ANUNCIE AQUI!
06/12/2016

Agora é a vez de Renan pagar pelos crimes que cometeu

RENAN CALHEIROS

Ministro do STF afasta Renan Calheiros do cargo de presidente do Senado. O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Marco Aurélio decidiu hoje (5) afastar o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), do cargo da presidência. O ministro atendeu a um pedido liminar feito pela  Rede Sustentabilidade. O pedido de afastamento foi feito pelo partido após a decisão proferida pela Corte na semana passada, que tornou Renan réu pelo crime de peculato. De acordo com a legenda, a liminar era urgente porque o recesso no Supremo começa no dia 19 de dezembro, e Renan deixará a presidência no dia 1º de fevereiro do ano que vem, quando a Corte retorna ao trabalho. Julgamento No mês passado, a Corte começou a julgar a ação na qual a Rede pede que o Supremo declare que réus não podem fazer parte da linha sucessória da Presidência da República. Até o momento, há maioria de seis votos pelo impedimento, mas o julgamento não foi encerrado em função de um pedido de vista do ministro Dias Toffoli. Até o momento, votaram a favor de que réus não possam ocupar a linha sucessória o relator, ministro Marco Aurélio, e os ministros Edson Fachin, Teori Zavascki, Rosa Weber, Luiz Fux e Celso de Mello. Em nota divulgada na sexta-feira (2), o gabinete de ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota Categorias: CorrupçãoPolítica
05/12/2016

Valter Moreno usa a mesma estratégia para seguir como presidente da Câmara

valter_moreno(3)

O apoio do prefeito eleito foi fundamental para reconduzi-lo à presidência. "Eu nem vou pedir voto. Vocês que peçam", frase atribuída a Valter Moreno. Ricardo e Caio vencem mais uma. Sem a articulação política do prefeito eleito José Ricardo Raymundo (PV) e de seu vice - Caio Aoqui (PSD), o grupo de “oposição” tinha amplas condições de vencer a eleição da próxima Mesa Diretora da Câmara. Afinal, Valter Moreno Panhossi (DEM) foi eleito presidente do Legislativo em 2014, para o biênio 2015/2016 com o voto dos dois. A estratégia usada nesta segunda-feira (5) também foi a mesma. Ainda que o blog já tivesse antecipado que Valter Moreno seria o virtual presidente, o grupo dos oito (G-8) antecipou-se para materializar a união e evitar qualquer especulação quanto ao futuro da Câmara. Há dois anos, o grupo que elegeu Valter Moreno presidente, antecipou a votação à imprensa. Com oito votos garantidos – dos quais cinco vieram da oposição liderada pelo ex-prefeito Waldemir Gonçalves Lopes (PSDB) foi definida a composição de toda a Mesa.  Valter Moreno deverá ser o presidente da casa no primeiro biênio 2017/2018; Paulo Henrique Andrade (PPS) – 1º secretário, cabo e pastor Osmidio Fonseca Castilho (PSB) – 2º secretário e Renan Victor Pontelli (PSB) – coordenador da TV Câmara. SITUAÇÃO DA OPOSIÇÃO Quem era ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota Categorias: Política
02/12/2016

Prefeita de Ribeirão Preto, Dárcy Vera é presa na 2ª fase da Operação Sevandija

Foto: Divulgação

A prefeita de Ribeirão Preto, Dárcy Vera (PSD), foi presa na manhã desta sexta-feira, 2, em sua casa, na cidade do interior paulista, na Operação Mamãe Noel, deflagrada pela Polícia Federal e pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado do Ministério Público de São Paulo (Gaeco). A ação cumpre mandados de prisão preventiva, de busca e apreensão e bloqueio de bens em três cidades do Estado de São Paulo, e é a segunda fase da Operação Sevandija, iniciada em 1º de setembro, que apura o desvio de um total de R$ 203 milhões nos cofres públicos da cidade do interior paulista. De acordo com a PF, Dárcy foi presa a pedido da Procuradoria Geral do Estado. A polícia e o Gaeco darão entrevista coletiva para detalhar a operação e as outras prisões às 10h30 desta sexta, na sede do Ministério Público de Ribeirão Preto. Segundo a Polícia Federal, a nova operação apura crimes de peculato, falsidade ideológica, uso de documento falso, corrupção ativa e passiva, entre outros. O nome “Mamãe Noel”, é uma referência às evidências de que a ex-advogada do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Ribeirão Preto Maria Zuely Librandi repassou, entre 2013 e 2016, mais de R$ 5 milhões aos demais denunciados, em dinheiro e cheques, desviados ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota Categorias: CorrupçãoPolíciaPolítica
01/12/2016

MP fiscaliza lançamento de revista da administração Gaspar

Abarca Reformas 17

O objetivo foi evitar propaganda pessoal com recurso público. Outras 20 mil unidades confeccionadas foram incineradas. Motivo: uma foto proibida de Waldemir estampava uma das páginas. A mais nova edição da revista da administração de Manoel Gaspar (PMDB) não terá o mesmo fim, porém, o Ministério Público (MP) quer impedir promoção pessoal. O vazamento da informação sobre a impressão do material provocou estranheza pelo fato de o mandato estar no fim. Numa rápida fiscalização o promotor público teria orientado a não postar nenhuma foto de político, a logomarca da administração, bem como, desautorizou a publicação de duas páginas que apareceriam as supostas “conquistas históricas” para Tupã. No entendimento do MP se são históricas não deveriam compreender apenas o período das três administrações de Manoel Gaspar – 1997/2000, 2001/2004 e de 2013/2016. Ou seja, existiriam outras conquistas históricas. Por exemplo, uma que o próprio prefeito fez estampar nas páginas dos jornais nesta quarta-feira (30) – sobre qualidade de vida - em que pesquisa da Sabesp comprovaria a qualidade do saneamento básico em Tupã. A conquista é histórica e foi viabilizada a partir da gestão de Carlos Messas que foi visionário ao estabelecer parceria com a estatal. É evidente, que ao longo de mais de 30 anos, a empresa foi promovendo outros investimentos. Marília é exemplo ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota Categorias: Polícia
30/11/2016

Justiça manda prender ex-prefeito de Ilha Solteira, Edson Gomes (PP)

Zemanta Related Posts Thumbnail

Além de Edson Gomes, irmão do ex-deputado federal Vadão Gomes, tiveram a prisão decretada o diretor de Cultura e um empresário por fraudar licitações de eventos e shows de Michel Teló e Paula Fernandes. A Justiça de Ilha Solteira determinou a prisão do ex-prefeito do município Edson Gomes (PP). Ele, que foi o mais votado na eleição em outubro para voltar ao cargo, teve a votação cancelada por ser considerado inelegível. Gomes é acusado fraudar em licitação. Segundo denúncia oferecida pelo Ministério Público, contratações de empresas que intermediaram shows de artistas como Paula Fernandes e Michel Teló para a Prefeitura são irregulares. Em 2011, empresa de Usley Vieira recebeu R$ 178 mil para intermediar shows sem ter contrato de exclusividade com os artistas, o que é irregular, aponta o Ministério Público. Já contratação da banda Alma, em 2010, teve participação de Nilson Miranda Nantes, diretor de Cultura de Ilha Solteira na época, pelo valor de R$ 6 mil. Segundo a denúncia, Nantes e Vieira teriam “agido em conluio para o superfaturamento dos preços contratados”. Vieira e Nantes foram presos na manhã desta terça-feira, em Ilha Solteira. A Justiça recebeu a denúncia em abril. De acordo com dados do Ministério Público, os acusados teriam agido para atrapalhar andamento das investigações. Por isso foi ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota Categorias: Política