ANUNCIE AQUI!
13/06/2018

Sem dinheiro: Prefeitura empurra pagamento de horas extras para fevereiro

Paço copa

A decisão provocou reunião de garis e a paralisação não está descartada, caso a medida não seja revista.  Os garis lotados na Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente de Tupã promoveram na manhã desta quarta-feira, dia 13, reunião com o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais e diretores da pasta, para discutir a portaria baixada na sexta-feira, (8), pelo prefeito José Ricardo Raymundo (PV). De acordo com o documento, a partir de agora, todos os funcionários públicos municipais que fizerem horas extras receberão 50% em folha e a outra metade, em fevereiro de 2019. 50% de horas extras são equivalentes a 25 horas extras mensais. A Prefeitura só paga até 50 horas extras/mês. No caso dos garis, motoristas de ambulâncias e da Educação, entre outros possíveis profissionais do setor público municipal laboram muito mais que apenas 50 horas extras ao mês. SEM DINHEIRO A questão é: qual a vantagem vai levar a Prefeitura ao postergar o pagamento de todas as horas extras para fevereiro? Segundo apurou a reportagem, não há dinheiro para pagá-las em dia. Uma fonte revelou que não há sequer recurso para a próxima folha de pagamento dos funcionários. A arrecadação caiu muito. A saída, de acordo com a portaria do prefeito é protelar o pagamento de 50% de todas horas extras para o ano ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota Categorias: Política
13/06/2018

A vida privada do homem público

O presidente Michel Temer e a mulher, Marcela

Uma enorme discussão surgiu através das redes sociais sobre assuntos de interesse privado e ou público, em relação ao fato do prefeito José Ricardo Raymundo (PV), ter tirado licença para uma eventual pescaria de meio de ano. Em 2017, nesta mesma época, o chefe do Executivo tupãense saiu na "surdina", segundo consta, para fora do país, com o mesmo propósito - pescar, sem pedir autorização à Câmara de Tupã, e foi ameaçado de cassação de seu mandato. Leia também: Vereadores “ameaçaram” o prefeito Ricardo Raymundo com o impeachment O ato só não prosperou pela existência de outros interesses políticos que culminaram com o fim da "República Verde". Partidos "interessados" no cumprimento da lei, aproveitaram a oportunidade para ajudar a governar o município a partir de uma grande coalizão que até os dias atuais rende ação na Justiça sob acusação de cooptação de vereadores. A propósito, o artigo abaixo retrata muito bem essa situação sobre público e privado que atormenta tanto o brasileiro. Ao mesmo tempo que exige-se conduta ilibada, o cidadão desconhece que a vida privada do homem público é de interesse social! DOM, 24/04/2011 - 09:38 ATUALIZADO EM 24/04/2011 - 17:11 Adamastor Guardar o coração na cabeça Gaudêncio Torquato - O Estado de São Paulo "O estadista deve trazer o coração na cabeça." A frase de John Kennedy, o mais ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota Categorias: Política
06/06/2018

Força tarefa da prefeitura tenta viabilizar local para novos sepultamentos

CEMITÉRI

Após a divulgação do blog sobre a falta de túmulos para realizar sepultamentos nesta quarta-feira, dia 6, a prefeitura, através da Secretaria de Obras iniciou uma força tarefa para possibilitar novos enterros. A última carneira deve ser usada ainda neste dia, ou mais tardar na manhã desta quinta-feira, dia 7. Além da falta de espaço, a ampliação ainda não foi implantada. É necessário serviço de infraestrutura na área que abrange o terreno pertencente ao CIM – Centro de Integração do Menor, onde hoje está instalada a Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente. Parte do muro que divide o cemitério da Saudade à área ampliada foi derrubado, mas 15 grandes árvores que estava no local precisaram ser desgalhadas, cortadas e, agora, uma máquina retroescavadeira retira o resto do tronco e da raiz. De acordo com o secretário de Obras, Renan Pontelli, o terreno também era bastante acidentado e foi preciso a retirada de dezenas de caminhões com a terraplanagem. IMPEDIMENTO A prefeitura de Tupã foi surpreendida com a informação de que não poderia implantar um novo cemitério numa região industrial, após adquirir uma área entre o CTA da Camap e o 3º Distrito Industrial. A decisão gerou um impasse entre a prefeitura e a diretoria da Cooperativa que buscou na Lei Orgânica a resposta para o problema, fato ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota Categorias: Cidade
06/06/2018

“Proibido morrer”: Tupã já não tem onde enterrar seus mortos

A última carneira deverá ser utilizada já nas próximas horas...

Hoje, dia 6, só há local para um sepultamento.  É o fim. Sem o novo cemitério anunciado o ano passado pela administração de José Ricardo Raymundo (PV), e sem a ampliação totalmente concluída, coveiros e funcionários que trabalham no setor estão preocupados com a situação. Segundo informações, no cemitério da Saudade só há espaço para sepultar apenas mais um corpo. Parte do muro que demanda para o CIM – Centro de Integração do Menor (ampliação) já foi derrubado, mas os trabalhos estão inconclusos. Além disso, não haveria sequer material para a construção das carneiras. Caso ocorra mais que duas mortes nesta quarta-feira, os demais só serão sepultados se a família já possuir um túmulo. O novo cemitério que a prefeitura pretendia implantar entre o CTA da Camap e o Terceiro Distrito Industrial não foi viabilizado, por ser área imprópria para essa finalidade. Leia também: INFRAESTRUTURA: Prefeitura vai adquirir área para implantar novo cemitério

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota Categorias: Cidade
24/05/2018

Greve dos caminhoneiros já afeta serviços essenciais em Tupã

ambulância

O Transporte de pacientes, estudantes e a coleta de lixo está garantida pelo menos até a próxima terça-feira. O prefeito José Ricardo Raymundo (PV), baixou uma circular regulamentando exclusividade de abastecimento para veículos que prestam serviços considerados essenciais em tempos de crise. De acordo com o documento, está autorizado abastecer no Almoxarifado da prefeitura apenas veículos que fazem o transporte de pacientes – ambulâncias, de estudantes e de coleta de lixo. A greve dos caminhoneiros iniciada segunda-feira, dia 21, já provoca o desabastecimento no país. A falta de transporte realizado através de caminhões é a causa principal. A maioria dos produtos industrializados são transportados pelas estradas. O rodoviário é o mais utilizado no Brasil, sendo o país um dos mais dependentes desse tipo de transporte para a carga. Por essa razão, além de produtos alimentícios, entre outros, o próprio combustível que faz movimentar essa gigantesca frota, também depende desse meio de transporte. E, sem ele, tudo para. Assim, prefeituras do país inteiro, entre elas, a de Tupã enfrenta um drama a partir de já. O estoque deve durar mais tardar até quinta-feira, dia 31, feriado de Corpus Christi. “Essa é a minha previsão, a partir das medidas tomadas pelo prefeito”, garantiu de forma otimista o secretário de Obras e Trânsito, Renan Pontelli. Já o secretário de Governo, ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota Categorias: CidadePolítica