ANUNCIE AQUI!
04/01/2018

Bastos e Iacri trabalham em plano emergencial para combate às moscas

Acionado pela comunidade, Ministério Público da região convocou reunião com avicultores e Vigilância Sanitária para definir solução para o problema. A promotoria pública de Bastos, no Oeste Paulista, convocou reunião especial para debater soluções imediatas para o controle das moscas que infestam tanto Bastos quanto Iacri. As duas cidades ficam na região que é apontada como a maior produtora de ovos do Brasil, com grande concentração de granjas avícolas, o que pode gerar grande número de moscas por causa do esterco das aves. A infestação também pode acontecer com maior frequência nos períodos chuvosos do verão, como o atual, quando o esterco está mais úmido, caso ações preventivas de manejo não sejam realizadas continuamente nas granjas. O problema da infestação atual foi apontado por moradores junto ao Ministério Público que, diante das denúncias, convocou um encontro entre representantes dos avicultores e da Vigilância Sanitária. Na reunião, realizada no dia 18 de dezembro, em Bastos, ficou acertado que seriam tomadas medidas de controle conforme estipulam as ações propostas pelo Sindicato Rural de Bastos, entidade que conta com um programa de controle de moscas para seus associados. O jornal Tribuna de Bastos, em edição do dia 22 de dezembro, trouxe, em sua reportagem sobre o assunto, entrevista com o promotor de Justiça Ronan Pedro ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 0 comentário Categorias: Saúde
13/12/2017

Hospital São Francisco pode permanecer fechado definitivamente

A dívida em torno de R$ 20 milhões inviabiliza um futuro gerenciamento da unidade. Com a possível decisão, Tupã vai começar 2018, com apenas um hospital. Uma reunião envolvendo os membros da Irmandade deve definir nas próximas horas de que o hospital São Francisco de Assis dificilmente será administrado pela Santa Casa. A gigantesca dívida deverá acarretar em sérios problemas difíceis de serem contornados. Ações trabalhistas e movidas por fornecedores podem resultar em penhoras judiciais – um transtorno incomensurável para os futuros administradores. Além disso, caso a Santa Casa venha assumir o São Francisco já a partir do início do próximo ano, terá que arcar com aluguel do prédio, que pertence à Cooperativa Unimed. Qual o valor de aluguel de um prédio naquelas dimensões? Outro problema difícil de ser avaliado é a questão do repasse dos recursos oriundos do Ministério da Saúde. Segundo foi divulgado, somente através de uma possível manobra – redirecionando o recurso para o Estado é que eventualmente chegaria à Santa Casa para custear as despesas com o SUS – Sistema Único de Saúde. Isso só após o início das atividades já sob nova direção. As suspeitas de fraude em atendimentos pelo SUS e sob investigação federal, e a advertência da DRS IX – Diretoria Regional de Saúde em Marília, de que ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota 0 comentário Categorias: Saúde