarcado em um voo para o Rio de Janeiro. O CRIME Ailton e Débora eram casados há mais de dez anos, mas segundo testemunhas o relacionamento estaria em crise e a bancária havia pedido o divórcio, fato que Ailton não aceitava e, por isso, resolveu matá-la com requintes de crueldade. Débora foi encontrada morta com ferimentos de facas na casa onde morava na área central de Tupã. Segundo a polícia, o fisiculturista Aílton Basílio, ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 0 comentário Categorias: Corrupção
14/09/2017

MPF acusa Camarinha de desviar R$ 1,1 milhão para rádio 950

O Ministério Público Federal do Distrito Federal enviou à Justiça, na última terça-feira, 5 de setembro, uma ação de improbidade administrativa contra o ex-deputado federal José Aberlardo Guimarães Camarinha. O ex-parlamentar, que atualmente é deputado estadual, é acusado de desviar recursos da Cota para Exercício da Atividade Parlamentar (Ceap) em proveito próprio. Segundo o MPF, para viabilizar o desvio, ele apresentava à Câmara dos Deputados notas fiscais “frias” emitidas por uma empresa de publicidade. O proprietário da agência era Wilson Novaes Matos, dono da rádio 950 AM, que também responderá pela suposta irregularidade. De acordo com as investigações, o prejuízo aos cofres públicos foi de R$ 1,1 milhão. Na ação, o MPF pede, além do ressarcimento, a aplicação de multa por dano moral coletivo equivalente ao valor desviado. Dessa forma, cada um dos envolvidos poderá ter de pagar R$ 2,2 milhões, montante que, conforme solicitação do MPF, deve ser bloqueado de forma antecipada, para garantir o ressarcimento. Em nota distribuída à imprensa, o MPF afirma que as investigações revelaram que, em 2009, Camarinha “contratou” os serviços da Agência Wilson Matos Promoções Artísticas S.C Ltda para que seu trabalho como parlamentar fosse divulgado na Rádio Clube Vera Cruz Ltda, emissora de propriedade de ambos. A partir de um pedido do Tribunal de Contas da União (TCU), a ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 0 comentário Categorias: Corrupção
08/09/2017

Ex-ministro Geddel é preso, após localização de malas com R$ 51 milhões

Geddel é preso na manhã desta sexta-feira. O ex-ministro está em prisão domiciliar sem tornozeleira eletrônica. Ele foi preso em 3 de julho e mandado para casa em 12 de julho. Por Ligia Tuon access_time 8 set 2017, 07h22 more_horiz O ex-ministro Geddel Vieira Lima foi preso pela Polícia Federal na manhã desta sexta-feira, 08. Os policiais chegaram por volta das 5h40 no prédio onde o peemedebista cumpre prisão domiciliar, em Salvador. Ontem, a PF disse que encontrou impressões digitais do ex-ministro no apartamento onde foram apreendidos R$ 51 milhões em dinheiro. A quantia já havia sido atribuída a Geddel. O ex-ministro está em prisão domiciliar sem tornozeleira eletrônica. Ele foi preso em 3 de julho e mandado para casa em 12 de julho. Fonte: Exame

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 0 comentário Categorias: Corrupção
07/09/2017

Sepultado em Tupã sargento da PM morto em troca de tiros com a polícia de MG

Foi sepultado na manhã desta quinta-feira (7), no cemitério da Saudade, o corpo do PM aposentado Vantuir Florentino de Oliveira, 56 anos. Ele atuou em Rio Claro-SP, mas tinha parentes no município. Segundo o portal http://www.diariodaregiao.com.br/, o policial militar aposentado Vantuir Florentino de Oliveira, morreu na manhã de terça-feira, dia 5, após confronto com policiais militares de São Paulo e de Minas Gerais. Ele teria atirado contra um caminhoneiro, próximo ao pedágio de Icém, na microrregião de São José do Rio Preto, após uma discussão possivelmente de trânsito. A vítima teria ligado para Polícia Militar, que iniciou uma perseguição pela BR-153 até Frutal-MG. Segundo a polícia, o PM aposentado fugiu desviando das barreiras policiais feitas para prendê-lo, mas a perseguição terminou no povoado de Pradolândia, distrito de Frutal, numa troca de tiros. De acordo com a Polícia Civil de Minas, ao perceber que estava cercado, Vantuir saiu do carro armado e começou a atirar contra os policiais. O aposentado acabou sendo morto no confronto. O corpo do aposentado deve foi liberado nesta quarta-feira, dia 6, e foi enviado para Tupã, onde foi enterrado. O portal http://www.jornalcidade.net , conta que o sargento aposentado teria recebido diversas vezes voz de parada. Mas, em dado momento, Vantuir teria parado seu veículo, uma caminhonete, virado-se de frente para as ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 0 comentário Categorias: Corrupção
06/09/2017

PF contabiliza R$ 51 milhões no ‘bunker de Geddel’

