ANUNCIE AQUI!
20/11/2018

Promotoria pede afastamento de vereador tupãense acusado de corrupção

Matias chegou acompanhado da esposa, pai e de dois advogados

Segundo o parlamentar, o afastamento é de livre e espontânea vontade. O suplente Luis Alves de Souza deve assumir a cadeira no Legislativo. O vereador Tiago Munhoz Matias (PRP) convocou a imprensa na tarde desta terça-feira (20) para anunciar a decisão de afastar-se de suas funções, através de licença para tratar de assuntos particulares. O assunto particular é estritamente ligado as suas funções públicas, e diz respeito a acusação de violação aos princípios administrativos, e corrupção ativa. O valor da causa está em R$ 100 mil. A decisão pelo afastamento deve ser sentenciada pelo juiz da Primeira Vara Civil, Alexandre Rodrigues Ferreira, a partir de pedido feito pelo promotor de defesa do Patrimônio Público, Rodrigo de Andrade Fígaro Caldeira. Prevendo que o documento já está concluso para decisão, Matias antecipou-se na solicitação de licença. Em seu discurso da tribuna da Câmara, o parlamentar leu uma carta dizendo que, “ontem, a Promotoria de Justiça de Tupã requereu meu afastamento do cargo que o povo me concedeu, por uma acusação mentirosa que dizem a meu respeito. Antes de eu exercer meu direito Constitucional de defesa pedem para que eu seja privado de ajudar a população. Me afasto, não para fugir, mas para me dedicar em minha defesa”, declarou. Após o pronunciamento, Matias não quis conceder entrevista. Seus advogados ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota Categorias: CorrupçãoPolítica
19/11/2018

Tupã vai perder dois médicos cubanos, após decisão de Bolsonaro

Neudys - conceito de sentimento comunitário

Eles atuam em unidades de saúde do município. O primeiro a chegar em Tupã em março de 2014, já retornou ao seu país. Dos três médicos cubanos que atuavam em Tupã, apenas dois permanecem com contrato de trabalho e seguem atuando nas unidades de saúde do município, mas aguardam posicionamento do governo de Cuba para retornarem ao seu país. Há informações extraoficiais de que um deles teria se casado em Tupã, e pode pedir exílio político ao futuro presidente Jair Bolsonaro, que já antecipou que o concederá. O primeiro médico cubano, Neudys Mazorra chegou em Tupã no dia 14 de março de 2014, e foi apresentado à imprensa três dias depois pelo então prefeito Manoel Gaspar. Mazorra atuava na Unidade de Saúde da Família Setor B “Miriam Roseli Benito Pimentel”, no Conjunto Habitacional “ Antônio Pereira Gaspar”, mas seu contrato venceu o ano passado. Em função dos pontos facultativos decretados pelo prefeito José Ricardo Raymundo, não foi possível apurar quantas pessoas ficarão prejudicadas com a saída dos médicos cubanos. O feriadão fez com que os funcionários públicos municipais fizessem um “viaduto” a partir do feriado da Proclamação da República, quinta-feira (18), com retorno previsto para quarta-feira, dia 21, Também não há detalhes sobre as providências que o município adotará para manter o atendimento das famílias contempladas pelas ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota Categorias: CidadePolítica
12/11/2018

Dr. Manzano: “Eu pensava que era louco”

Manzano dr.

