ANUNCIE AQUI!
13/08/2019

Polícia Federal faz operação em combate à corrupção em Araçatuba

Zemanta Related Posts Thumbnail

Estão sendo cumpridos 14 mandados de prisão temporária e 37 mandados de busca e apreensão na operação Tudo Nosso. Ações ocorrem em Araçatuba (SP), Clementina (SP), Itatiba (SP) e Jundiaí (SP). Por G1 Rio Preto e Araçatuba A Polícia Federal em Araçatuba (SP) deflagrou na manhã desta terça-feira (13) a operação "#TudoNosso" em combate à corrupção na prefeitura de Araçatuba, no interior de São Paulo. Mais de 150 policiais federais estão nas ruas para cumprir 14 mandados de prisão temporária e 37 mandados de busca e apreensão. As ações ocorrem em Araçatuba, Clementina (SP), Itatiba (SP) e Jundiaí (SP), além da capital paulista. Até as 8h, duas pessoas haviam sido presas em Araçatuba. De acordo com a PF, a investigação apura fraudes em licitações. Um empresário, sindicalista e presidente de diretório político em Araçatuba, de 64 anos, é suspeito de fazer contratos fraudulentos com a prefeitura. Policiais federais cumprem mandados na prefeitura de Araçatuba e simultaneamente em quatro secretarias municipais, e na sede do diretório político coordenado pelo sindicalista, apontado pela investigação como líder da organização criminosa, e em outros endereços comerciais e residenciais relacionados às empresas e investigados. Na casa do sindicalista, em Itatiba, os policiais apreenderam joias, dinheiro e droga. Já na sede do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Metalúrgicas Mecânicas e de Material Elétrico de Itatiba e Região, presidido pelo filho do ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota Categorias: Corrupção
07/08/2019

Pelo WhatsApp Sindicato fala em golpe na cassação de Ricardo Raymundo

wat

O ex-prefeito defendeu a luta da categoria por um salário mais justo e pela primeira vez fez duras criticas à oposição. Áudios que circulam em aplicativos de mensagem revelam uma troca de diálogo entre o ex-prefeito Ricardo Raymundo (PV) e o presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais, Marcos Antônio Barbosa, o “Borracha”. O assunto em pauta é a luta da categoria por um reajuste maior que 3,70% oferecido pelo prefeito Caio Aoqui (PSD), porém, durante a troca de áudios ambos falam em golpe aplicado pela oposição durante o processo de cassação em 28 de maio. Raymundo destaca o trabalho sindical em defesa dos funcionários públicos municipais que ganham menos e, em seguida, denuncia que o atual prefeito tem “inchado” a folha de pagamento da Prefeitura com contratações de “amiguinhos” e destinação de diárias para ocupantes de cargos comissionados. Já Borracha agradece a mensagem do ex-prefeito e critica veementemente o atual prefeito pela sua “ineficiência” no diálogo com os servidores. Em determinado trecho, Borracha fala sobre o suposto golpe praticado por aqueles, que ele classifica como "corruptos". TESE A propósito a tese de argumentação para pedido de liminar para voltar à Prefeitura de Tupã segue a direção de suposta perseguição politica que culminou na cassação de Ricardo Raymundo. Até o momento não houve manifestação judicial no sentido de ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota Categorias: CorrupçãoPolítica
05/08/2019

