ANUNCIE AQUI!
14/02/2014

Tribunal de Contas aponta irregularidades em concurso da Câmara de Tupã-SP

Câmara de Tupã

O Tribunal de Contas do Estado (TCE) apontou irregularidades praticadas pelo ex-presidente da Câmara, Luis Carlos Sanches (PTB), na contratação de dois funcionários através de concurso processo seletivo de acordo com sentença do auditor Josué Romero. O fato ocorreu no exercício de 2011, após concurso público nº 01/2010 que determinou a contratação do operador de áudio e vídeo: Claudemir Francisco de Lima e do repórter Gláucio Tolentino de Souza. De acordo com a fiscalização do TCE ficou evidente que houve irregularidade da matéria tendo em vista que teria havido violação ao principio da transparência, uma vez que as folhas de respostas foram incineradas antes da análise dos atos de admissão. Incineração dos cadernos de questão, sem que os mesmos fossem digitalizados, e antes da análise dos atos de admissão, restando, portanto, prejudicado a verificação do princípio da igualdade na aplicação de provas. As irregularidades são agravadas perante denúncia de fraude no certame, que esta sendo apurada juntamente com outras. O ex-presidente do Legislativo tupãense, Luis Carlos Sanches foi procurado por telefone pela reportagem do blog, mas não retornou a nenhum dos contatos feitos. Acolhendo manifestação da Fiscalização, procedeu-se a notificação da Administração Municipal, bem como demais interessados, nos termos do inciso XIII, do artigo 2°, da Lei Complementar n° 709/93, conforme fls. 106/107. A ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota Categorias: Política
13/02/2014

Demagogos em busca de otários

  O Brasil se destaca mundialmente também por algumas políticas públicas erradas. O que vem sendo feito no campo da criminalidade, da violência e da segurança pública constitui um exemplo emblemático disso. Está praticamente tudo errado! Há pelo menos 7 décadas estamos sob o império do chamado populismo punitivo midiático-vingativo, que nunca diminuiu nenhum tipo de crime no nosso país, sendo mais inócuo e estéril que um monge virtuoso. Uma podre, retrógrada e extrativista elite, composta, sobretudo, de parlamentares oportunistas e corruptos (para 81% dos brasileiros os políticos são corruptos ou muito corruptos - Ibope), é a grande responsável pela política da aprovação reiterada de novas leis penais, sempre mais severas, com a promessa de que com elas resolverão o problema da segurança. Pura enganação! Com uma nova lei dizem que vão acabar com a violência nos protestos populares. Sobram leis no Brasil. Falta o cumprimento delas. Nos países de capitalismo evoluído e distributivo, fundado na educação de qualidade para todos (Dinamarca, Holanda, Finlândia, Coreia do Sul, Japão etc.), é o racionalismo legislativo que combate o irracionalismo midiático e popular. Nos países atrasados, de capitalismo selvagem e extrativista (como o Brasil), é o legislador, como agente político dessa elite atrasada, que, por conveniência eleitoral, atua irracionalmente (emergencialmente, emocionadamente, desproporcionalmente e populistamente). Essa fórmula ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota Categorias: Cidade
11/02/2014

