ANUNCIE AQUI!
02/01/2017

SEM SUSTO: Valter Moreno foi confirmado presidente da Câmara

valter_moreno(3)

Paulo Henrique e Cabo Castilho eleitos 1º e 2º secretários, respectivamente. O blog havia antecipado há mais de um mês a vitória da situação. Na reta final da campanha para escolha dos novos membros da Mesa Diretora da Câmara de Tupã surgia especulações sobre uma virada de jogo da oposição em relação às pretensões do prefeito José Ricardo Raymundo. Ele pessoalmente e seu vice Caio Aoqui (PSD) empenharam-se na busca de votos para eleger Valter Moreno Panhossi (DEM) presidente do Legislativo. Leia também: SOMBRA: Valter Moreno deverá ser o próximo presidente da Câmara A composição previa ainda a votação em Paulo Henrique Andrade (PPS) para 1º secretário e o Cabo e Pastor Osmidio Fonseca Castilho (PSB) – 2º secretário. Nestas condições, Renan Victor Pontelli (PSB) seria o coordenador da TV Câmara. O temor da situação passou a ser sobre uma possível influência política do ex-prefeito Waldemir Gonçalves (PSDB) e do ex-vereador Antônio Alves de Sousa, “Ribeirão” (PP). Os comentários sobre uma possível reviravolta aumentaram a partir do momento em que a oposição demonstrou união e também convocou a imprensa para registrar apoio à candidatura do Pastor Eliezer de Carvalho (PSDB). Não estava descartada um ato de infidelidade de um dos integrantes do G-8. Isso era considerável pelo fato de que cinco deles terem saído ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota Categorias: Política
02/01/2017

A posse: da humildade e as citações filosóficas de um poliglota

Evandro Gussi

A posse dos eleitos em Tupã – prefeito, vice e vereadores foi uma das mais concorridas dos últimos anos, em função do apelo de renovação na política tupãense, após 20 anos de Gaspar e Waldemir. Antes, havia a era Carlão/Jesus. Portanto, nos últimos 40 anos, apenas quatro prefeitos governaram o município em seus 87 anos. O empresário tupãense José Ricardo Raymundo, de 53 anos, foi eleito em 2 de outubro de 2016, com 13.622 votos (64,62%) dos votos válidos para governar Tupã de 2017/2020. A proposta dele e de seu vice, Caio Aoqui, 25 anos, foi de um “Um Tempo Novo”, através da coligação (PV / PSD). Ricardo Raymundo (PV) é o 18º prefeito eleito, diplomado e empossado neste domingo (1º). Convidados ilustres, familiares dos eleitos, autoridades políticas, militares, eclesiásticas, entre outras prestigiaram o evento. Teve até torcida organizada no Clube dos Comerciários - com direito a frenéticos gritos quando era anunciado o nome do diplomado. A expectativa era para os discursos. Houve emoção na fala do prefeito eleito e na expressão sentimental sobre sua esposa Sueli (in memoriam). Os discursos seguiram com demonstração inequívoca de humildade dos eleitos, seja através de passagens bíblicas às citações do líder espiritual e pacifista indiano Mohandas Karamchand Ghandi. Houve também contraste. O deputado federal Evandro Gussi (PV), ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota Categorias: Política
31/12/2016

Vácuo: Tupã começa 2017 sem nenhuma autoridade nos Poderes Executivo e Legislativo

Paço grande

A vacância de poder vai até a hora da posse dos eleitos. Gaspar exonerou também seu secretariado e destacou conquistas do 3º mandato. Durante esta última semana, o já ex-prefeito fez como o ex-ministro Recúpero – “vendeu o que era bom e escondeu o que era ruim”.   No mesmo jornal edição do dia 22, o prefeito ressaltou o fato histórico de ser o primeiro prefeito a ser eleito para três mandatos – 1997/2000, 2001/2004 e 2013/2016. Comemorou conquistas que, segundo ele, ampliam o legado que deixa para Tupã ao final de 12 anos de governo: instalação do Poupatempo; implantação do Instituto Federal; aberturas das creches das 7 às 19 horas; o tíquete alimentação para os servidores e a abertura da primeira Escola de Tempo Integral na EMEF “João Geraldo Iori”. Deixou de citar várias promessas de campanha que não foram cumpridas. Também não mencionou que fez muita coisa que não prometeu, caso contrário, não teria sido eleito. TROPEÇOS Também foi neste terceiro mandato que Manoel Gaspar foi mais infeliz na sua trajetória política. A forma fácil como venceu as eleições sobre sua adversária Lucília Donadelli (PP), apoiada pelo seu sucessor Waldemir Gonçalves Lopes (PSDB) o deixou em êxtase - estado de quem se encontra como que transportado para fora de si e do ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota Categorias: Política
30/12/2016

ASSOMBRAÇÃO: Waldemir e Ribeirão podem eleger Amauri presidente da Câmara

Amauri-no-estádio-300x1681 (1)

Essa possibilidade só acontecerá em caso ausência de um dos integrantes do G-8. A oposição aposta ainda na dissidência de um dos vereadores da "situação". De acordo com a LOM – Lei Orgânica do Município, no capítulo que se refere sobre a organização do Poder Legislativo, no artigo 6º - inciso 1º cita que o vereador que não tomar posse no dia 1º de janeiro terá prazo de quinze dias para fazê-lo com justificativa aceita pela Câmara. Isso significa que se um dos integrantes do G-8 – Grupo de oito vereadores da “situação”, deixar de comparecer à sessão de posse e, em seguida, da eleição dos componentes da Mesa, em tese, haveria um empate de 7 a 7 – considerando que o G-7 votaria num único candidato de oposição. Esse candidato poderia ser por exemplo, Amauri Sérgio Mortágua, 65 anos (PR). O artigo 22, da lei 3.070 de 1990 que instituiu a Lei Orgânica do Município de Tupã define que em toda eleição de membros da mesa, os candidatos a um mesmo cargo que obtiverem igual número de votos concorrerão a um segundo escrutínio e, se persistir o empate, será considerado eleito entre eles, pela ordem: o vereador mais votado e, em caso de empate, o mais idoso. Neste caso, Amauri Mortágua seria ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota Categorias: Sem categoria
30/12/2016

De repente, feliz Ano Novo!!!

Zemanta Related Posts Thumbnail

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota Categorias: Cidade