ANUNCIE AQUI!
15/02/2020

A prefeita de Vera Cruz já sofre processo de cassação

Prefeita de Vera Cruz não compareceu à sessão pela quinta vez consecutiva — Foto: Divulgação

A matéria sobre a instalação do processo de cassação da prefeita de Vera Cruz, foi publicada pelo G1, na terça-feira, dia 11. Na ocasião, a chefe do Executivo havia informado que estaria em São Paulo a trabalho. Renata Zompero Devito foi convidada a prestar esclarecimentos sobre o uso do dinheiro público no setor de transportes. Pela quinta vez consecutiva, a prefeita não compareceu a sessão. Por G1 Bauru e Marília Os vereadores da Comissão Processante deram início ao processo de cassação do mandato da prefeita de Vera Cruz, Renata Zompero Devito, para esclarecer o uso do dinheiro do transporte do município. Segundo o presidente da comissão, Renato Dominguez de Moraes, dos mais de R$ 64 mil gastos anualmente com o seguro dos meios de transporte, cerca de R$ 2.700 eram investidos em uma frota que estaria inutilizada. Ao ser chamada para explicar o gasto através de uma notificação publicada no Diário Oficial, a prefeita a não compareceu à câmara na data marcada, pela quinta vez consecutiva. De todas as faltas, apenas uma teve justificativa apresentada. Na última sessão agendada, os vereadores aguardaram o comparecimento por mais de 3h, o que não aconteceu. Além da prefeita, outras nove testemunhas seriam ouvidas, mas também não compareceram. Segundo testemunhas afirmaram à TV TEM, os veículos públicos que estão inutilizados estariam ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota Categorias: Política
15/02/2020

Prefeita de Vera Cruz é detida por usar carro oficial para fazer compras em SP

Momento em que o policial aborda a prefeita dentro do centro comercial
Reprodução

Mulher foi flagrada com um carro oficial fazendo compras na noite desta sexta-feira com um casal de amigos quando foi abordada por um policial civil SÃO PAULO Marcos Rosendo, da Agência Record A prefeita Renata Devito (PSDB-SP), do Município de Vera Cruz, cidade distante 85 km da capital paulista, foi levada para a delegacia ao ser flagrada em carro oficial fazendo compras em um shopping na noite desta sexta-feira (14). Ela foi vista no estacionamento de um Outlet, em São Roque, e foi abordada por um policial civil que trabalha na delegacia de Santana de Parnaíba, na Região Metropolitana de São Paulo, que flagrou a prefeita guardando uma série de sacolas de compras no carro. Ele questionou a prefeita porque ela estava utilizando um veículo oficial para fazer compras às 9h da noite de uma sexta-feira e, segundo o policial, ela disse que não devia satisfação, entrou no carro e tentou ir embora. O policial, então, se posicionou na frente do carro e impediu que a prefeita saísse do estacionamento. Em meio a uma discussão, o policial deu voz de prisão para a prefeita de Vera Cruz, que estava acompanhada de um casal de amigos. Todos foram levados para a delegacia Central de São Roque, onde o caso será registrado. A prefeita pode responder pelos crimes de ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota Categorias: PolíciaPolítica
14/02/2020

Governo federal estuda privatizar cidades inteiras. Entenda

Tupã noturna

Ideia das "charter cities" é que municípios tenham relativa autonomia e regras próprias de funcionamento, pagando taxa anual pelos serviços THAYNÁ SCHUQUEL thayna.schuquel@metropoles.com Ogoverno federal estuda implementar um novo modelo de gestão, chamado de charter cities. Em tese, a ideia é privatizar as cidades, mesmo que elas continuem vinculadas ao Estado. Uma empresa privada seria responsável por “prover serviços governamentais”e, em troca, os municípios pagariam uma taxa anual fixa por esses serviços. A iniciativa deve ser apresentada ao Congresso ainda em 2020. Nesta semana, a Escola Nacional de Administração Pública (Enap) realizou um seminário para debater a medida. Na ocasião, o diretor da Secretaria Especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital do Ministério da Economia, Geanluca Lorenzon, afirmou que a pasta está dedicada a implementar o modelo. “A nossa pesquisa, até agora, indicou que vamos conseguir avançar com essa proposta. Vamos ter um projeto desenhado, pensando em como vamos implementar. Ele é um tema que tem uma boa recepção e merece ser estudado e passado em 2020”, disse Lorenzon. Em 2019, o Executivo chegou a incluir na Medida Provisória da Liberdade Econômica uma proposta que envolvia as charter cities. Contudo, o texto não passou no Congresso. Apesar disso, Geanluca Lorenzon entende que os parlamentares estão abertos para discutir o assunto. “Nós chegamos a fazer um teste político ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota Categorias: Política
13/02/2020

Jota Neves - 704x960 Carnaval

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota Categorias: Publicidade
12/02/2020

Advogado denuncia vereador à polícia por cabeçada

Advogado Milton Walsinir de Lima, 60 anos, o Dr. Barata, teve o olho lesionado em cabeçada (Foto: Hojemais Araçatuba)

Vítima pediu as imagens à Câmara para representar contra o parlamentar, que alegou ter reagido ao ser intimidado Lázaro Jr. - Hojemais Araçatuba O advogado Milton Walsinir de Lima, 60 anos, mais conhecido como Dr. Barata, de Birigui (SP), denunciou à polícia o vereador Leandro Moreira, o Lê (Republicanos), por lesão corporal. Os dois tiveram um desentendimento na sessão realizada na tarde de terça-feira (11), na Câmara local. Em boletim de ocorrência registrado na manhã desta quarta-feira (12), ele acusou o parlamentar de tê-lo agredido com uma cabeçada, causando ferimento no olho esquerdo. O desentendimento teria ocorrido em função de uma suposta lista com nomes de vereadores de Birigui que estariam sendo investigados pela polícia por possível fraude ligada a OSSs (Organizações Sociais de Saúde). A reportagem do Hojemais Araçatuba acompanhava a sessão, que tinha na pauta projeto para a redução no número de vereadores em Birigui, o qual foi aprovado. Por volta das 17h30 houve um tumulto próximo à entrada do prédio, que fica na avenida Nove de Julho, mas a suposta agressão não foi presenciada pela reportagem, que viu apenas o advogado caído no chão. Ao se levantar, ele já estava com o rosto sangrando bastante. Em seguida, assessores de parlamentares disseram que não era para ninguém fotografar e nem comentar sobre ocorrido. O vereador ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota Categorias: PolíciaPolítica