Ministério Público pede o fim da gorjeta no descarte de pneus em Tupã

Nota e o valor repassado como gorjeta

Caso o município não tome as providências deverá ser ajuizada ação civil pública. O Ministério Público (MP), através do promotor de Justiça de Defesa do Patrimônio Público e Repressão dos Atos de Improbidade Administrativa, Rodrigo de Andrade Figaro Caldeira recomendou ao prefeito Caio Aoqui que providencie fiscalização dos funcionários públicos municipais para que se abstenham de receber qualquer contraprestação pecuniária, mesmo que eventual e irrisória, para a entrega de pneus usados inservíveis. O MP exigiu medidas necessárias para que a administração pública cumpra a lei 8.666/93 e o decreto 99.658/1990 quanto a doação de bens inservíveis, atendendo-se o interesse público. A prefeitura vai ter que encaminhar ao MP num prazo de 30 dias, documentos comprobatórios da adoção de providências. O teor dessa decisão também deve ser encaminhado ao secretário de Agricultura e Meio Ambiente José Rodrigues, o “Zé Vinagre”. Caso o Executivo não acate a recomendação, o MP vai tomar medidas legais e judiciais, inclusive, com o ajuizamento de ação civil pública. ENTENDA O CASO O caso foi denunciado em 9 de maio de 2017 ao MP e também ao blog, através do funcionário público Luciano Duque. À época, Duque era responsável pela coleta de lixo no período noturno e, ao assumir seu turno de trabalho, na Secretaria de Meio Ambiente, no dia 25 de abril, revelou ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota Categorias: CorrupçãoPolítica
02/08/2019

ALERTA: Linha de transmissão de energia elétrica e os riscos

Linha transmissão

A proximidade com o perímetro urbano faz leitor observar riscos de acidentes e à saúde pública. A linha de transmissão que passará por Tupã vem de Getulina. É um assunto tão importante quanto a instalação de pedágios na SP-294 e que mobilizou a Câmara Municipal.  De: Maurício do Nascimento Oliveira <m.nasc.oliv@gmail.com> Assunto: Formulário de Contato - Blog Jota Neves Tupã vai receber uma nova linha de transmissão de energia elétrica vinda de Getulina (SP), a partir de uma subestação da Companhia de Transmissão de Energia Elétrica Paulista (CTEEP). Esta linha de transmissão será de 138.000 volts, o suficiente para que qualquer ser vivo que encoste nos fios vire pó, literalmente. Nas proximidades de Tupã a linha ficará ao lado da rodovia SP 294, Comandante João Ribeiro de Barros, em área rural, porém habitada, onde há muitas empresas e até residências em chácaras e sítios, e também muito próximo da cidade, onde há bairros densamente povoados. Do outro lado rodovia, a cerca de 50 metros da futura linha de transmissão está a cidade, com milhares de casas e moradores ao longo da rodovia, e por consequência, da futura linha de transmissão. Apesar de raro, um acidente com essas torres colocará em risco a vida de muitas pessoas. Por estarem muito próximas da rodovia, as torres correm o risco ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota Categorias: CidadeSaúde
30/07/2019

Waldemir é condenado por gastos exorbitantes com propaganda às vésperas das eleições de 2012

Waldemir: gastos com propaganda do tamanho das irregularidades

A pena inclui inelegibilidade, multa de R$ 330 mil e devolução de R$ 345 mil gastos além do permitido em ano eleitoral. Os valores devem ser corrigidos com juros e multas e podem ultrapassar facilmente a casa de R$ 1 milhão, até o fim do processo.  “É importante levar a sério os mecanismos de combate à corrupção em suas mais diversas formas, para se construir uma cultura de legalidade, cuja eficiência é muito cara à sociedade brasileira e resulta na deficiência dos serviços públicos destinados a assegurar a efetivação dos direitos sociais preconizados no artigo 6º da Constituição Federal”. A frase acima sentencia o ex-prefeito de Tupã Waldemir Gonçalves Lopes (PSDB) a suspensão de seus direitos políticos pelo prazo de 5 anos, a condenação ao pagamento de multa civil equivalente a 30 vezes o valor da última remuneração integral percebida no cargo (R$ 10.709,56), valor corrigido e com juros a data final do cometimento dos crimes, e terá que ressarcir os cofres públicos o valor que ultrapassou a média dos gastos com publicidade nos três exercícios anteriores ao pleito de 2012, no valor de R$ 345.119,53, com correção monetária pela tabela do Tribunal de Justiça. Também ficará impossibilitado de contratar com o Poder Público (MP) ou receber benefícios fiscais e creditícios pelo prazo ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota Categorias: CorrupçãoJustiçaPolítica