ANUNCIE AQUI!
10/12/2018

Tiago Matias pode aliar-se aos denunciantes para derrotar Valter Moreno

Tiago Matias comemora a volta por cima às vésperas da eleição da mesa diretora da Câmara

O parlamentar foi afastado por duas vezes da Câmara, após denúncia sobre suposto esquema ilícito de taxar salário de ex-assessor. A denúncia foi feita por Paulo Henrique Andrade e Charles dos Passos. O vereador Tiago Munhoz Matias (PRP) retornou à Câmara de Tupã, na última quinta-feira, dia 6, em atendimento à decisão judicial, oriunda de mandado de segurança obtido junto ao Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), que por duas vezes o reconduziu às suas funções legislativas.  O parlamentar foi afastado por ordem da Justiça local, para evitar eventuais prejuízos à instrução processual que apura crimes de corrupção passiva e improbidade administrativa. Apesar da denúncia ter partido dos vereador Paulo Henrique Andrade (PPS) e Charles dos Passos (PSB), Matias parece ter aliar-se aos seus opositores nas eleições da mesa diretora da Câmara que acontecem amanhã, dia 11, às 20 horas, durante sessão extraordinária. Em reunião secreta no fim de semana, Matias aparece em suposta relação de vereadores que pretendem eleger o pastor Eliézer de Carvalho (PSDB) à presidência do Legislativo. Além dele, Paulo Henrique Andrade, Charles dos Passos, Antônio Alves de Sousa, “Ribeirão” (PP), Telma Tulim (PSDB), Augusto Fresneda Torres, “Ninha” (MDB), e Eduardo Akira Edamitsu, “Shiguero” (PSD). Do outro lado ficariam o atual presidente Valter Moreno, Renan Pontelli (PSB), pastor e cabo Osmídio Fonseca ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota Categorias: Política
10/12/2018

Felipe Moura Brasil: Dinheiro de ex-assessor inflama torcidas pró e contra Bolsonaro

BOLSONAO MÃO

Na hipótese mais comprometedora para Jair Bolsonaro, ele teria comandado e se beneficiado para despesas pessoais de um esquema ilícito de coleta de taxas dos salários dos empregados em gabinetes de membros da família. As variações dessa hipótese, descendo em escala de comprometimento, seriam Flávio comandar o esquema sem conhecimento do pai, ou Queiroz comandá-lo sem conhecimento de Flávio nem de Jair.  Por Felipe Moura Brasil/Jovem Pan        10/12/2018 08h50 Neste domingo, Jair Bolsonaro disse que o ex-assessor do filho "tem que explicar” e, referindo-se a qualquer irregularidade, que “pode ser, pode não ser” Prevalece no debate público brasileiro a preocupação de cada debatedor em ser o maior opositor ou defensor de um político, juiz, grupo ou corrente ideológica, e não a análise dos fatos disponíveis até cada momento e dos limites do que se pode concluir a partir deles, enquanto fatos novos ou ocultos não vêm à tona. Que a militância dos partidos atue assim, dentro dos limites da lei, é do jogo. Mas a transformação da atividade jornalística e intelectual em megafone de interesses partidários, quando não de ranços e recalques pessoais, resultou nessa ‘futebolização’ do debate, onde se faz vista grossa para imoralidades ou ilegalidades cometidas por gente do seu “lado”, enquanto se acusa gente do outro de barbaridades sem indícios suficientes. Nunca ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota Categorias: Política
08/12/2018

Abatedouro clandestino de codornas: Ex-prefeito de Iacri é condenado pelo uso de veículo da Prefeitura

(Foto: Arquivo/Reprodução/TV TEM)

