ANUNCIE AQUI!
04/05/2016

Advogados criticam OAB pela desorganização e falta de critérios na vacinação contra gripe

OAB

Uma enorme fila de advogados e familiares se formou para receber a vacina contra a influenza H1N1 e H3N3, mas só tinha 200 unidades. A expectativa da categoria era de que pelo menos umas 1.500 unidades de vacina deveriam ser disponibilizadas para os mais de 500 profissionais da área, considerando que, cada um (a) levaria seu marido, mulher e no mínimo um filho. Mas, não foi isso que aconteceu. Existiam apenas duzentas vacinas e sequer a classe foi informada sobre a quantidade. Além do que, não existiam critérios de prioridade. Para um número reduzido de vacinas teria que priorizar o grupo de risco: crianças, idosos, entre outros. As críticas surgiram rapidamente nas redes sociais. Todas elas dirigidas as presidente da OAB – Ordem dos Advogados do Brasil Subseção Tupã, Wagner Fuin. Após o anúncio de que ele é o virtual candidato a prefeito pelo PMDB, as críticas que antes eram veladas e se resumiam aos bastidores dos advogados, tomaram contornos maiores. “As Comissões da Ordem nunca funcionaram na gestão de Fuin, as prerrogativas só são lembradas às vésperas das eleições da OAB e não há nenhuma representatividade da função social da entidade”, pontuou um dos advogados que preferiu o anonimato. Leia também: Justiça determina antecipação de vacinação contra gripe para toda a população de Tupã. A ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota Categorias: CidadePolítica
02/05/2016

Promotoria vê epidemia de vírus da gripe H1N1 em Tupã, como risco para população de Herculândia

Herculândia entrada

36 casos da doença notificados e com mais duas mortes neste fim de semana, o município virou alvo de boatos e de preocupação de médicos. A falta de uma comunicação efetiva e até de omissão em relação as ações de prefeitos da região, têm gerado severas críticas à administração de Manoel Gaspar (PMDB). Enquanto o prefeito de Quintana, Fernando Itapuã (PSC) foi à Justiça cobrar do governo Federal vacinação para toda a população, em Tupã, um cidadão foi o autor de decisão idêntica. Graças ao advogado André Gustavo Zanoni Braga de "Pena" Castro, o município poderá a partir do dia 10 de maio ter toda sua população vacinada contra a gripe se o Estado cumprir a ordem judicial. Ainda que a aquisição da vacina e sua distribuição, bem como, a determinação de quem deve ser imunizado contra a gripe A-H1N1 e H3N3, seja da União, o Estado e o município também são responsáveis pelo atendimento à população e é no mínimo salutar que os representantes demonstrem estar antenados aos interesses de seus representados. Enquanto isso não acontece, Tupã vira referência negativa e é citada até em pedido de liminar para embasar ação que visa imunizar os munícipes de cidades da microrregião. A exemplo de Tupã, a iniciativa popular produziu uma ação em Herculândia e a ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota Categorias: CidadePolítica
01/05/2016

Ministério Público e Tribunal de Contas começam investigar licitação que beneficiou a máfia dos calçados

Tribunal de Contas

Prefeitura sonega informações ao blog sobre o andamento da sindicância instaurada para supostamente apurar irregularidades da Comissão de Licitação. Os vereadores José Ricardo Raymundo (PV) e Luis Alves de Souza (PC do B) protocolaram na quinta-feira (28) e na sexta-feira (29), no Tribunal de Contas e no Ministério Público (MP), respectivamente as denúncias contra a prefeitura de Tupã sobre a licitação sob suspeita de fraude. As possíveis irregularidades beneficiaram um esquema praticado por três empresas que agem em todo o Estado participando de licitações específicas na área da educação. A organização tem agido como uma verdadeira máfia na comercialização de calçados. Sobre a denúncia protocolada no Tribunal de Contas de Adamantina, a Secretaria de Assuntos Jurídicos de Tupã já recebeu a notificação. O órgão prometeu agilizar as diligências, comunicando outros escritórios de atuação em outras regiões, onde estas mesmas empresas “venceram” licitações utilizando-se do mesmo modus operandi praticado em Tupã. Leia sobre o esquema: Papetes: máfia dos calçados agiu em Tupã para “queimar” dinheiro da educação SINDICÂNCIA A reportagem do blog esteve na segunda-feira (25) na Secretaria de Administração em busca de informações sobre a sindicância que teria sido instaurada para apurar as eventuais irregularidades praticadas pela Comissão de Licitação, conforme denúncias dos parlamentares. O secretário Archimedes Peres Botan, determinou por meio da assessoria de imprensa que o ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota Categorias: PolíciaPolítica
28/04/2016