TJ mantém condenação de Waldemir por fraude em concurso público em Tupã-SP

waldemir e lula fraude

O ex-prefeito e o ex-secretário de Governo perderam os direitos políticos agora por 5 anos pela intenção de praticar o crime. Em Direito Penal, fraude é o crime ou ofensa de deliberadamente enganar outros com o propósito de prejudicá-los, usualmente para obter propriedade ou serviços dele ou dela injustamente. Fraude pode ser efetuada através de auxílio de objetos falsificados (como esta na foto, usada às vésperas das eleições de 2008). Confirmando a sentença do juiz da 3ª Vara, Emílio Gimenez Filho, o Tribunal de Justiça-SP (TJ) rejeitou recurso apresentado pela defesa do ex-prefeito Waldemir Gonçalves Lopes e seu ex-secretário de Governo, Adriano Rogério Rigoldi, ambos do PSDB,  acusados de forma dolosa da pratica de fraudes em concursos públicos. Os políticos e a empresa que realizou o certame – Equipe Consultoria e Assessoria também violaram aos princípios administrativos. Mantida a condenação por improbidade administrativa, Waldemir, Rigoldi e a empresa ficam inelegíveis agora por (5) cinco anos, terão que ressarcir os cofres públicos na quantia de R$ 5 mil; ficam proibidos de contratar com o poder público ou receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios, direta ou indiretamente, ainda que por meio de pessoa jurídica da qual seja sócio majoritário, pelo prazo de (3) três anos. Por conta do ato doloso (intenção de praticar o ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota Categorias: Política
10/02/2014

Tupã em Ritmo de folia: Ribeirão lidera “Comissão” de frente na Câmara e Waldemir começa ressuscitar

Os demais parlamentares se calam diante dos ataques de Comunista. Mangolo quebrou o protocolo e criticou a sensualidade e “pediu” show com Padre Marcelo Rossi para exorcizar o Carnaval. Sem sombra de dúvidas o Carnaval tem feito à administração de Manoel Gaspar (PMDB) sambar miúdo e fora de ritmo. No ritmo da bateria da oposição, o mestre sala dá as cartas e o faz e refaz do edital continua na dispersão. Até o quieto parlamentar Josias do Nascimento, “Mangolo” (DEM) usou o tamborim e bateu forte na tribuna. Com as fortes pancadas do surdo, o único que tem escutado a percussão tocar é o vereador Antonio Alves de Sousa, Ribeirão (PP). Mas a defesa exagerada que Ribeirão faz sobre o Carnaval 2014, tem colocado o líder do Executivo, Valter Moreno Panhosi (DEM) fora da coreografia. Pior que deixar o líder atravessando o ritmo da bateria, Ribeirão também tem demonstrado que a oposição está mais forte que a situação. A situação se cala diante dos ataques do Comunista Luis Alves de Souza e a situação enfrentada no momento é ainda complicada apesar do esforço de se colocar a casa em ordem. A Comissão de frente está para trás. Primeiro porque ninguém sabe quem manda na Escola de Samba. Enquanto ninguém manda o desmando toma conta ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota Categorias: Política
10/02/2014

Pecado capital: Jota Neves é condenado por comparar atitude de vereadora à ação de apóstolo

telma

Judas Iscariotes pode ter traído, mas é Santo. O mesmo não se pode dizer sobre a parlamentar.  A sentença proferida pelo juiz Fábio José Vasconcelos invocou a bíblia sagrada para afirmar que o blogueiro ofendeu a honra objetiva da parlamentar apontada na matéria como quem soube de um ato administrativo irregular que pretendia beneficiar o secretário de Governo, Adriano Rigoldi e se limitou a defender o próprio filho. De acordo com a matéria, Tulim teria traído o eleitor e, portanto, foi comparada a um dos 12 apóstolos de Jesus Cristo. São Judas. Mas, para a Justiça, existiriam outros “discípulos” no parlamento e estes também teriam o mesmo dever de exercer a fiscalização em prol das centenas de pessoas que pagaram inscrição para participar de um concurso fraudulento. E, nisso a Justiça tem razão. Mas o blog não se esqueceu de cobrar de todos eles. A Justiça foi literalmente cega e surda. Apesar da aspereza de algumas palavras existentes no texto publicado por Jota Neves, o excesso não representou pretexto suficiente para uma sanção penal, já que no Estado Democrático de Direito a liberdade de expressão e de crítica é uma garantia constitucional assegurada aos profissionais da imprensa. Em relação à Telma Tulim, o “x” da questão é que ela poderia até ser omissa, assim ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota Categorias: Polícia