O diálogo foi durante um encontro casual que tive com o combativo parlamentar. A frase era referente ao período de denúncias de corrupção na administração pública tupãense. Apesar de seus relevantes serviços prestados, sequer o município decretou luto oficial. O falecimento do Dr. Manzano passou em branco pelas repartições públicas municipais. Na Câmara, a maioria afirmou que ficou sabendo através das redes sociais. O prefeito não decretou luto oficial. As bandeiras seguiram hasteadas normalmente até a tarde desta segunda-feira, dia 12, ignorando a bravura de homem a serviço de uma sociedade que desconhece seus heróis. Dr. Manzano foi combativo. Esbravejava toda segunda-feira, durante as sessões, como um lobo solitário numa luta inglória contra os desmandos administrativos. “Pensava que estava ficando louco ao imaginar que apenas eu estava vendo essas barbaridades acontecerem em nossa cidade”, disse. Dr. Manzano faleceu aos 80 anos, neste fim de semana. Seu corpo foi velado no Memorial Tamoios e, cremado em seguida, conforme era seu desejo. PONTO ALTO Auge do governo Lula. O pico mais alto de um dos períodos sombrios dos bastidores políticos do Brasil. A corrupção campeava nos Poderes Constituídos, enraizada de cima para baixo como nunca visto antes. O PAC – Plano de Aceleração do Crescimento transformou-se num verdadeiro sinônimo de Plano de Aceleração da Corrupção. Promessas de grandes obras ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota Categorias: CidadeCorrupçãoPolícia
11/11/2018

Sem opção, Ricardo recomeça governo “em casa”

jose-ricardo-raymundo

Nomeação doméstica de secretários é um preparativo para a reeleição. Uma possível chapa “puro sangue” leva Mauro Guerra (PV) para a Saúde. É a única explicação para definir a decisão tomada na sexta-feira, dia 9, pelo prefeito José Ricardo Raymundo (PV), ao nomear o secretário da Educação, Mauro Eduardo Guerra para responder interinamente por outra pasta tão relevante como a da Saúde. Desde a saída de Laércio Garcia, o governo municipal ficou sem opção. Todos os nomes cogitados para assumir a pasta recusaram a empreitada e, quem aceitou, foi preterido pelo grupo de apoio ao prefeito. O jeito foi se ajeitar “em casa” mesmo. Para a educação, se for o caso de encaixar um substituto (a) para Mauro Guerra, o Executivo pode recorrer à assessoria do deputado federal Evandro Gussi (PV). Já Moacir Ivo Pontalti Monari apesar de aparecer filiado ao PSDB, desde 2005,  foi indicação de Gussi para ocupar a Secretaria de Governo e, desde ontem, dia 10, assumiu interinamente a Secretaria de Relações Institucionais, após a saída de Duda Gimenez (PSB). Dias antes, a administração encontrou o substituto de Renan Pontelli (PSB), na Secretaria de Obras, dentro do próprio partido: o engenheiro civil Miguel Scarpelli. Assim, o chefe do Executivo tupãense vai aos poucos voltando às origens e caminhando para o penúltimo ano de ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota Categorias: Política
07/11/2018

Duda Gimenez é mais um a deixar o governo de Ricardo

Duda Gimenez 3

O secretário sentiu-se ofendido após entrevista do prefeito que disse, “ele tem que fazer jus ao salário que ganha”.  O secretário de Relações Institucionais, Douglas Guilhermon “Duda” Gimenez protocolou na tarde desta quarta-feira, dia 7, seu pedido de exoneração. Ele preferiu deixar a pasta após a entrevista do prefeito José Ricardo Raymundo (PV) à Rádio Tupã. Segundo Ricardo, a assessoria de imprensa da prefeitura havia sido transferida da Secretaria de Relações Institucionais para o gabinete, como forma de deixar Duda Gimenez com tempo suficiente para manter contatos em Brasília, em busca de recursos para o município. “Ele precisa fazer jus ao salário que recebe”. A frase do chefe do Executivo tupãense deu a entender que o secretário não vinha justificando seus vencimentos. De acordo com uma fonte do gabinete, Ricardo pediu desculpas e alegou que se expressou mal. “CIÚMES DE HOMEM” Duda Gimenez havia sido apontado para assumir a pasta de Relações Institucionais a pedido do próprio prefeito. Ele entrou na cota do PSB, como apoio à base aliada na Câmara em setembro de 2017. Para tanto, Duda deixou a assessoria parlamentar do deputado estadual Fernando Cury (PPS). Na ALESP – Assembleia Legislativa Estadual, o salário era o dobro do salário atual de secretário municipal. A proposta era a de usar toda sua influência para captar recursos ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota Categorias: Política