Cláudio Andreassa usava veículo da Prefeitura para transporte de funcionários de seu abatedouro de codornas clandestino. À época da denúncia, o blog conseguiu documento que comprovava que a propriedade localizada no bairro Jurema era de sua propriedade. O Juiz Arthur Lutiheri Baptista Nespoli, da Comarca de Bastos, julgou procedente a ação civil pública por ato de improbidade administrativa, proposta pelo Promotor Ronan Pedro Amorim, e condenou Cláudio Andreassa, ex-prefeito de Iacri, em razão de danos ao erário. A sentença foi proferida no último dia 12 de novembro. Cabe recurso. Os autos do processo apontam que Cláudio Andreassa, na condição de prefeito de Iacri no período entre 2013 e 2016, utilizou veículo oficial do Executivo para tratar de assunto de interesse pessoal, especificamente, “para transportar trabalhadores rurais para trabalharem em seu abatedouro clandestino de codornas”. Tudo começou com uma operação da Polícia Civil de Iacri, motivada por denúncia, que indicava Cláudio Andreassa como responsável por um abatedouro clandestino de codornas, conforme boletim de ocorrência criminal registado na delegacia de Iacri e datado de 5 de julho de 2016. Naquela ocasião, a polícia também apurou que o então prefeito levava os funcionários para trabalhar no abatedouro com o veículo da Prefeitura. Sentença Em sua sentença, o Juiz Athur Nespoli assevera que “as provas colhidas nos autos não deixam ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota Categorias: JustiçaPolítica
07/12/2018

Acusado de matar pastor a facadas é condenado a 45 anos de prisão em Iacri

Evaldo Nunes Veiga praticou crime barbáro

Evaldo Nunes Veiga fingiu pedir ajuda à vítima para levar mulher a hospital e, no caminho, esfaqueou e matou Hermelindo Cláudio Ferreira, de 64 anos. Crime foi em 2017. O homem acusado de matar um pastor com 21 facadas em Iacri (SP) foi condenado, nesta quarta-feira (5), a 45 anos de prisão. O crime aconteceu em dezembro de 2017 . Segundo a polícia, na época, o suspeito confessou que foi até a casa do pastor Hermelindo Cláudio Ferreira, de 64 anos, com intenção de pedir ajuda para levar a mulher a um hospital em Tupã. No entanto, a real intenção era roubá-lo para conseguir dinheiro para comprar drogas, segundo a polícia. Na rodovia, Evaldo Nunes Veiga obrigou o pastor a parar o carro e o esfaqueou 21 vezes, segundo a polícia. Depois, fugiu com a carteira e o carro do pastor. O veículo foi encontrado capotado na vicinal de liga Iacri a Bastos. Evaldo foi identificado porque esqueceu um celular no carro da vítima e confessou o crime. Desde então ele seguia preso na cadeia de Caiuá. Com a condenação ele permance preso. O juiz do Fórum de Bastos condenou o réu em 30 anos pelo homicídio qualificado, além dos agravantes de motivo torpe, simulação e meio cruel, que somaram os outros 15 anos. O ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota Categorias: JustiçaPolícia
07/12/2018

Câmara pode definir futuro de Tiago Matias, às vésperas das eleições

Tiago retorna à Câmara, mas pode ser cassado pelos vereadores

Presidente Valter Moreno diz que a mesa diretora pode determinar a instauração de CPI, mas líderes de bancadas preferem deixar investigação para 2019. Ao ser informado na tarde desta quinta-feira, dia 6, sobre a nova liminar do Tribunal de Justiça de São Paulo, que determinou o retorno do vereador Tiago Munhoz Matias (PRP), à Câmara de Tupã, o presidente do Legislativo, Valter Moreno Panhossi (DEM), disse que já nesta sexta-feira (7) vai reunir a mesa diretora para definir o futuro do parlamentar. Acusado de corrupção passiva e improbidade administrativa, Tiago Matias poderá ser cassado por quebra de decoro parlamentar. A própria Justiça ao pedir o afastamento do edil determinou que a Câmara instaurasse um procedimento de apuração, mas as eleições previstas para a próxima terça-feira, dia 11, às 20 horas, tem protelado essa definição. Apesar disso, Valter Moreno garantiu que vai reunir os vereadores para saber qual procedimento deverá ser tomado. Se cinco deles optarem por uma investigação imediatamente e ou por iniciativa dos integrantes da mesa diretora será instaurada uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI).   MESA DIRETORA   A mesa diretora é composta por Valter Moreno (presidente), Paulo Henrique Andrade (PPS) e pelo pastor e cabo Osmídio Fonseca Castilho (PSB), primeiro e segundo secretários, respectivamente. Valter Moreno demonstrou que poderá seguir a decisão da maioria que desejar ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota Categorias: CorrupçãoJustiçaPolítica