ANUNCIE AQUI!
20/08/2016

Capa da Veja – OAS delata Dias Toffoli; Marília na Lava Jato outra vez

20/08/2016 as 07:05h por: Redação do Giro Marília A capa da revista Veja que vai chegar às bancas no final de semana coloca Marília na Operação Lava Jato mis uma vez. E desta vez com acusações contra um dos mais renomados marilienses: o advogado José Antonio Dias Toffoli, ministro do STF (Supremo Tribunal Federal), a mais alta corte do país. Segundo a revista, Dias Toffoli foi citado nas delações feitas pelo empreiteiro José Aldemário Pinheiro Filho, conhecido como Léo Pinheiro, ex- presidente da construtora OAS, uma das empresas mais enterradas nos escândalos da Lava Jato. A delação de Leo Pinheiro ainda não foi homologada, ou seja, não produz efeitos de redução de pena, e por isso pode estar também superficial e incompleta. Segundo a Veja, as informações são de favores para reforma na casa do ministro Toffoli. Uma equipe de engenheiros da OAS teria feito uma vistoria e acompanhado um “serviço complicado e, em geral, de custo salgado” na casa do ministro, segundo a Veja. A própria Veja diz, em texto promocional da revista, que as informações contra Toffoli incluídas na delação ainda são superficiais e não configuram crime. Mas para a Veja, a citação do nome do ministro é “um sinal de que algo subterrâneo está para vir à luz no momento em que a ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 0 comentário Categorias: Polícia
19/08/2016

MPF apura possível destinação irregular de recursos a rádios ligadas a Camarinha

por Assessoria Matra O MPF (Ministério Público Federal) apura possível destinação irregular de recursos da Câmara dos Deputados para rádios que estariam ligadas ao deputado Abelardo Camarinha (PSB). Ainda quando era deputado federal, de 2011 a 2015, Camarinha teria feito pagamentos através de Ceaps (Cotas do Exercício da Atividade Parlamentar)às rádios Diário FM, Dirceu AM, Estúdio CEM de Oriente (retransmissora da Jovem Pan FM), Rádio Central de Pompeia (retransmissora da Jovem Pan AM) e Rádio Clube de Vera Cruz (950 AM). Inquérito civil público investiga se houve a prática de peculato – crime que consiste na subtração ou desvio, por abuso de confiança, de dinheiro público ou de coisa móvel apreciável, para proveito próprio ou alheio, por funcionário público que os administra ou guarda. Em um dos depoimentos, um dos donos de emissora de rádio teria dito que Camarinha é sócio da empresa de comunicação. O detalhe é que o político, que hoje cumpre mandato de deputado estadual não poderia ter destinado dinheiro público para benefício próprio ou de empresa controlada pelo grupo político dele. Também existe a suspeita de que Camarinha seja dono da CMN (Central Marília Notícias), que comanda as rádios Diário FM e Dirceu AM, além de se evidenciar também a ligação do grupo político do deputado com a Rádio Central de ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 0 comentário Categorias: Polícia
16/08/2016

Vereadores barram investigação sobre corrupção em Marília

O famoso 10 x 3 ocorreu mais uma vez na Câmara Municipal de Marília. Desta vez um pedido para investigar denúncias de corrupção foi negado pela maioria dos vereadores. O pedido de Comissão Processante pretendia apurar as denúncias de direcionamento na licitação do transporte público finalizada em 2011, para que as empresas Grande Marília (grupo Constantino) e Viação Sorriso (grupo Gulin) vencessem a disputa. Os vereadores da base aliada, Bassiga Goda, José Expedito Capacete, José Menezes, Luiz Eduardo Nardi, Marcos Custódio, Marcos Rezende, Samuel da Farmácia, Silvio Harada, Herval Rosa Seabra e Sônia Tonin, impediram a investigação alegando que o fato não é competência da Câmara. A suspeita de fraude na licitação foi denunciada em rede nacional pelo telejornal Bom Dia Brasil (Globo) na manhã do último dia 4 de agosto. O pedido da CP dos Ônibus foi assinado pelo jornalista José Ursílio, membro do PMDB, partido de oposição ao governo municipal. Apenas os vereadores Wilson Damasceno, Cícero do Ceasa e Mario Coraíni votaram a favor da investigação. A denúncia mostra documentos provando vício na elaboração do edital (governo de Mário Bulgareli), através da interferência do advogado Sacha Reck, um dos sócios da empresa Logitrans, de Curitiba-PR, preso em junho último por envolvimento em fraudes desse tipo em 19 cidades brasileiras, inclusive aqui em Marília. “O documento ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 0 comentário Categorias: Polícia
11/08/2016

