ANUNCIE AQUI!
24/10/2017

Pacto de Sangue II: Às vésperas da renúncia, Ribeirão e Rudynei afinam discurso

Gabinete usado pelo pastor Rudynei já é usado de forma irregular pelo suplente Ribeirão. Com as portas frechadas - despachou o dia inteiro na segunda-feira. O assessor do titular ficou do lado de fora da sala

Uma agenda positiva envolvendo inclusive os deputados do PP tenta minimizar impacto da infidelidade ao eleitor. O vereador Rudynei Monteiro (PP) confidenciou que deve fidelidade ao ex-vereador Antônio Alves de Sousa, o “Ribeirão” (PP). Ao mesmo tempo em que o pastor ressalta ser fiel ao seu colega, não demonstra nenhum compromisso com os seus 603 eleitores. O pacto de sangue firmado entre Ribeirão, Rudynei sob as bênçãos dos deputados federais Guilherme Mussi e Fausto Pinato prevê a renúncia do cargo que lhe foi conferido pelo voto da maioria. Em entrevista à Rádio Tupã, na sexta-feira (20), Ribeirão disse que “é melhor estar em São Paulo ou Brasília que em Tupã”. Ora, então por que quer deixar Brasília e retornar à Câmara de Tupã? As divulgações antecipadas atrasaram o processo de bastidores, mas o próprio Ribeirão afirmou a interlocutores que não tomou posse no dia 16 de outubro, para não dar razão ao blog jotaneves. Aguardar mais um pouco será suficiente para articular um único discurso no sentido de minimizar o que os eleitores e fiéis de Rudynei classificam como “traição”. Por outro lado, acompanhando a sessão desta segunda-feira (23), Rudynei Monteiro deixou explícito um discurso afinado entre ele, seu sucessor e os deputados do PP. O objetivo é criar uma agenda positiva em torno de ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota Categorias: CorrupçãoPolítica
16/10/2017

Ricardo deve buscar um líder fora do Legislativo

Luís Alves pode ser o líder que Ricardo precisa no Legislativo

A sessão do dia 9 demonstrou essa necessidade. A preocupação aumenta com a possível chegada de Ribeirão. Uma alternativa seria conduzir à Câmara, o suplente Luís Alves de Souza (PC do B). Mesmo ainda sem a presença do controverso Antônio Alves de Sousa, o “Ribeirão” (PP), o prefeito José Ricardo Raymundo (PV) está sofrendo para se defender, apesar de possuir a maioria na Câmara. A sessão do último dia 9 demonstrou como é importante uma liderança forte para expor os projetos do Executivo. E, hoje, no atual quadro da base aliada não há capacidade argumentativa capaz de frear o conhecimento técnico de Amauri Sérgio Mortágua (PR) e de Charles dos Passos (PSB), e as críticas do pastor Rudynei Monteiro (PP). É uma minoria inteligente e barulhenta capaz de arrebanhar indecisos como Telma Tulim (PSDB) e o criterioso Eduardo Akira Edamitsu (PSD). CONSTRANGIMENTO O posicionamento dúbio da situação provocou constrangimento até no veterano vereador Valter Moreno Panhossi (DEM). Na tentativa de defender a tramitação dos projetos do Executivo descuidou-se da cadeira de presidente e quando tentou reavê-la, o regimento interno não lhe dava essa condição. Paulo Henrique Andrade, o “PH” (PPS) que o substituía como primeiro secretário seguiu no comando da votação do requerimento proposto por Mortágua, e houve a aprovação com o voto de minerva do ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota Categorias: Política
14/10/2017