Ribeirão quer Lucília como vice de Fuin contra plano “B” de Waldemir

dra-lucilia-43

Eles escolhem entre eles os seus favoritos e o povo só tem a opção de elegê-los. Ou não? Caso contrário, vem Gaspar, Waldemir, Ribeirão, Telma e toda a mesma Companhia LTDA. Cada um com sua cota – por conta do seu voto. Depois de esconder o nome do advogado Wagner Fuin da liderança do prefeito Manoel Gaspar (PMDB) como virtual candidato do partido, nas eleições de outubro, o vereador Antônio Alves de Sousa, Ribeirão (PP) tem a médica Lucília Donadelli (PP) como uma carta “na manga” contra um possível plano “B” de Waldemir Gonçalves Lopes (PSDB). Como o blog já antecipou, se o ex-prefeito não viabilizar o registro de sua candidatura a prefeito de Tupã, a parlamentar Telma Tulim (PSDB) seria uma alternativa para os tucanos. Neste caso, Waldemir contaria com o apelo feminino para fazer o sucessor de Gaspar. Pensando nisso, Ribeirão tenta sensibilizar a doutora Lucília para “abraçar” a ideia de ser a vice na chapa de Fuin. Em tese, Lucília levaria ligeira vantagem mesmo como vice na chapa do PMDB. Mas, depois de mais uma viagem para a Itália, o casal Donadelli tratou de fazer publicar na imprensa local que não tem qualquer pretensão política por conta dos eventuais problemas de saúde do ex-vice-prefeito. Ribeirão filiou Cesar e sua esposa no PP, ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota Categorias: Política
18/04/2016

Justiça determina antecipação de vacinação contra gripe para toda a população de Tupã

Pena Castro

A ação foi provocada por um cidadão comum -, um advogado que se inspirou no prefeito de Quintana. A iniciativa poderia ser da OAB em cumprimento de sua função social. O juiz da 1a Vara Cívil, Luis Eduardo Medeiros Grisolia, deferiu liminar para que a Fazenda Pública do Estado de São Paulo proceda a aquisição e disponibilize as doses necessárias para atender toda a população de Tupã, num prazo de 15 dias, sob pena de multa de R$ 50 mil por dia, podendo atingir o valor máximo de até R$ 3 milhões que serão revertidos ao Fundo Estadual de Reparação dos Direitos  Difusos Lesados, gerido pela Secretaria Estadual da Justiça. A liminar foi concedida atendendo solicitação do promotor Mario Yamamura. O Ministério Público foi provocado por um cidadão comum pedindo a antecipação da vacinação contra a gripe H1N1 para toda a população. Segundo o advogado André Gustavo Zanoni Braga de "Pena" Castro a inspiração surgiu após ler a publicação no blog sobre o procedimento adotado pelo prefeito de Quintana, Fernando Itapuã (PSC). A ação foi impetrada dia 11,  solicitando “encarecidamente” a abertura de uma ação civil pública que obrigue a Prefeitura de Tupã e o governo estadual, por meio de suas respectivas secretarias de saúde, a fornecer “imediatamente a vacina contra a gripe H1N1 ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota Categorias: CidadePolítica