Presidente do PSDB e ex-secretário saem nos tapas durante reunião na Faccat

Para Schiavon, Danilo Aguillar o agrediu com palavras e a tapas para derrubar o celular usado para fotografar a reunião. Danilo nega agressão e diz que o presidente tucano foi grosseiro e antiético.   O presidente do PSDB de Tupã, Edson Schiavon registrou boletim de ocorrência na Central de Polícia Judiciária nesta tarde de quinta-feira (11), após supostamente ter sido agredido a tapas pelo ex-secretário de Obras e vereador Danilo Aguillar Filho (PMDB). O motivo da desavença, seguida de tapas aconteceu durante a tentativa de Schiavon flagrar uma reunião que acontecia em uma das salas da FACCAT envolvendo o pré-candidato à reeleição e supostos funcionários da Secretaria Municipal da Educação. A desconfiança do tucano é que o encontro teria fins políticos e eleitoreiros em pleno horário de trabalho e em desacordo com a legislação eleitoral. Para despistar qualquer tentativa de vinculo do encontro com o parlamentar e mascarar o objetivo da assembleia, o local escolhido foi o prédio da faculdade. A reunião de “trabalho” foi possivelmente agendada pela secretária da Educação, Luciana Ferreira Leal. Ela é professora na Faccat e substituiu o professor Marcos Leite (PMDB), vice na chapa de Wagner Fuin (PMDB). Leite também já vinha sendo monitorado pela oposição sob acusação de estar promovendo encontros dessa natureza com a intenção de se ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 0 comentário Categorias: Polícia
10/08/2016

PF investiga família Camarinha, rádios e liga Marília à Lava Jato

Uma pessoa presa, 15 mandados de busca e apreensão que atingem órgãos públicos e casas de político, dois suspeitos foragidos. Foi este o resultado da Operação Miragem, que a Polícia Federal deflagrou na manhã desta quarta-feira em Marília, Ribeirão Preto e São Paulo. A operação liga Marília à Lava Jato, envolve o principal grupo político da cidade e acusações que sempre acompanharam meios de comunicação: uso de laranjas que direcionam linha editorial e noticiário. A investigação mostrou que um dos suspeitos – quem tem mandado de prisão e está foragido – foi identificado em investigações da Lava Jato em contatos com empresa investigada por remessa ilegal de dinheiro ao exterior. Segundo os delegados Luciano Menin, que responde pelo inquérito e atua nas investigações da Lava Jato, e Rogério Santana Hisbek, que comanda a PF em Marília, a investigação começou em Brasília com a investigação da compra e venda do grupo CMN (Central Marília Notícias) – rádios Dirceu AM, Diário FM e o jornal Diário – e agora envolve apuração de cinco crimes federais, incluindo movimentação de dinheiro para o exterior com auxílio de uma empresa investigada na operação Lava Jato. Os mandados envolvem buscas realizadas na Prefeitura de Marília, na casa do deputado estadual Abelardo Camarinha em um conjunto de chácaras na cidade, no ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 0 comentário Categorias: Polícia
10/08/2016

PF faz prisões e interdita rádios em Marília no combate à lavagem de dinheiro

A Operação Miragem pode determinar prisões de políticos supostamente envolvidos com os veículos de comunicação. A Delegacia da Polícia Federal de Marília cumpre três mandados de prisão, além de ordens de busca e apreensão no complexo CMN (Central Marília Notícias) e endereços de políticos ligados às empresas da central, o jornal Diário e as rádios Diário FM e Dirceu AM.. São 15 mandados de busca e apreensão em Marília, 05 em São Paulo e 01 em Ribeirão Preto (01). Além de Marília, a PF fará prisões em São Paulo e em Ribeirão Preto, além de procederem à suspensão do funcionamento de duas estações de rádio de Marília (SP). As suspensões foram determinadas, pela Justiça, a pedido da PF, devido a irregularidades como a falta de concessão para exploração de serviços de radiodifusão, falsidade ideológica e uso de documentos falsos relacionados ao uso de interpostas pessoas no quadro societário, ocultando a real propriedade de pessoas com imunidade parlamentar, sonegação fiscal e lavagem de dinheiro. A investigação aponta ainda indícios de crimes contra o Sistema Financeiro Nacional, consistente na provável evasão de divisas por parte de um investigado, utilizando-se de empresa investigada no âmbito da Operação Lava-Jato para remessa ilícita de divisas ao exterior. O inquérito, proveniente da Superintendência Regional da Polícia Federal em Brasília, ganhou força ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 0 comentário Categorias: Polícia
23/07/2016

Bullying e ameaça terminaram em homicídio no Frigo Estrela

Chamado de magrelo e vítima de supostas ofensas que colocavam dúvidas sobre sua masculinidade, além de uma ameaça de morte ocorrida na semana passada foram determinantes para o crime de homicídio. A morte teria acontecido dentro de uma carreta de transporte de carne. Na manhã deste sábado (23) Fabrício estaria de folga, mas o destino traiçoeiro o colaria na cena do crime e como autor de um homicídio. Para a polícia esse é um tipo de crime difícil de ser combatido. Acontece entre quatro paredes ou em locais diversos e de surpresa, quando menos se espera. Mas nesse caso ocorrido neste fim de semana em Tupã, se não pudesse ser evitado poderia no mínimo ter dificultado caso alguma providência fosse tomada no sentido de dificultar o contado direto entre a “vítima” e o “acusado”. Antônio Carlos da Costa e Silva, 27 anos, era visto por testemunhas como autor de constantes práticas de bullying contra Fabrício Fernandes Araujo. Bullying é um termo utilizado para descrever atos de violência física ou psicológica, intencionais e repetidos, praticados por um indivíduo ou grupo de indivíduos causando dor e angústia. Fabrício teria constantemente pedido para mudar de turno temendo um possível entrevero mais grave com seu desafeto. Nenhum desses pedidos dele ou de terceiros teriam sido atendidos pelo setor ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 0 comentário Categorias: Polícia
22/07/2016