Telma Tulim alcança o comando da SEMAS

Telma Tulim deixou a Câmara para assumir a SEMAS

Apesar dos protestos, Ana Cláudia é substituída. O ex-secretário de Saúde, Antônio Brito assume cadeira no Legislativo, como o blog havia previsto há quase dois meses. A vereadora Telma Tulim (PSDB) assume nesta segunda-feira, 16, o cargo de Secretária Municipal de Assistência Social (Semas). Como previsto, a assistente social Ana Cláudia Lavagnini Costa deixa a pasta, apesar de protestos de funcionários contra a nova titular. Até o COMAS – Conselho Municipal de Assistência Social se posicionou contra a ideia.Era um sonho da parlamentar comandar a área social. Na administração de Manoel Gaspar (PMDB) chegou a ter um Departamento de Proteção à Mulher, mas sem nenhuma função pratica. Com a substituição, Antônio Brito (PSB) assume a suplência. Brito foi secretário da Saúde dos Governos de Waldemir Gonçalves Lopes (PSDB) e de Gaspar. O PSB volta a ser o partido com o maior número de vereadores numa bancada, mesmo com a saída de Charles dos Passos (PSB) para a oposição. A ida de Telma Tulim para a pasta da área social faz parte de um amplo acordão perpetrado entre o Executivo e os presidentes dos Diretórios do PSB e do PSDB com Thiago Santos e Edson Schiavon, respectivamente. O PSDB representado pela delegada aposentada e o pastor Eliézer de Carvalho deixou a oposição para apoiar ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota Categorias: Política
11/10/2017

“ARCO-DA-VELHA”: Pesquisas com dinheiro público eram usadas na campanha de Ana Serafim

Comício de 2012: Ana Serafim comemora o resultado da pesquisa sob investigação pelo MP

A candidata elegeu-se, e foi reeleita em 2016. Para preparar “terreno” para 2020, Ana trouxe como vice, Zé Luís, o “pagador” de pesquisa com dinheiro do povo, segundo o GAECO. A dupla segue comandando o município de 2005/2012 a 2013/2020. COMÍCIO - Cinco anos após as eleições de 2012, e da divulgação de matéria realizada pelo blog, dando conta da investigação do GAECO - Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado, sobre pesquisas eleitorais pagas com dinheiro público, em Arco-Íris, uma nova revelação surgiu em forma de vídeo. O vídeo foi gravado durante comício e revela que a candidata Ana Maria Zoner Leal Serafim (PTB) se beneficiou da possível irregularidade praticada pelo ex-prefeito José Luís da Silva, o “Zé Luis” (PTB) e seu genro e secretário de Governo, Éverton Nakashima, na contratação de pesquisas irregulares. As pesquisas foram utilizadas com a intenção de induzir o voto do eleitor arcoirense a favor da candidata defendida pelo então prefeito Zé Luís. Além de ser vedado o pagamento de pesquisa com recurso da prefeitura, a intenção também era de manipular o resultado das eleições. Ana Serafim obteve 1044 votos (58,49%) contra 741 votos (41,51%) de Geraldo Borges PMDB. A diferença foi de 303 votos. Não é difícil pesquisas sob suspeita de fraude levarem uma parcela ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota Categorias: CorrupçãoPolíciaPolítica
08/10/2017

GRAMPO: GAECO investiga vice-prefeito de Arco-Íris e o secretário de Governo

ARCO-ÍRIS

Eles são acusados de comprar pesquisas com dinheiro da prefeitura. O Ministério Público quer saber a origem dos recursos de R$ 100 mil que pagaram 10 pesquisas no Município. Os acusados foram procurados pela reportagem na sexta-feira (6), mas nenhum retornou o contato. Só foi possível descobrir o envolvimento do atual vice-prefeito José Luís da Silva, o "Zé Luís" (PTB) e Éverton Nakashima, através de escutas telefônicas feitas pelo GAECO – Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado. A ação movida pelo Ministério Público é de responsabilidade civil por ato de improbidade administrativa e teve origem a partir de inquérito oriundo da Promotoria de Justiça de Pirangi, região de Ribeirão Preto. Segundo consta, diversos municípios do Estado de São Paulo pagaram indevidamente pesquisas eleitorais sem licitação. O esquema funcionava da seguinte forma: uma das empresas envolvidas – Instituto de Pesquisas Realidade de Presidente Prudente, que tem como representantes Otílio Claudino de Araújo Júnior e Rose Mary Moreno de Araújo - realizava pesquisas eleitorais, e para ocultar o nome do prefeito contratante, a própria empresa de pesquisa aparecida em documentos como contratante e contratada. Para obter o pagamento pela realização da pesquisa, empresas vinculadas às mesmas pessoas, como a Full Marketing e Pesquisas S/S LTDA, também de Presidente Prudente e representada Sidnei Antônio ...

Continue lendo esta notícia
Postado por: jota Categorias: CorrupçãoPolíciaPolíticaRegional