ANUNCIE AQUI!
23/08/2017

Barganha: a intenção era “renovar” a Câmara de Tupã através de suplentes

A mesma situação foi percebida na Câmara. Silêncio!

Foi cogitada até a possibilidade de “Ribeirão” substituir o Pastor Rudynei no Legislativo. O objetivo da maior negociação política da história tupãense era garantir maioria absoluta ao governo do PV, mesmo contrariando os interesses do deputado federal Evandro Gussi. A quarta-feira (23) amanheceu na Praça dos dois Poderes, como Brasília amanhece nos finais de semana: silêncio sepulcral. A imprensa até procurou pelas autoridades, mas notou-se apenas um vazio de poder. Poucos foram vistos circulando pelos corredores do Paço Municipal e ou pela Câmara. Entre os que circularam pela prefeitura estava a Secretária de Assistência Social, Ana Cláudia Lavagnine Costa, cogitada ser substituída pela vereadora Telma Tulim (PSDB). No mais, viagens às pressas foram realizadas para possivelmente discutir os destinos de Tupã, bem longe dos limites do município. Os políticos tupãenses agiam nos porões para perpetrarem uma barganha capaz de “renovar” de forma indireta os parlamentares, mesmo após as eleições que renovaram dois terços do Legislativo. Os suplentes deveriam entrar compromissados e alinhados com as intenções do Executivo. Além das possibilidades já anunciadas pelo blog, cogitou-se até a possibilidade de o opositor Pastor Rudynei Monteiro (PP) ser conduzido para a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Comércio Exterior para ocupar o lugar de Marcos Zanelato – um dos protegidos de Gussi. O ex-vereador Antônio Alves de ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota Categorias: Política
23/08/2017

“Todos Somos Débora”: grupo criado no WhatsApp vai promover protesto contra a violência à mulher

Débora goulart 1

Centenas de pessoas estão mobilizadas através de um grupo criado no WhatsApp após o crime passional que tirou a vida da bancária Débora Goulart Subires, 33 anos. Antes de morrer a vítima foi muito espancada. O sepultamento será às 16 horas, na pacata cidade de Luiziânia, com pouco mais de 5 mil habitantes, localizada na microrregião de Birigui. A pretensão é conscientizar e alertar a população sobre a violência contra a mulher. Débora foi encontrada morta na manhã desta terça-feira (22), após amigos sentirem sua falta no Banco Bradesco. A Polícia foi avisada e o corpo da vítima foi encontrado dentro do quarto da residência localizada na Rua Tupinambás, 542, centro, onde ela morava com o marido. Ele é o principal suspeito do feminicídio. Presume-se que o crime tenha ocorrido na noite de segunda-feira (21). É até possível que o crime tenha sido premeditado. Débora lutou contra seu agressor, mas foi violentamente espancada e recebeu três golpes de faca que ceifaram sua vida. Os quatro cães da família permaneceram o tempo todo ao lado do corpo. Débora pretendia separar-se de seu marido. Ele já trabalhou como vigia, mas ultimamente estaria desempregado. Na tarde de segunda-feira, após o expediente, ele estava no local de trabalho da esposa para buscá-la. Amigos da vítima viram quando ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota Categorias: Polícia
23/08/2017

Sérgio Moro autoriza soltura de Vaccarezza mediante fiança de R$ 1,5 milhão

Laycer Tomaz/Câmara dos Deputados

Após decisão de Sérgio Moro, Cândido Vaccarezza (foto) terá de pagar fiança no valor de R$ 1,5 milhão