Por Estadão Conteúdo   A Polícia Federal terminou a contagem dos valores apreendidos no bunker ligado ao ex-ministro Geddel Vieira Lima. Foram apreendidos R$ 51 milhões. O dinheiro será depositado em uma conta judicial. O valor foi apreendido pela Polícia Federal na manhã desta terça na Operação Tesouro Perdido, nova fase da Cui Bonno?. A ação fez buscas em um imóvel em Salvador e foi autorizada pela 10ª Vara Federal de Brasília. A Tesouro Perdido mirou o local onde seria o “bunker” do ex-ministro Geddel Vieira Lima. O apartamento seria usado para armazenagem de dinheiro em espécie. Ao autorizar a operação, o juiz federal Vallisney de Souza Oliveira afirmou que Geddel ‘estava fazendo uso velado do aludido apartamento, que não lhe pertence, mas a terceiros, para guardar objetos/documentos (fumus boni iuris), o que, em face das circunstâncias que envolvem os fatos investigados (vultosos valores, delitos de lavagem de dinheiro, corrupção, organização criminosa e participação de agentes públicos influentes e poderosos), precisa ser apurado com urgência’. Geddel está em prisão domiciliar sem tornozeleira eletrônica. O ex-ministro foi preso em 3 de julho e mandado para casa em 12 de julho. Valores finais:  R$ 42.643,500,00 (quarenta e dois milhões, seiscentos e quarenta e três mil e quinhentos reais) US$ 2.688,000,00 (dois milhões, seiscentos e oitenta e oito mil dólares americanos) * ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 0 comentário Categorias: Corrupção
24/08/2017

Suspeito da morte de bancária agia com personalidade psicopática

O acusado apontou arma para a cabeça de um colega de trabalho. Depois disso, nunca mais houve comprometimento do suspeito com sua profissão. O crime contra a vida da bancária Débora Goulart Subires, 33 anos, ocorrido provavelmente na noite de segunda-feira (21), e descoberto na manhã seguinte, reascendeu uma discussão interminável nas redes sociais: a personalidade de seu assassino. Nem todo psicopata é violento, mas há traços em comum, entre o violento e o estelionatário – ambos podem ser encantadores à primeira vista. “Essas pessoas geralmente causam boa impressão e são tidas como “normais” pelos que as conhecem superficialmente”, conforme artigo publicado no portal http://www2.uol.com.br/vivermente/artigos/o_que_e_um_psicopata_.html. Independentemente do grau de periculosidade das pessoas que sofrem de personalidade psicopática, elas “costumam ser egocêntricas, desonestas e indignas de confiança. Com frequência adotam comportamentos irresponsáveis sem razão aparente, exceto pelo fato de se divertirem com o sofrimento alheio. Os psicopatas não sentem culpa. Nos relacionamentos amorosos são insensíveis e detestam compromissos. Sempre têm desculpas para seus descuidos, em geral culpando outras pessoas. Raramente aprendem com seus erros ou conseguem frear impulsos”, textualizam Scott O. Lilienfeld e Hal Arkowitz, no mesmo artigo datado de janeiro de 2008. REVÓLVER NA CABEÇA Exatamente desta forma era classificado por aqueles que conheceram Ailton Basílio, companheiro de Débora. Irresponsável, descompromissado, egocêntrico e que usava ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 0 comentário Categorias: Corrupção
23/08/2017

“Todos Somos Débora”: grupo criado no WhatsApp vai promover protesto contra a violência à mulher

Centenas de pessoas estão mobilizadas através de um grupo criado no WhatsApp após o crime passional que tirou a vida da bancária Débora Goulart Subires, 33 anos. Antes de morrer a vítima foi muito espancada. O sepultamento será às 16 horas, na pacata cidade de Luiziânia, com pouco mais de 5 mil habitantes, localizada na microrregião de Birigui. A pretensão é conscientizar e alertar a população sobre a violência contra a mulher. Débora foi encontrada morta na manhã desta terça-feira (22), após amigos sentirem sua falta no Banco Bradesco. A Polícia foi avisada e o corpo da vítima foi encontrado dentro do quarto da residência localizada na Rua Tupinambás, 542, centro, onde ela morava com o marido. Ele é o principal suspeito do feminicídio. Presume-se que o crime tenha ocorrido na noite de segunda-feira (21). É até possível que o crime tenha sido premeditado. Débora lutou contra seu agressor, mas foi violentamente espancada e recebeu três golpes de faca que ceifaram sua vida. Os quatro cães da família permaneceram o tempo todo ao lado do corpo. Débora pretendia separar-se de seu marido. Ele já trabalhou como vigia, mas ultimamente estaria desempregado. Na tarde de segunda-feira, após o expediente, ele estava no local de trabalho da esposa para buscá-la. Amigos da vítima viram quando ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 0 comentário Categorias: Corrupção