ANUNCIE AQUI!
02/07/2014

Abuso de poder: manda quem pode e obedece quem tem juízo?

Zemanta Related Posts Thumbnail

Por: Rodrigo Gomes A história do servidor público tem sido marcada por lutas constantes que são inerentes a uma categoria. Entretanto, nem sempre os ataques são diretos e claros, pois a administração pública consegue, tenta sutilmente impor-se por abuso de poder, utilizando-se de argumentos de que seus atos são para o bem do serviço público. Uma das formas mais comuns de se penalizar o servidor público que não “se alinha”, que “não compactua” com as ações desmedidas de politicagem de um administrador, é a perseguição política aplicada ao servidor para que sirva de exemplo aos demais, forçando-os a se calarem. A perseguição política é uma das formas mais covardes de se manipular e pressionar os servidores, sendo a remoção e transferência um jeito velado de se perseguir. Não podemos expor nosso ponto de vista e manifestarmos qualquer opinião que venha a desagradar os que estão no poder. Somos feridos em nosso direito de ir e vir, quando nos forçam a negar as nossas opiniões e ideias, ou seja, deixamos de ser livres, uma vez que tornamo-nos prisioneiros de um sistema opressor onde gostam de fazer valer aquele ditado popular que se diz: “manda quem pode e obedece quem tem juízo”. Será essa mais uma frase para nos ameaçar ou uma simples demonstração do ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota Categorias: CidadePolítica
26/06/2014

Messi e os ídolos nacionais

lionelmessi (1)

Por: Rodrigo Calil Já faz um tempo que não faço uma das minhas declarações polêmicas, então vou desabafar. Estou cansado de pessoas postando um vídeo onde o Messi (supostamente) não aperta a mão de uma criança que a estende para cumprimentá-lo. Meus caros hipócritas. Vocês cultuam seres de outro mundo que em dupla cantam músicas de corno e se acham os reis da cocada preta. Desfilam em seus carrões importados amarelos e rebolam no palco por alguns trocados, raramente são vistos ajudando outras pessoas e dificilmente ouvem alguma voz que não a deles mesmos. Outros desfilam com seus cordões de ouro, motos turbinadas e "cachorras" na garupa. Por que criticar o Messi? Por ele ser Argentino? Sim, somos instruídos desde pequenos a amar os Nordestinos (com toda a razão) e a odiar os Argentinos. E nós como bons devoradores de fezes que somos comemos essa porcaria que nos enfiam “guéla abaixo” e sorrimos satisfeitos como hienas que somos. Defendemos a liberdade sexual, lutamos contra o preconceito bravamente através de cotas e bolsas, não aceitamos diferenças, "somos todos macacos". Mas somos porcos xenofóbicos disfarçados de bons pastores. Deixem de engolir as mentiras que a mídia te conta e pense com a sua cabeça. Tentem jogar no Google “Messi doa...” e vejam as milhares de causas amparadas por ele. Façam o mesmo teste com ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota Categorias: CidadeEsporte
19/06/2014

Vaccarezza diz que protestos contra a Copa não tem legitimidade

Black_bloc

O deputado federal Cândido Vaccarezza (PT-SP) disse em entrevista à Rádio Cidade FM (91,5) que os protestos contra a Copa do Mundo no Brasil não tem legitimidade. Segundo ele, "as ações lembram vandalismo e crimes contra o patrimônio privado e público", se referindo ao quebra-quebra promovido pelos Black blocs. O parlamentar comentou o fato durante sua passagem pela "Capital do Ovo" nesta terça-feira (18), durante as comemorações dos 86 anos de emancipação político-administrativa de Bastos. Vaccarezza que é palmeirense acredita que se o Brasil vencer a Copa vai ser bom para todos os candidatos e não apenas para os petistas. "Em 2002, o Brasil foi campeão na Alemanha e o candidato da situação perdeu a eleição", fazendo alusão a disputa entre tucanos e petistas, cuja vitória foi de Luiz Inácio Lula da Silva. "Então se o Brasil for campeão vai ser bom para todos os candidatos e se perder vai ser ruim para todos", ratificou. Vaccarezza também passou por Tupã onde assistiu o empate entre Brasil e México.

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota Categorias: Política
16/06/2014

Na contra mão: com novas contas rejeitadas pelo TC, Waldemir pode ficar inelegível

waldemir j

O ex-prefeito de Tupã está nas mãos dos vereadores que o apoiavam quando estava no poder. Sem o poder, Waldemir Gonçalves Lopes (PSDB) está nas mãos do Legislativo tupãense. A diferença é que agora a mão é outra. Na contra mão da responsabilidade fiscal, Waldemir pode ficar definitivamente inelegível a partir da reprovação de suas contas referentes ao exercício de 2011. O Tribunal de Contas do Estado (TCE-SP) rejeitou e mais uma vez sugere que a Câmara faça o mesmo. Ainda na chefia do Executivo tupãense, Waldemir teve outras contas rejeitadas pelo TC e aprovadas pela Câmara. Antônio Alves de Sousa, “Ribeirão” (PP), Luis Carlos Sanches (PTB), Augusto Fresneda Torres, “Ninha” (PSDB), Caio Kanji Pardo Aoqui (PSDB), José Maria de Oliveira, “Zé Maria” (PROS), Josias Gomes do Nascimento, “Mangolo” (DEM), Pedro Francisco Garcia, “Tupãzinho” (PSB), Reginaldo Lima Rodrigues, “Caveira” (PP), Telma Tulim (PSDB), Valdir de Oliveira Mendes, “Valdir Bagaço” e Valter Moreno Panhossi (DEM) com certeza devem votar contra as contas do ex-prefeito atendendo a um eventual pedido de Manoel Gaspar (PMDB). Desses vereadores, cinco permaneceram o tempo todo ao lado da administração de Waldemir de 2005 a 2012 até às vésperas das eleições: Ribeirão, Luis Carlos, Ninha, Telma e Valdir Bagaço. No passado, Waldemir teria os votos deles. No presente, ainda são ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota Categorias: Política
16/06/2014

Concurso público de Tupã continua gerando reclamações

De: Adriana <dri-amiga@hotmail.com> Assunto: Formulário de Contato - Blog Jota Neves Mensagem: Estou indignada com a falta de respeito e transparência da banca de concursos Mil Consultoria, primeiro com a falta organização e fiscalização quanto ao uso de celulares e outros aparelhos eletrônicos. Segundo e de forma mais grave, não permitiram levar o caderno de questões, mais mesmo publicando os gabaritos ainda não fizeram a publicação dos cadernos de questões. Haviam várias questões que caberiam recursos ou que as respostas não condizem com o gabarito. Acredito que é direito do candidato conferir e se necessário entrar com recursos caso existam erros por parte da banca. Espero transparência por parte da Prefeitura, a mesma que já houve em seleções para contratados, que seja proporcionada de forma transparente e digna a possibilidade do candidato concorrer a uma vaga, e que os melhores sejam selecionados à bem de todos os Tupãenses.

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota Categorias: Cidade