Ex-líder do PT na Câmara dos Deputados foi preso provisoriamente na última sexta; ele é suspeito de receber propinas em contratos da Petrobras O juiz Sérgio Moro, da 13ª Vara Federal de Curitiba (PR), responsável pelas ações penaisdecorrentes da Operação Lava Jato em primeira instância, autorizou nesta terça-feira (22) a soltura do ex-deputado federal Cândido Vaccarezza (Avante-SP) mediante pagamento de fiança no valor de R$ 1,5 milhão – quantia que poderá ser paga em até dez dias. O político foi preso temporariamente na última sexta-feira (18). Na mesma decisão, Sérgio Moro determinou, de maneira cautelar, a proibição de que o ex-deputado deixe o País. O político – que foi líder do PT na Câmara dos Deputados nos governos dos ex-presidentes petistas Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff – também está proibido de mudar de endereço, de fazer contatos com os demais investigados na operação e de exercer cargo ou função pública. A defesa de Cândido Vaccarezza alegou que ele tinha agendado uma biópsia de próstata diante da constatação de uma alteração na glândula. Por esse motivo, o magistrado responsável pelas ações da Lava Jato considerou mais adequado impor medidas cautelares alternativas em vez de decretar a prisão preventiva do ex-petista. A conversão da prisão temporária em preventiva, que não tem prazo definido, ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota Categorias: CorrupçãoPolíciaPolítica
22/08/2017

Deputado Evandro Gussi bate na mesa contra abertura do governo de Ricardo Raymundo

Capitão Neves - sempre descontente e já havia abandonado a liderança

Vereadores da situação ameaçam rebelião se houver premiação à oposição. Secretários técnicos também comentam sobre possibilidade de pedir exoneração. Prefeito promete criar novas Secretarias para obter a maioria na Câmara. Segundo interlocutores, o deputado federal Evandro Gussi disse que “só cobras estão colocando na prefeitura”. A “República Verde” caminha para uma abertura definitiva que tem por objetivo conquistar a maioria dos parlamentares no Legislativo tupãense. Mas, as negociações são tensas. Xingamentos, socos na mesa, traição, reuniões infindáveis e uma certeza: as contradições do governo de José Ricardo Raymundo (PV) – acabou a besteira de administração técnica – de que não haveria balcão de trocas com a Câmara, redução de Secretarias para conter gastos. A ordem agora é, negociação – custe o que custar aos cofres públicos e a criação de mais cargos para comandar as subsecretarias (Divisões). Para o ferrenho crítico da administração nas redes sociais, o novato Tiago Matias (PRP) cria-se a Secretaria da Juventude. A pasta seria comandada por "quatro mãos" – pelo assessor do vereador Oliver Amato e por Marcio Murini (Podemos). Arrasta o outro novato Paulo Henrique Andrade, “PH” (PPS) para a Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Urbano. Nas duas situações, o suplente no legislativo é o Luis Alves de Souza (PC do B). Para a Secretaria de Assistência Social ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota Categorias: Política
22/08/2017

Bancária lutou para sobreviver a fúria de seu assassino

Foto: WhatsApp

O principal suspeito do crime está foragido e é o marido da bancária. Ele era segurança na agência Bradesco, em Tupã, mesmo local de trabalho de Débora Goulart. Quatro cães "guardavam" o corpo da vítima. O relacionamento que teve inicio possivelmente no local de trabalho, fez com que ambos compartilhassem o mesmo teto, mas não demorou muito para acontecer as primeiras desavenças entre o casal. Os motivos, passionais. Brigas e mais brigas, e uma decisão: Débora Goulart, 34 anos, tinha a pretensão de se separar do companheiro, entretanto, ele a ameaçava caso o fato se confirmasse. Débora corria risco de morte. Ontem (21) à tarde, o companheiro teria ido buscá-la e colegas de trabalho perceberam lágrimas que marejavam nos olhos de Débora, como que se presumisse que algo de ruim estava prestes a acontecer. A noite chegou, o dia amanheceu, mas Débora não foi ao banco trabalhar. Preocupados e temerosos com o que poderia ter acontecido, os próprios amigos acionaram a Polícia Militar e foram para sua residência à Rua Tupinambás, centro de Tupã. No local, os militares encontraram o portão com cadeado e a porta da frente encostada. Quatro cães da família, na porta do quarto, envolta ao corpo como que "protegendo" sua dona. Sinais de luta corporal. Débora tentou resistir. A porta ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota Categorias: Polícia