Máfia dos calçados: secretário de Administração vai ser interrogado pela polícia

Depois do secretário, o próprio Élzio Ribeiro como autor da representação deverá confirmar ou não a denúncia contra o blog e o caso será encaminhado à Justiça. O blog jotaneves.com e os vereadores Luis Alves de Souza (PC do B) e José Ricardo Raymundo (PV) já foram interrogados pela polícia na carta precatória oriunda de Birigui, após processo movido contra a reportagem sobre o esquema de supostas fraudes em licitações de prefeituras do Estado de São Paulo. Para encerrar essa fase de oitivas, a Central de Polícia Judiciária, através do delegado Nelson Miguel Boaretti deve interrogar o secretário de Administração da prefeitura de Tupã, Archimedes Peres Botan (foto). Ele deverá esclarecer se um documento utilizado para cotação de preços onde aparece o nome do representante comercial da empresa Pé Com Pé, Élzio Ribeiro é verdadeiro ou falso. O secretário Archimedes Botan informou a abertura de uma sindicância para investigar a ação dos funcionários que são integrantes da Comissão de Licitação, mas até hoje, não divulgou o resultado dos trabalhos. A sonegação de informação fere as lei da transparência. Para processar o blog jotaneves.com, Élzio alegou que não participou de nenhuma licitação promovida pela prefeitura de Tupã e que não representa a empresa Meli Calçados conforme atesta documento que compõem o processo de tomada de ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 0 comentário Categorias: Polícia
19/07/2016

“Ninho verde”: denúncia provocou várias reuniões políticas em Iacri

Surgem evidências de que o abatedouro clandestino era de conhecimento público. O Legislativo também fica sob suspeita no "Caso das codornas". As denúncias feitas pelo blog de que possivelmente a ação da Polícia Civil teria eventual motivação política e não com o cumprimento do dever provocou várias reuniões em Iacri, a partir da tarde de ontem (18) e durante toda a noite. O consultório do vereador Reinaldo Roberto Hauy, “Reinaldo Dentista” (PV) foi o endereço mais procurado. Outras também foram promovidas em locais diferentes para avaliar o impacto das declarações do prefeito Cláudio Andreassa (PV). Ele acusa Reinaldo Dentista, presidente do Partido Verde de ter arquitetado a trama envolvendo o delegado Seccional, Luiz Antônio Hauy, irmão do parlamentar. A intenção, segundo as informações, seria a de causar prejuízo à imagem política do chefe do executivo para preteri-lo da disputa à reeleição. Assim, o PV poderia escolher como candidata a vice-prefeita, Marina Ângela Pacanaro filiada ao mesmo partido. Como consequência da denúncia, as cogitações de bastidores são diversas: processar o blog, a vice-prefeita já não teria mais a intenção de disputar o pleito em outubro, o prefeito pretende “bater o pé” e brigar pelo direito de ir à reeleição, entre outras. EVIDÊNCIAS DE OMISSÃO Já o parlamentar Reinaldo Dentista em off “empurrava” responsabilidade pela denúncia feita à Polícia ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 0 comentário Categorias: Polícia
18/07/2016

Codornas: Polícia Civil pode ter participado de eventual “trama” para prender prefeito de Iacri

Mas, a ordem era para apenas dar um susto e deixá-lo em condição de expulsão do PV. O objetivo era impedir eventual candidatura de Cláudio Andreassa à reeleição e lançar para a disputa a vice-prefeita que também é do mesmo partido. A Polícia Civil pode ter se metido numa trama arquitetada nos bastidores políticos de Iacri para barrar uma eventual tentativa do prefeito Cláudio Andreassa (PV) se lançar candidato à reeleição. Não se discute aqui as irregularidades praticadas no abatedouro clandestino. Ação ocorrida no dia 5 de julho foi engendrada para prender o prefeito em flagrante por crime contra relação de consumo, infração de medida sanitária preventiva e por praticar ato de abuso a animais, conforme informou à imprensa o delegado Seccional Luiz Antônio Hauy. “Como envolve prefeito municipal, o Tribunal de Justiça decidirá pela instauração ou não do inquérito”, disse. Causou estranheza a operação ter sido desencadeada pela Polícia Civil, sob o comando do delegado Seccional, Hauy. A titular da DIG - Delegacia de Investigações Gerais e que responde também pela delegacia de Iacri, Milena Davoli de Melo, foi acionada para acompanhar as diligências. A Polícia teria cruzado com o prefeito Andreassa quando provavelmente ele dirigia uma camionete Strada pertencente à Saúde. À imprensa, a polícia teria afirmado que o prefeito não foi ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 0 comentário Categorias: Polícia